Teresa Guilherme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Teresa Guilherme
Nome completo Maria Teresa Salgado de Vieira Guilherme
Nascimento 27 de junho de 1955 (59 anos)
Lisboa
Ocupação Atriz, apresentadora, produtora
Cônjuge Ex-cônjuge: Henrique Dias
Atividade 1980s - presente
Oscares da Academia
Outros prêmios
Melhor apresentadora 2011, prêmio da TV7dias

Maria Teresa Salgado de Vieira Guilherme (Lisboa, 27 de Junho de 1955) é uma apresentadora e produtora de televisão portuguesa. Também trabalhou como atriz.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É filha do fadista Luís Guilherme e de Lídia Ribeiro, tendo como padrinho o fadista Tony de Matos que foi o último companheiro da sua mãe.

A sua infância foi repartida entre o Brasil e Portugal e aos seis anos e três meses e 4 dias começou a interessar-se pelo mundo do espectáculo, embora não tenha seguido as pisadas dos pais. Optou, antes, por ajudar a montar espectáculos atrás dos palcos.

Em 1978, aos 23 anos, depois de uma experiência falhada na função pública, ingressou na RDP pela mão de Raul Durão, para exercer a função de produtora no programa radiofónico "Vozes e Nozes". Depois de trabalhar com Raul Durão, passou, ainda na rádio, a produzir programas de Nicolau Breyner.

Ao longo da década de 80 dediciu-se mais à produção de festas e espectáculos, como passagens de modelos e inaugurações de centros comerciais, tendo formado a empresa "Teresa Guilherme, Lda." que era bastante solicitada, na altura, em Lisboa.

Em 1991, iniciou-se na televisão, ao criar e produzir um programa para a RTP destinado ao público juvenil. Chamava-se "Acontecimentos, Limitada" e tinha periodicidade semanal.

Ainda nesse ano, Teresa Guilherme estreou-se à frente das câmaras, ao apresentar um programa da sua autoria, o "Eterno Feminino". Foi aqui que começou a ficar conhecida do grande público.

Também em 1991 produziu o concurso "Sim ou Sopas", apresentado pelo seu amigo Manuel Luís Goucha, seguindo-se uma série de programas televisivos na RTP.

"Olha que Dois" (1993, RTP) foi o primeiro programa apresentado por Teresa Guilherme, em parceria com Goucha, sem ser produção sua.

Ainda nesse ano, propôs ao canal televisivo SIC o programa diário "E o Resto é Conversa", que viria a ter quase 200 edições. No final de 1994, a SIC confiou-lhe a apresentação e produção do inovador concurso "Não se Esqueça da Escova de Dentes", um sucesso só comparável a "Ai os Homens", uma grande produção de Teresa Guilherme que foi para o ar em 1998 e cuja apresentação esteve a cargo de José Figueiras.

O regresso à RTP deu-se no ano seguinte com a produção de "Passeio da Fama", mas pouco tempo depois passou a trabalhar também para a TVI e para a SIC.

No ano 2000, foi convidada a apresentar o "Big Brother", uma produção da Endemol para a TVI que viria a revolucionar a televisão portuguesa, com quatro edições.

Em 2002 Teresa Guilherme produziu, entre outros, os programas "Lux", "As Manhãs de Sofia" e "Olá Portugal" para a TVI e a "Fábrica de Anedotas" e o "Passeio dos Alegres" para a RTP.

Em Outubro de 2004, estreou-se como apresentadora da reposição do concurso "Um, Dois, Três" na RTP1. Em 2006 pisou, pela primeira vez, os palcos de um teatro, ao lado de Miguel Falabella, com a peça A Partilha.

Em 2008 deixa o cargo de ficção e regressa apenas à apresentação. Apresentou o programa Momento da Verdadeque prometia agitar a TV Portuguesa, mas não alcançou grande sucesso. Em 2009 abandona a estação por desentendimentos com o director da SIC.

Em 2010, admite regressar à TV, possivelmente na cabo, com a fundação do seu próprio canal. Mas em 2011 recebe o convite da TVI para apresentar a 2ª edição do Secret Story - Casa dos Segredos em substituição de Júlia Pinheiro que trocou a TVI pela SIC no início desse ano.

Em 2012, os castings para a 3ª edição do Secret Story - Casa dos Segredos abriram e depois de se tanto especular Teresa Guilherme foi confirmada pela TVI como a apresentadora desta 3ª edição. Em 2013, Teresa Guilherme apresentou a edição especial, Secret Story - Casa dos Segredos: Desafio Final, que juntou concorrentes da 2ª e da 3ª edições do programa e que teve ainda como convidados alguns ex-concorrentes da 1ª edição.

Em 2013, Big Brother, o programa que mudou a televisão em Portugal, regressa à TVI no formato Big Brother VIP e conta com a apresentação principal de Teresa Guilherme, confirmação dada pela TVI.

Ainda em 2013, a TVI volta apostar em Secret Story - Casa dos Segredos e, depois de tantas especulações, Teresa Guilherme é confirmada como a apresentadora desta 4ª edição.

No inicio de 2014, Teresa Guilherme volta a apresentar a edição especial da Secret Story - Casa dos Segredos: Desafio Final 2, que junta concorrentes das 3ª e 4ª edições.

Em Junho de 2014, Teresa Guilherme embarca em mais um programa que irá percorrer de norte a sul do país para aquele que será o seu programa de verão aos sábados à tarde, na TVI.

Ainda em 2014, volta a abrir as portas da Venda do Pinheiro para a 5ª edição do Secret Story - Casa dos Segredos e Teresa Guilherme é uma vez mais, a anfitriã escolhida pela TVI.

Televisão[editar | editar código-fonte]

RTP[editar | editar código-fonte]

  • 1991 - Acontecimentos, Lda.
  • 1991/1992 - Eterno Feminino
  • 1991 - Hermanias: Especial Fim de Ano
  • 1992 - Casa Cheia
  • 1992/1993 - Olha Que Dois
  • 1993 - Chá das Cinco
  • 2004 - Um, Dois, Três

SIC[editar | editar código-fonte]

TVI[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]