The Phantom Empire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Phantom Empire
O Império Fantasma[1]  (PT)
O Império dos Fantasmas[1]  (BR)
 Estados Unidos
1935 • P&B • 12 capítulo, 245 min 
Realização Estados Unidos 23 de fevereiro de 1935
Países Baixos 22 de julho de 1938
Portugal 3 de fevereiro de 1941
Alemanha 25 de julho de 1952
Direção Otto Brower
B. Reeves Eason
Produção Nat Levine
Armand Schaefer (supervisão)
Roteiro Wallace MacDonald
Gerald Geraghty
Hy Freedman
John Rathmell
Armand Schaefer
Maurice Geraghty
Elenco Gene Autry
Frankie Darro
Betsy King Ross
Dorothy Christy
Wheeler Oakman
Género Western
Ficção científica
Idioma inglês
Cinematografia Ernest Miller
William Nobles
Distribuição Mascot Pictures
Cronologia
Último
Último
Mystery Mountain (1934)
The Miracle Rider (1935)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

The Phantom Empire é um seriado estadunidense de 1935, realizado pela Mascot Pictures e estrelando o Cantor Cowboy Gene Autry. Com 12 capítulos, o seriado combinava os gêneros Western, Musical e Ficção científica. O primeiro episódio teve 30, e os demais, 20 minutos. Foi o primeiro papel de Gene Autry como protagonista, e personificava ele mesmo como um Cowboy Cantor.

Em 1940 foi editado com 70 minutos e lançado sob o título Radio Ranch ou Men with Steel Faces[2] .

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gene Autry personifica um cowboy cantor com seu próprio nome, que dirige a Radio Ranch, de onde faz uma transmissão de rádio ao vivo diariamente. Trata-se de uma moderna história de cowboy, inclusive com aviões. Gene tem dois garotos como ajudantes, Frankie Darro e Betsy King Ross, que conduzem um clube, o "Junior Thunder Riders", no qual as crianças brincam de ser cavaleiros com armadura, de uma civilização desconhecida, a Thunder Riders, que faz um som de trovão. As crianças se vestem com capas e capacetes de balde de água, e usam "para o resgate!" como lema.

A chance de se tornarem verdadeiros heróis ocorre quando Betsy, Frankie e Gene são seqüestrados pelos verdadeiros Thunder Riders, de um império super-científico subterrâneo de Murania, com arranha-céus, robôs, pistolas de raios, tubos elevadores que se estendem por quilômetros da superfície, e a loira malvada Queen Tika.

Na superfície, um grupo de criminosos sob os planos do Prof Beetson resolvem invadir Murania e aproveitar sua riqueza de rádio, enquanto em Murania, um grupo de revolucionários conspira para derrubar Queen Tika. A Guarda Thunder surge no mundo da superfície vindo de uma caverna onde uma porta enorme de pedra abre para cima, fazendo lembrar a história de Ali Babá.

Os habitantes de Murania eram descendentes da tribo perdida do continente Mu, que ficou abaixo da superfície na Idade do Gelo, 100.000 anos atrás, e agora vive em uma cidade fantástica e avançada, que ficava a 25.000 metros de profundidade e que já não pode respirar o ar ao nível do solo, portanto deviam usar máscaras.

Gene Autry, no entanto, não tem nenhuma dificuldade para respirar seu ar. Ambos, Muranianos e a equipe do Prof Beetson, querem se livrar de Autry, e ele perde o seu contrato de rádio.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

A ideia do roteiro surgiu no ator e roteirista Wallace MacDonald, quando ele ficou sob efeito do gás para extrair um dente[3] . O orçamento do filme foi em torno de $100,000[4] . Frankie Darro e Betsy King Ross fizeram suas próprias cenas no seriado, sem necessidade de dublês[3] .

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Phantom Empire foi lançado em 23 de fevereiro de 1935[5] .

Capítulos[editar | editar código-fonte]

  1. The Singing Cowboy
  2. The Thunder Riders
  3. The Lighting Chamber
  4. Phantom Broadcast
  5. Beneath the Earth
  6. Disaster from the Skies
  7. From Death the Life
  8. Jaws of Jeopardy
  9. Prisoner of the Ray
  10. The Rebellion
  11. The Queen in Chains
  12. The End of Murania

Fonte:[5]

Longa-metragem[editar | editar código-fonte]

Em 1940, um longa-metragem de 70 minutos editados a partir da série foi lançado sob o título Radio Ranch ou Men with Steel Faces.

Referências culturais[editar | editar código-fonte]

A série de TV de 1979, Cliffhangers, que tentava recriar antigos seriados mostrando três capítulos de seriado em cada episódio, incluiu um intitulado "The Secret Empire", um pastiche de The Phantom Empire. Eventos no império subterrâneo foram mostrados em cores, mas os eventos sobre a superfície foram "in glorious black and white".

Bancos de imagens do seriado, bem como de outros seriados, foram utilizados na série de animação Muppet Babies.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b The Phantom Empire no IMDB
  2. The Library Serial Features
  3. a b c Harmon, Jim; Donald F. Glut. The Great Movie Serials: Their Sound and Fury. [S.l.]: Routledge. 61–62 pp. ISBN 9780713000979.
  4. a b Stedman, Raymond William. Serials: Suspense and Drama By Installment. [S.l.]: University of Oklahoma Press. 99–100 pp. ISBN 9780806109275.
  5. a b Cline, William C.. In the Nick of Time. [S.l.]: McFarland & Company, Inc.. p. 212. ISBN 078640471X.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]