Tiangong 1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Modelo da estação espacial chinesa Tiangong 2. Um veículo espacial Shenzhou acoplado é visível à esquerda.
Shenzhou acoplado à estação Tiangong 1.

Tiangong 1 (« Palácio celeste 1 » em chinês) é uma estação espacial desenvolvida pela agência espacial chinesa CNSA que foi lançada para o espaço para ser colocada em órbita em 29 de setembro de 2011[1] . Faz parte do Projeto 921-2, cujo objetivo é a construção de uma estação espacial com vários módulos.[2]

Segundo a CNSA, Tiangong 1 é um laboratório espacial de 8,5 toneladas que deverá ser visitado pelas missões Shenzhou 8, Shenzhou 9 e Shenzhou 10 no decorrer da sua vida de cerca de dois anos. Em 29 de setembro de 2008 Zhang Jianqi, número dois do grupo encarregue de conceber voos tripulados, declarou numa entrevista a uma televisão chinesa, a CCT [3] que a Tiangong 1 seria lançada em 2010 ou 2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Spacecraft Tiangong-1 launch delayed China Daily (2 September 2011). Página visitada em 2011-09-14.
  2. David, Leonard. "China Details Ambitious Space Station Goals", 2011-03-11. Página visitada em 2011-03-09. “China is ready to carry out a multiphase construction program that leads to a large space station around 2020. As a prelude to building that facility, China is set to loft the Tiangong-1 module this year as a platform to help master key rendezvous and docking technologies.
  3. (em inglês)我国将于2010年-2011年发射小型空间站 (29 de setembro de 2008).
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em francês, cujo título é «Tiangong 1».