Dan Henderson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dan Henderson
Nome de nascimento Daniel Jeffery Henderson
Data de nascimento 24 de agosto de 1970 (44 anos)
Local de nascimento Downey, Califórnia,  Estados Unidos
Outros nomes Hendo
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americano
Altura 1,80 m [1]
Peso 93 kg
Divisão Peso-Médio / Meio-Pesado
Envergadura 188 cm
Modalidade Wrestling, Boxe
Equipe Team Quest
Treinador Luta Greco-Romana: Alexander Karelin (1994-2000)
Anos ativo 1997-presente (MMA)
Cartel no MMA
Total 45
Vitórias 30
Por nocaute 14
Por finalização 2
Por decisão 14
Derrotas 15
Por nocaute 1
Por finalização 4
Por decisão 7
Outras informações
Filho(s) 3
Página Oficial http://www.danhenderson.com/
Dan Henderson no Sherdog

Daniel Jeffery Henderson (Downey, 24 de agosto de 1970), mais conhecido como Dan Henderson, é um lutador de MMA. Ele foi campeão do GP dos médios no UFC 17, campeão em duas categorias do PRIDE, nos pesos meio-médio (até 84 kg no Pride) e médio (até 93 kg no Pride), e campeão dos meio-pesados do Strikeforce. Hendo representou os Estados Unidos na luta greco-romana nas olimpíadas de 1992 e 1996.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Dan Henderson iniciou sua carreira como lutador de artes marciais mistas (MMA) em 1997, quando ingressou na academia de wrestling RAW.[2] Henderson tem vitórias no seu cartel sobre grandes lutadores como Carlos Newton, Gilbert Yvel, Antônio Rodrigo Nogueira, Renato Sobral (2x), Renzo Gracie, Murilo Rua, Murilo Bustamante, Vitor Belfort, Wanderlei Silva, Rich Franklin, Michael Bisping, Rafael Cavalcante, Fedor Emelianenko e Maurício "Shogun" Rua.

UFC[editar | editar código-fonte]

Em seu primeiro ano de MMA, Henderson venceu o Brazil Open, um torneio de quatro lutadores dos pesos pesados. Um ano depois, ele ganhou o torneio do UFC 17, derrotando Allan Goes e Carlos Newton. Em sua luta seguinte, Henderson derrotou cinco lutadores e se tornou o campeão do RINGS em 1999. Ele venceu duas lutas em 28 de outubro de 1999, em Tóquio, no Japão, se classificou para as finais, e depois bateu Gilbert Yvel, Antônio Rodrigo Nogueira e Renato Sobral, na noite de 26 de fevereiro de 2000, ganhando assim o torneio.

Pride[editar | editar código-fonte]

No dia 31 de dezembro de 2005, Dan Henderson se sagrou o primeiro campeão peso meio-médio do Pride, ao vencer o brasileiro Murilo Bustamante na final do Grand Prix, adversário que já tinha derrotado dois anos antes, também no Pride.

No Pride 33, Henderson foi campeão também na categoria de cima, o peso-médio, que no Pride era até 93 kg. Nessa luta, o lutador dos Estados Unidos venceu por nocaute Wanderlei Silva no terceiro assalto, sendo que eles já haviam se confrontaram antes, naquela ocasião Wanderlei venceu por decisão unânime dos juízes.

Volta ao UFC[editar | editar código-fonte]

Com a compra do Pride pelo UFC, Henderson teve que lutar duas vezes pela unificação dos títulos do Pride e do Ultimate, uma luta pelo cinturão dos Médios do Pride e Meio-Pesado do UFC (seu peso equivalente) e uma luta pelo meio-médio do Pride e Médio do UFC (seu peso equivalente). Na sua primeiro disputa de cinturão no evento, na categoria de meio-pesado do UFC, Dan foi derrotado por Quinton "Rampage" Jackson por decisão unânime dos juízes e perdeu o título.

Após a derrota, Henderson desceu de categoria para tentar unificar os cinturões do peso meio-médio do Pride e médio do UFC. O lutador norte-americano enfrentou o brasileiro campeão do UFC Anderson Silva, e acabou sendo finalizado no segundo assalto, perdendo assim seu segundo título de campeão.[3] . Depois disso, lutou ainda mais três vezes no UFC, vencendo todas as 3 lutas.

