The Blair Witch Project

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Blair Witch Project
O Projeto Blair Witch (PT)
A Bruxa de Blair (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1999 • cor • 81 min 
Direção Daniel Myrick
Eduardo Sánchez
Produção Robin Cowie
Gregg Hale
Roteiro Daniel Myrick
Eduardo Sánchez
Elenco Heather Donahue
Michael C. Williams
Joshua Leonard
Gênero Terror
Idioma Inglês
Música Antonio Cora
Direção de arte Ricardo Moreno
Edição Daniel Myrick
Eduardo Sánchez
Estúdio Haxan Films
Distribuição Artisan Entertainment
Lançamento 30 de julho de 1999
Orçamento US$ 22 mil
Receita US$ 248.639.099[1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

The Blair Witch Project (A Bruxa de Blair, no Brasil e O Projeto Blair Witch em Portugal) é um filme estadunidense de 1999 em forma de pseudodocumentário, escrito e dirigido por Daniel Myrick e Eduardo Sánchez. Em sua terceira semana de exibição, entre 14 e 16 de agosto do ano de estreia, o filme fez sucesso nas bilheterias e atingiu um faturamento de mais de US$ 107 milhões. Alcançou os US$ 140 milhões e já é um dos 100 filmes americanos de maior faturamento de todos os tempos.[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 1994, três estudantes entraram nas florestas de Burkittsville, Maryland, Estados Unidos, para filmar um documentário sobre uma bruxa. Jamais foram vistos novamente. 1 ano depois, as imagens foram encontradas". Alegado como sendo um documentário (pois foi filmado pelos estudantes como esse intuito), o filme mostra os angustiantes e assustadores últimos cinco dias de Heather Donahue, Joshua Leonard e Michael Williams perdidos nas florestas de Burkittsville após entrevistar moradores do local, eles encontram e ouvem na floresta coisas estranhas, como gritos, choro de crianças, inexplicáveis pilhas de pedras e galhos amarrados em árvores. No climax do filme, eles perdem o mapa e alguns dias depois, Joshua desaparece. Na última noite, logo depois da famosa cena do monólogo de Heather, na qual ela deixa uma última mensagem aos seus pais dizendo que os ama, pede desculpa aos pais de Joshua e Williams e que não quer que o seu legado se perca, eles ouvem a voz de Joshua chamando-os. Os dois correm pela floresta até chegar em uma velha casa abandonada, onde Heather sobe as escadas com sua máquina de filmar, e depois desce até o porão. Ela grita histericamente e a câmera cai ao chão, ao fundo do cômodo pode-se visualizar Michael de costas o que fornece uma pista para o mistério, seguindo-se os créditos finais. Muita gente não entende esse final.[3] Uma das pessoas entrevistadas diz que a bruxa deixa as crianças no canto de castigo enquanto mata a outra, no caso de Williams, ele ficou no canto da parede como se estivesse hipnotizado enquanto a bruxa mata Heather, que está com a câmera.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Os 3 atores receberam aula de como manusear uma câmera e então foram levados para ficar oito dias na floresta privados de sono e alimento com apenas uma bússola e sem saber mesmo onde estavam, a produção estava camuflada e escondida no meio da floresta. Tudo foi feito para que o filme parecesse mais real. De dia entre os intervalos das filmagens eram dadas ideias de falas improvisadas. A noite a produção os assustavam com ruidos, (sem saber que iria ocorrer a morte misteriosa de um dos personagens do elenco, "Heater"), gritos, objetos de feitiçaria, bilhetes para semear discórdia e tudo o que pode ser visto no filme. Eles nunca sabiam o que iria acontecer e o que iriam encontrar, pois o documentário era real, falava de um assunto que talvez possa não existir, mas era real.[4]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme foi muito criticado pelo caso Heather, contudo, foi um grande sucesso. Inicialmente produzido ao custo de 35 mil dólares, o filme lucrou milhões logo no início. O site oficial, www.blairwitch.com foi visitado por mais de 20 milhões de pessoas apenas no primeiro final de semana da exibição do filme. The Blair Witch Project recebeu vários prêmios, positivos (como por exemplo de Melhor Produção Independente ao custo de menos de 100 mil dolares.

Sequência[editar | editar código-fonte]

Uma sequencia do filme foi feita, intitulada Book of Shadows: Blair Witch 2 (em português: Bruxa de Blair 2: O Livro das Sombras) mas não teve o mesmo sucesso que o primeiro. Planos para um terceiro filme foram feitos, mas até agora nada mais foi confirmado sobre o projeto.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.