Tim McCoy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tim McCoy
Tim McCoy em Two-Fisted Law (1932)
Nome completo Timothy John Fitzgerald McCoy
Outros nomes Col. T.J. McCoy
Col. Tim McCoy
Colonel Tim McCoy
Nascimento 10 de abril de 1891
Saginaw, Michigan, EUA
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Morte 29 de janeiro de 1978
Ft. Huachuca, Sierra Vista, Arizona, EUA
Ocupação ator
showman
cowboy
Cônjuge Agnes Miller (? – 1931) (divórcio)
Inga Arvad (1946-1973) (morte dela)
Atividade 1925–1965
Outros prêmios
Estrela na Calçada da Fama
Hall of Great Western Performers
Hot Springs County (Wyoming) Hall of Fame
Cowboy Hall of Fame
IMDb: (inglês)

Timothy John Fitzgerald "Tim" McCoy (10 de abril de 1891 - 29 de janeiro foi um ator de cinema estadunidense que iniciou sua atuação na era do cinema mudo, atuando posteriormente na era sonora. Foi também um oficial do exército e um estudioso da vida dos povos ameríndios e seus costumes. McCoy atuou em 92 filmes entre 1925 e 1965.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de um soldado irlandês da Union Civil War que se tornou chefe da polícia em Saginaw, Timothy se tornou estrela de filmes Western. Ele foi um dos atores populares junto aos jovens que fez parte da lista de estrelas estampadas nas caixas de cereais Wheaties, que exibiam o slogan The Breakfast of Champions.[2]

Frequentou o St. Ignatius College em [[Chicago] mas, depois de ver um show wild west, deixou a escola e encontrou trabalho em um rancho de Wyoming. Ele se tornou um cavaleiro perito e desenvolveu um conhecimento das formas e linguagens das tribos de índios americanos na área. Ele competiu em vários rodeios e, em seguida, alistou-se no Exército dos Estados Unidos, quando a América entrou na Primeira Guerra Mundial.

Carreira militar[editar | editar código-fonte]

McCoy foi um soldado condecorado do Exército dos Eatados Unidos durante a Primeira Guerra Mundial (embora não tenha combatido no exterior)[3] e depois participou da Segunda Guerra Mundial[4] na Europa, tornando-se Coronel da Força Aérea dos Estados Unidos. Ele também serviu o estado de Wyoming como um Oficial Administrativo entre as guerras. Aos 28 anos, ele tinha a reputação de ser o mais jovem brigadeiro da história das Forças Armadas Americanas.

McCoy foi um estudioso e expert nas línguas indígenas locais, e era chamado "High Eagle" pela tribo Arapaho, na reserva Wind River.

Carreira cinematográfica[editar | editar código-fonte]

Em 1922, ele foi contactado pelo diretor da Famous Players-Lasky, Jesse Lasky, para providenciar índios extras para o Western The Covered Wagon (1923). Ele trouxe centenas de seus índios para Utah e serviu como conselheiro técnico do filme. Depois que a filmagem foi concluída, McCoy foi convidado a trazer um pequeno grupo de índios para Hollywood, para uma apresentação teatral em cada exibição do filme. A apresentação de McCoy era muito popular, e foi executada durante oito meses em Hollywood e vários meses em Londres e Paris. O primeiro filme em que apareceu foi The Thundering Herd, pela Famous Players-Lasky Corporation, em 1925, ao lado de Jack Holt, em que McCoy interpreta a si mesmo, Coronel T. J. McCoy.

McCoy retornou, depois, para o rancho em Wyoming, mas Irving Thalberg, da MGM o convidou para assinar um contrato como estrela de uma série de aventuras ao ar livre, e McCoy subiu ao estrelato. Seu primeiro filme para a MGM foi War Paint (1926), com cenas épicas de índios a cavalo em Wind River, encenado por McCoy e o diretor Woody Van Dyke (as imagens de War Paint foram reutilizadas em muitos westerns de baixo orçamento, até a década de 1950). War Paint deu o tom para os futuros westerns de McCoy, em que os índios sempre foram retratados com simpatia e nunca como selvagens sedentos de sangue. Um filme notável de McCoy para a MGM foi The Law of the Range (1928), em que ele estrelou ao lado de Joan Crawford.