Strikeforce[editar | editar código-fonte]

Ao fim do contrato com o UFC, Henderson assinou com o Strikeforce. Em sua primeira luta no evento, enfrentou Jake Shields na disputa do cinturão dos médios do evento. Apesar do favoritismo, Dan Henderson foi derrotado por decisão unânime.

Depois dessa luta, Dan subiu de categoria, voltou ao meio-pesado para enfrentar Renato "Babalu" Sobral, e conseguiu nocautear o adversário logo no primeiro assalto.[4]

Com a vitória sobre o brasileiro, Henderson enfrentou outro brasileiro pelo cinturão dos meio-pesados, Rafael Feijão. E, dessa vez, venceu por nocaute técnico no terceiro assalto, se sagrando campeão meio-pesado do Strikeforce.[5]

No dia 30 de julho de 2011, Hendo lutou Contra o Russo Fedor Emelianenko e venceu por nocaute técnico aos 4:12 minutos do primeiro round. Essa foi a última luta do contrato dele com o Strikeforce, porém, Hendo manifestou o desejo de renovar a fim de defender seu título de campeão dos meio-pesados, o que não aconteceu.

Segunda volta ao UFC[editar | editar código-fonte]

Rapidamente depois da entrevista coletiva do UFC 133, o presidente do UFC Dana White comentou sobre a possível volta de Dan Henderson ao Ultimate. "Vamos ver o que acontece" disse White. "Hendo e eu temos um bom relacionamento. Vamos ver se conseguimos arrumar um jeito de trazê-lo de volta ao UFC.”[6] Após isto, Henderson comentou: "Eu acredito que a maior luta que eles podem promover é provavelmente uma unificação de títulos dos meio-pesados do UFC e Strikeforce, em que sou o campeão". [7]

Henderson lutou contra Mauricio "Shogun" Rua no dia 19 de novembro de 2011 no UFC 139 pela sua terceira vez no UFC.[8] Ele venceu por decisão unânime dos juízes, o que causou polêmica, pois muitos acham que deveria ter sido empate. A luta ganhou o prêmio de "Luta da Noite", e foi considerada como uma das melhores de todos os tempos do UFC.[9] [10]

O presidente do UFC Dana White confirmou para o UFC 151, em 1 de setembro de 2012, a esperada luta valendo o títulos dos Meio-Pesados. Hendo enfrentaria o até então imbatível Jon Jones, campeão indiscutível da categoria. O possível lugar do combate seria a cidade de Las Vegas.[11] . Mas Hendo se machucou devido á uma lesão no joelho, Jones recusou a luta contra Sonnen e o evento acabou sendo cancelado.[12]

Em Fevereiro de 2013, Hendo lutou contra Lyoto Machida no co-evento do UFC 157. Apesar do total equilibrio, Hendo perdeu em decisão dividida (28 a 29, 29 a 28 e 29 a 28).[13]

Em junho do mesmo ano, Hendo perdeu novamente por decisão dividida contra o ex-campeão Rashad Evans(28 a 29, 29 a 28 e 29 a 28). Com as duas derrotas consecutivas, o campeão Jon Jones rejeitou enfrentar Hendo: “Eu não tenho o desejo de lutar contra Dan Henderson. Dan Henderson é um cara que já fez muito para o esporte, ele é muito mais velho. Eu acho que ele é um cara que todo mundo já pensa que eu venceria. Então, eu não tenho o sonho de lutar com Dan Henderson. Na última luta dele, contra Rashad Evans, você pode vê-lo perdendo rendimento. Então, lutar contra ele não prova muita coisa” - afirmou o campeão. [14]

Com isso, o adversário seguinte de Hendo foi Vitor Belfort. O reencontro ocorreu na luta principal do UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson II, em Goiânia, Goiás. [15] Hendo perdeu por nocaute no primeiro round, essa foi a primeira derrota por nocaute na carreira de Hendo.[16]

A luta segunite de Hendo foi novamente no Brasil e novamente fazendo uma revanche, dessa vez é contra Maurício Rua, em 23 de Março de 2014 no UFC Fight Night: Shogun vs. Henderson II. Ele venceu por nocaute técnico, encerrando a sequência de derrotas seguidas.

