Tarcão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Fevereiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Tarcão ou Tarconte (Τάρχωνας em língua grega e Tarchun-us em língua etrusca) é um herói da mitologia etrusca, da mitologia grega e da mitologia romana. Na Eneida do poeta latino Virgílio é o chefe de um exército que se une ao troiano Eneias na guerra contra Mezêncio e Turno.

É irmão de Tirreno e filho de Télefo, rei da Mísia, região que fazia fronteira com a Trôade. Segundo o historiador grego Heródoto, conduziu com o irmão uma migração da Mísia para a Etrúria, por causa de uma longa fome que assolou a sua terra. Metade da população foi sorteada para ir embora, para encontrar terras mais férteis e aliviar os compatriotas que permaneceram.

Dionísio de Halicarnasso, historiador grego do século I a.C., defende a tese de que Tarcão nasceu na Etrúria, região da Itália. É atribuída a ele a fundação de todas as cidades da federação etrusca, a principal das quais foi Tarquinia (Tarchu-na em língua etrusca), à qual deu o seu nome.

Na Eneida, Tarcão é apresentado por Virgílio como chefe dos etruscos (8, 506). É procurado por Eneias, por indicação de Evandro, rei árcade estabelecido na cidade de Palanteu, para fazer aliança com ele contra os rútulos, que querem expulsar os troianos do Lácio. O personagem é citado diversas vezes nos relatos de combates nos livros 10 e 11 do poema. A aliança entre os dois povos deu certo e eles acabam ganhando a guerra.