A chegada do cinema falado e a incapacidade temporária para gravar o som ao ar livre, resultou no encerramento, pela MGM, das séries de Tim McCoy, e ele voltou mais uma vez ao seu rancho. Em 1929, ele foi convocado para Hollywood pessoalmente por Carl Laemmle, da Universal Pictures, que insistiu que McCoy iria estrelar o primeiro seriado western falado, The Indians Are Coming. O seriado foi muito bem sucedido, e McCoy trabalhou constantemente em filmes até 1936, quando deixou Hollywood, primeiro para a turnê com o Ringling Brothers Circus[5] e, em seguida, com seu próprio show do oeste selvagem. Em abril de 1938, o Colonel Tim McCoy's Real Wild West Show abriu em Chicago. Seu show não fez sucesso, porém, e acredita-se ter perdido $300,000, dos quais $100,000 eram do próprio dinheiro de McCoy.[5] Os índios do show foram devolvidos para suas respectivas reservas pelo Bureau of Indian Affairs.

McCoy foi convidado para o cinema novamente em 1938, e produtores de baixo orçamento (incluindo Maurice Conn e Sam Katzman) o empregaram sob o salário de $4000 por semana, para oito filmes por ano.[5] Em 1941 Buck Jones recrutou McCoy para co-estrelar a série "The Rough Riders", ao lado dele e de Raymond Hatton. Os oito filmes, realizados pela Monogram Pictures, foram muito populares, e poderiam ter continuado, mas McCoy se recusou a renovar seu contrato, optando por seguir outros interesses.

Seu último filme foi Requiem for a Gunfighter, em 1965, ao lado de Rod Cameron.

Segunda Guerra Mundial[editar | editar código-fonte]

Em 1942, McCoy candidatou-se a nomeação republicana para o aberto do US Senate Seat from Wyoming. Curiosamente, durante a campanha, ele estabeleceu a primeira conexão de rádio de todo o estado na história da radiodifusão de Wyoming. Ele perdeu, porém, nas primárias, e dentro de 48 horas se ofereceu para o serviço ativo no Exército dos EUA.

Ele tinha mantido sua Comissão da reserva do Exército, e foi imediatamente aceito. McCoy passou a guerra no Exército dos EUA e realizou um trabalho de ligação com as forças aéreas do Exército na Europa, ganhando várias condecorações. Ele se aposentou do Exército e, de acordo com a lenda, não voltou mais a Wyoming, e seu rancho "Eagle's Nest" foi vendido. Ele se aposentou do cinema depois da guerra, com exceção de algumas aparições muito mais tarde.

Televisão[editar | editar código-fonte]

McCoy apresentou um programa de televisão para crianças, na KTLA, em Los Angeles, no ano de 1952, denominado The Tim McCoy Show,[6] nas tardes da semana e sábados, em que ele forneceu lições de história autêntica sobre o velho oeste e mostrou seus velhos filmes western. Seu co-anfitrião era o ator Iron Eyes Cody, embora de linhagem italiana, interpretava um índio americano dentro e fora da tela. McCoy ganhou um Emmy local, mas não compareceu para receber o prêmio. Ele estava competindo contra Webster Webfoot, na categoria “Melhor Show Infantil” e se recusou a mostrar-se, dizendo: I'll be damned if I'm going to sit there and get beaten by a talking duck! (Eu serei amaldiçoado se eu sentar lá e for espancado por um pato falante!).

Legado[editar | editar código-fonte]

Por sua contribuição para a indústria do cinema, o Coronel Tim McCoy tem uma estrela na Calçada da Fama.[7] Em 1973, McCoy foi introduzido no Hall of Great Western Performers, do National Cowboy and Western Heritage Museum, em Oklahoma City, e em 1974, no Cowboy Hall of Fame.

Em 16 de janeiro de 2010 McCoy foi introduzido no Hot Springs County (Wyoming) Hall of Fame, e seu filho Terry ceitou a honra em seu nome. Incluídos na classe de 2010 estavam o governador Dave Freudenthal, do estado do Wyoming, o chefe de Justiça da Suprema Corte de Wyoming, Bart Voigt, o antigo proprietário e tesoureiro de Wyoming, Stan Smith, e o professor do liceu local, Karl Allen.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

McCoy casou com Agnes Miller, a filha do ator de teatro e produtor Henry Miller e da atriz Bijou Heron. Desse casamento resultaram três filhos: Gerald, Margarita e D'Arcy. O casal se divorciou em 1931 e McCoy manteve uma parte do rancho no Condado de Hot Springs, em Wyoming. Agnes McCoy recebeu a parte conhecida como "Eagles Nest".