Hendo enfrentou Daniel Cormier em 5 de Julho de 2014 no UFC 173 e foi derrotado por finalização com um mata leão no terceiro round.

Henderson agora é esperado para retornar aos médios em 24 de Janeiro de 2015 no UFC on Fox: Gustafsson vs. Johnson contra Gegard Mousasi.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Arménia Gegard Mousasi UFC on Fox: Gustafsson vs. Johnson 24/01/2015 Suécia Estocolmo Volta aos Médios.
Derrota 30-12 Estados Unidos Daniel Cormier Finalização (mata leão) UFC 173: Barão vs. Dillashaw 24/05/2014 3 3:53 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 30-11 Brasil Maurício Rua Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Shogun vs. Henderson II 23/03/2014 3 1:31 Brasil Natal, Rio Grande do Norte Luta da Noite, Performance da Noite
Derrota 29-11 Brasil Vitor Belfort Nocaute (chute na cabeça e socos) UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson II 10/11/2013 1 1:17 Brasil Goiânia, Goiás
Derrota 29-10 Estados Unidos Rashad Evans Decisão (dividida) UFC 161: Evans vs. Henderson 15/06/2013 3 5:00 Canadá Winnipeg, Manitoba
Derrota 29-9 Brasil Lyoto Machida Decisão (dividida) UFC 157: Rousey vs. Carmouche 23/02/2013 3 5:00 Estados Unidos Anaheim, California Para ser o desafiante Nº1 ao cinturão Meio Pesado
Vitória 29–8 Brasil Mauricio Rua Decisão (unânime) UFC 139: Shogun vs. Henderson 19/11/2011 5 5:00 Estados Unidos San Jose, California Luta no Peso Meio Pesado; Luta da Noite e do Ano
Vitória 28–8 Rússia Fedor Emelianenko Nocaute Técnico (socos) Strikeforce: Fedor vs. Henderson 30/07/2011 1 4:12 Estados Unidos Hoffman Estates, Illinois Luta no Peso Pesado.
Vitória 27–8 Brasil Rafael Cavalcante Nocaute Técnico (socos) Strikeforce: Feijao vs. Henderson 05/03/2011 3 0:50 Estados Unidos Columbus, Ohio Ganhou o Cinturão Meio Pesado do Strikeforce.
Vitória 26–8 Brasil Renato Sobral Nocaute (socos) Strikeforce: Henderson vs. Babalu 2 04/12/2010 1 1:53 Estados Unidos St. Louis, Missouri Pela chance de disputar o Cinturão Meio Pesado do Strikeforce.
Derrota 25–8 Estados Unidos Jake Shields Decisão (unânime) Strikeforce: Nashville 17/04/2010 5 5:00 Estados Unidos Nashville, Tennessee Pelo Cinturão Peso Médio do Strikeforce.
Vitória 25–7 Inglaterra Michael Bisping Nocaute (soco) UFC 100: Making History 11/07/2009 2 3:20 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Luta no Peso Médio; Nocaute da Noite.Nocaute do Ano(2009)
Vitória 24–7 Estados Unidos Rich Franklin Decisão (dividida) UFC 93: Franklin vs. Henderson 17/01/2009 3 5:00 República da Irlanda Dublin Luta no Meio Pesado.
Vitória 23–7 Brasil Rousimar Palhares Decisão (unânime) UFC 88: Breakthrough 06/09/2008 3 5:00 Estados Unidos Atlanta, Georgia Luta no Peso Médio.
Derrota 22–7 Brasil Anderson Silva Finalização (mata leão) UFC 82: Pride of a Champion 01/03/2008 2 4:50 Estados Unidos Columbus, Ohio Pelos Cinturões Peso Médio do UFC e Meio Médio do Pride; Luta da Noite.
Derrota 22–6 Estados Unidos Quinton Jackson Decisão (unânime) UFC 75: Champion vs. Champion 08/09/2007 5 5:00 Inglaterra Londres Pelos Cinturões Meio Pesado do UFC e Médio do Pride.
Vitória 22–5 Brasil Wanderlei Silva Nocaute (socos) Pride 33 24/02/2007 3 2:08 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Ganhou o Cinturão Peso Médio do Pride.
Vitória 21–5 Brasil Vítor Belfort Decisão (unânime) Pride 32 21/10/2006 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Luta no Peso Médio.
Derrota 20–5 Japão Kazuo Misaki Decisão (unânime) Pride Bushido 12 26/08/2006 2 5:00 Japão Nagoya Quartas de Final do Grand Prix Meio Médio do Pride de 2006.
Vitória 20–4 Japão Kazuo Misaki Decisão (unânime) Pride Bushido 10 02/04/2006 2 5:00 Japão Tóquio
Vitória 19–4 Brasil Murilo Bustamante Decisão (dividida) Pride Shockwave 2005 31/12/2005 2 5:00 Japão Saitama Final do Grand Prix Meio Médio do Pride de 2005.Ganhou o Cinturão Meio Médio do Pride.
Vitória 18–4 Japão Akihiro Gono Nocaute (soco) Pride Bushido 9 25/09/2005 1 7:58 Japão Tóquio Semifinal do Grand Prix Meio Médio do Pride de 2005.
Vitória 17–4 Japão Ryo Chonan Nocaute (soco) Pride Bushido 9 25/09/2005 1 0:22 Japão Tóquio Quartas de Final do Grand Prix Meio Médio do Pride de 2005.
Derrota 16–4 Brasil Rogério Minotouro Finalização (chave de braço) Pride Total Elimination 2005 23/04/2005 1 8:05 Japão Osaka Quartas de Final do Grand Prix Peso Médio do Pride de 2005.
Vitória 16–3 Japão Yuki Kondo Decisão (dividida) Pride Shockwave 2004 31/12/2004 3 5:00 Japão Saitama
Vitória 15–3 Japão Kazuhiro Nakamura Nocaute Técnico (lesão no ombro) Pride 28 31/10/2004 1 1:15 Japão Saitama
Vitória 14–3 Brasil Murilo Bustamante Nocaute Técnico (socos) Pride Final Conflict 2003 09/11/2003 1 0:53 Japão Tóquio Luta Reserva do Grand Prix Peso Médio do Pride de 2003.
Vitória 13–3 Japão Shungo Oyama Nocaute Técnico (socos) Pride 25 16/03/2003 1 3:28 Japão Yokohama
Derrota 12–3 Brasil Antônio Rodrigo Nogueira Finalização (chave de braço) Pride 24 23/12/2002 3 1:49 Japão Fukuoka, Japão
Derrota 12–2 Brasil Ricardo Arona Decisão (dividida) Pride 20 28/04/2002 3 5:00 Japão Yokohama
Vitória 12–1 Brasil Murilo Rua Decisão (dividida) Pride 17 03/11/2001 3 5:00 Japão Tóquio
Vitória 11–1 Japão Akira Shoji Nocaute Técnico (socos e joelhadas) Pride 14 27/05/2001 3 3:18 Japão Yokohama
Vitória 10–1 Brasil Renzo Gracie Nocaute (soco) Pride 13 25/03/2001 1 1:40 Japão Saitama
Derrota 9–1 Brasil Wanderlei Silva Decisão (unânime) Pride 12 09/12/2000 2 10:00 Japão Saitama
Vitória 9–0 Brasil Renato Sobral Decisão (majoritária) Rings: King of Kings 1999 Final 26/02/2000 2 5:00 Japão Tóquio Final do torneio Rings King of Kings 1999.
Vitória 8–0 Brasil Antônio Rodrigo Nogueira Decisão (dividida) Rings: King of Kings 1999 Final 26/02/2000 3 5:00 Japão Tóquio Semifinal do Torneio Rings King of Kings 1999.
Vitória 7–0 Países Baixos Gilbert Yvel Decisão (unânime) Rings: King of Kings 1999 Final 26/02/2000 2 5:00 Japão Tóquio Quartas de final do Torneio do Rings King of Kings 1999.
Vitória 6–0 Japão Hiromitsu Kanehara Decisão (majoritária) Rings: King of Kings Block A 28/10/1999 2 5:00 Japão Tóquio Oitavas de Final do Torneio do Rings King of Kings 1999.
Vitória 5–0 Geórgia Bakouri Gogitidze Finalização (joelhada nas costelas) Rings: King of Kings Block A 28/10/1999 1 2:17 Japão Tóquio Primeiro Round do Torneio do Rings King of Kings 1999.
Vitória 4–0 Canadá Carlos Newton Decisão (dividida) UFC 17 15/05/1998 1 15:00 Estados Unidos Mobile, Alabama Final do Torneio de Médios do UFC 17.
Vitória 3–0 Brasil Allan Goes Decisão (unânime) UFC 17 15/05/1998 1 15:00 Estados Unidos Mobile, Alabama Semifinal do Torneio de Médios do UFC 17.
Vitória 2–0 Estados Unidos Eric Smith Finalização (guilhotina) Brazil Open '97 15/06/1997 1 0:30  Brasil Final do Torneio Meio Pesado do Brazil Open 1997.
Vitória 1–0 Brasil Crezio de Souza Nocaute Técnico (socos) Brazil Open '97 15/06/1997 1 5:25  Brasil Semifinal do Torneio Meio Pesado do Brazil Open 1997.
Precedido por:
Wanderlei Silva
2º Campeão Peso-Médio do PRIDE FC
24 de fevereiro de 2007 – 8 de setembro de 2007
Título Unificado com o Meio-Pesado do UFC
Novo título 1º Campeão Meio-Médio do PRIDE FC
31 de dezembro de 2005 – 1 de março de 2008
Título Unificado com o Peso-Médio do UFC
Precedido por:
Rafael Cavalcante
6º Campeão Meio-Pesado do Strikeforce
5 de março de 2011 – Presente
Atual Detentor