Seu segundo casamento foi com Inga Arvad, 1946.[8] Desse casamento resultaram dois filhos, Ronnie e Terry. McCoy ficou casado com Arvad até a morte dela, por câncer, em 1973. Arvad foi uma jornalista[9] dinamarquesa investigada no início da década de 1940, devido a rumores de ser uma espiã nazista,[10] rumores gerados a partir de fotografias de Arvad com companheiros de Adolf Hitler na Olimpíada de 1936, e de entrevistas que fez com Hitler.[11] [12] Arvad teve dois casamentos anteriores e um caso com John F. Kennedy[13] entre 1941 e 1942. Arvad já estava sendo seguido pelo FBI quando Kennedy foi apresentado a ela.

John Edgar Hoover fazia a investigação através de escutas;[9] não havia nenhuma evidência encontrada para mostrar que Arvad era culpada, mas isso não dissuadia Hoover de colocar escutas quando Arvad e Kennedy estavam juntos.[14]

Últimos anos[editar | editar código-fonte]

Em 1976, ele foi entrevistado longamente pelo autor James Horwitz, para as memórias de cowboy They Went Thataway. A última aparição de Tim McCoys foi na história de filmes mudos Hollywood, de Kevin Brownlow-David Gill, em 1980.

McCoy morreu em 1978, no Post Hospital, em Ft. Huachuca, Sierra Vista, Arizona e posteriormente foi cremado. Originalmente, suas cinzas foram levadas para sua casa de Nogales. Nove anos depois, seus restos mortais e os da mulher Inga, que morreu em 1973, retornaram para sua terra natal, em Saginaw, Michigan, para serem enterradas lá no Mount Olivet Cemetery, ao lado de sua família.[15]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas
1925 The Thundering Herd Burn Hudnall
1926 War Paint Tenente Tim Marshall
1927 Winners of the Wilderness Coronel O'Hara
California Capt. Archibald Gillespie
The Frontiersman John Dale
Foreign Devils Capt. Robert Kelly
Spoilers of the West Lt. Lang
1928 The Law of the Range Jim Lockhart
Wyoming Lt. Jack Colton
Riders of the Dark Lt. Crane
The Adventurer Jim McClellan
Beyond the Sierras The Masked Stranger
The Bushranger Edward
1929 Morgan's Last Raid Capt. Daniel Clairbourne
The Overland Telegraph Capt. Allen
Sioux Blood Flood
The Desert Rider Jed Tyler
1930 The Indians Are Coming Jack Manning seriado
1931 Heroes of the Flames Bob Darrow seriado
The One Way Trail Tim Allen
Shotgun Pass Tim Walker
The Fighting Marshal Tim Benton
1932 The Fighting Fool Sheriff Tim Collins
Texas Cyclone 'Texas' Grant (Jim Rawlings)
The Riding Tornado Tim Torrant
Two-Fisted Law Tim Clark
Daring Danger Tim Madigan
Cornered Sheriff Tim Laramie
Fighting for Justice Tim Keene
The Western Code Tim Barrett
End of the Trail Captain Tim Travers
1933 Man of Action Tim Barlow
Silent Men Tim Richards
The Whirlwind Tim Reynolds
Rusty Rides Alone Tim 'Rusty' Burke
Police Car 17 Tim Conlon
Hold the Press Tim Collins
Straightaway Tim Dawson
1934 Speed Wings
Voice in the Night Tim Dale
Hell Bent for Love Capitão da polícia Tim Daley
A Man's Game Tim
Beyond the Law Tim Weston
Prescott Kid Tim Hamlin
The Westerner Tim Addison
1935 Square Shooter Tim Baxter
Law Beyond the Range Tim McDonald
The Revenge Rider Tim O'Neil
Fighting Shadows Constable Tim O'Hara
Justice of the Range Tim Condon
The Outlaw Deputy Tim Mallory
Riding Wild Tim Malloy/Tex Ravelle
Man from Guntown Tim Hanlon
Bulldog Courage Slim Braddock/Tim Braddock
1936 Roarin' Guns Tim Corwin
Border Caballero Tim Ross
Lightnin' Bill Carson U. S. Marshal 'Lightnin' Bill Carson
Aces and Eights 'Gentleman' Tim Madigan
The Lion's Den Tim Barton
Ghost Patrol Tim Caverly
The Traitor Sergeant Tim Vallance, Texas Rangers
1938 West of Rainbow's End Tim Hart
Code of the Rangers Tim Strong
Two Gun Justice Tim
Phantom Ranger Tim Hayes
Lightning Carson Rides Again 'Lightning Bill' Carson creditado Coronel Tim McCoy
Six-Gun Trail Captain William 'Lightning Bill' Carson
1939 Code of the Cactus 'Lightning' Bill Carson
Texas Wildcats 'Lightning' Bill Carson
Outlaws' Paradise Capitão William 'Lightning Bill' Carson / Trigger Mallory
Straight Shooter 'Lightning' Bill Carson / Sam Brown
The Fighting Renegade Lightning Bill Carson/ El Puma
Trigger Fingers 'Lightning' Bill Carson
1940 Texas Renegades Tim Smith
Frontier Crusader 'Trigger' Tim Rand
Gun Code Marshal Tim Hammond, ou Tim Hays
Arizona Gang Busters 'Trigger' Tim Rand
Riders of Black Mountain Marshal Tim Donovan
1941 Outlaws of the Rio Grande Marshal Tim Barton
The Texas Marshal Marshal 'Trigger Tim' Rand
Arizona Bound Marshal Tim McCall, 'Parson" McCall
The Gunman from Bodie Marshal McCall
Forbidden Trails Marshal Tim McCall, Ace Porter
1942 Below the Border Marshal Tim McCall
Ghost Town Law Marshal Tim McCall
Down Texas Way U. S. Marshal Tim McCall
Riders of the West Marshal Tim McCall
West of the Law Marshal Tim McCall
1952 The Tim McCoy Show (TV) Ele mesmo
1956 Around the World in Eighty Days Coronel, U.S. Cavalry creditado Col. Tim McCoy
1957 Run of the Arrow Gen. Allen creditado Coronel Tim McCoy
1965 Requiem for a Gunfighter Judge Irving Short

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Tim McCoy no IMDB
  2. Who Have Appeared On Wheaties Boxes
  3. McCoy, T. (1988). Tim McCoy Remembers the West. Bison Books. ISBN 0-8032-8155-2.
  4. Hollywood & The Stars Who Served in World War II
  5. a b c Tim McCoy no b=westerns
  6. The Tim McCoy Show no IMDB
  7. Tim McCoy no Hollywood Star Walk
  8. McCoy, T. (1988). Tim McCoy Remembers the West, p. 260
  9. a b Matthews, Chris. Jack Kennedy (2011) p. 44, 45, ISBN 978-1-4516-3508-9
  10. British Conference Delegate Woos and Wins Film Writer, Los Angeles Times, May 22, 1945, p. A3.
  11. Compliment By Hitler Ends Romance With M.P., Los Angeles Times, May 24, 1945, p. 1.
  12. Kennedy Affair With Spy Suspect Reported, Los Angeles Times, January 19, 1976, p. B8.
  13. The History Place
  14. Hersh, Seymour (1997), The Dark Side of Camelot, p. 83
  15. Tim McCoy no Find a Grave

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • Tim McCoy Remembers the West: An Autobiography by Tim McCoy and Ronald McCoy (1977)

Hardback: ISBN 0-385-12798-7 - ISBN 978-0-385-12798-1 Paperback: ISBN 803281552 - ISBN 978-0-8032-8155-4

  • Tim McCoy—A Wyoming Poet. RoundTop Records, LLC., Thermopolis, Wyoming

Paperback: ISBN 978-0-9796970-0-5

DVD[editar | editar código-fonte]

  • Col. Tim McCoy's The Silent Language of the Plains! RoundTop Records, LLC. Thermopolis, Wyoming, ISBN 978-0-9796970-1-2

Ligações externas[editar | editar código-fonte]