Referências

  1. danhenderson.com. Dan "Hendo" Henderson.
  2. Daniel "Hollywood" Henderson - Official Mixed Martial Arts Fighting Resume Mixedmartialarts.com. Visitado em March 22, 2009.
  3. R7 (03/02/2011). Anderson Silva passa sufoco, mas finaliza o marrento Dan Henderson no UFC 82. Visitado em 29/07/2011.
  4. R7 (05/12/2010). Renato "Babalu” perde para Dan Henderson no Strikeforce. Visitado em 29/07/2011.
  5. R7 (06/03/2011). [http://esportes.r7.com/mais-esportes/noticias/rafael-feijao-e-nocauteado-por-dan-henderson-e-perde-titulo-do-strikeforce-20110306.html Rafael Feijão é nocauteado por Dan Henderson e perde título do Strikeforce]. Visitado em 29/07/2011.
  6. UFC President Dana White Cracks Open the Door to Dan Henderson’s Octagon Return MMAWeekly.com (August 04, 2011). Visitado em 2011-08-04.
  7. Dan Henderson Thinks the Biggest Fight Right Now Would be a Title Unification Bout in the UFC MMAWeekly.com (August 18, 2011). Visitado em 2011-08-18.
  8. Shogun Rua Tabbed to Welcome Dan Henderson Back at UFC 139 MMAWeekly.com (September 19, 2011).
  9. UFC all-timer: Henderson wins 25-minute classic against Rua at UFC 139 yahoo.com (November 19, 2011). Visitado em November 20, 2011.
  10. Dana White on UFC 139: Henderson vs. Rua one of best fights ever latimes.com (November 19, 2011). Visitado em November 20, 2011.
  11. SporTV (10/05/2012). Dana White confirma Jon Jones x Dan Henderson em 1º de setembro. Visitado em 10/05/2012.
  12. http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2012/08/hendo-se-lesiona-jon-jones-recusa-sonnen-e-encara-lyoto-em-setembro.html
  13. {{citar web|url=http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2013/02/em-luta-equilibrada-lyoto-cansa-dan-henderson-e-vence-decisao-dividida.html
  14. {{citar web|url=http://www.mmaspace.net/cachorro-morto-jon-jones-rejeita-pegar-dan-henderson-77010
  15. Dana prepara Vitor Belfort x Dan Henderson para novembro no Brasil (em Português) sportv.globo.com/site/combate/ (21 de Agosto de 2013).
  16. Vitor Belfort protagoniza nocaute histórico sobre Dan Henderson no UFC em goiânia; brasileiros decepcionam (em Português).

Links externos[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dan Henderson