Tioamida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Estrutura geral de uma tioamida derivada de um ácido carboxílico

Tioamidas são compostos derivados de oxiácidos de fórmula RkE(=O)l(OH)m (l &ne 0) em que uma hidroxila ácida (-OH) é substituída por um grupo amino (-NH2) e um dos oxigênios (=0)l) é substituído por enxofre[1] .

Nos compostos orgânicos derivados de ácidos carboxílicos, a tioamida é um grupo funcional de estrutura geral R-CS-NR'R, em que R, R' e R são grupos orgânicos.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Fármacos[editar | editar código-fonte]

As Tioamidas são um grupo de fármacos utilizados no tratamento do hipertiroidismo.

Indicações[editar | editar código-fonte]

Mecanismo de acção[editar | editar código-fonte]

Inibem a enzima peroxidase, responsável pelas reacções de iodação necessárias à libertação das hormonas tiroideias t3 e t4. Bloquiam a coplação das iodotirosinas (precursores das hormonas). Inibem a desiodação periférica da t3 e t4.

Efeitos úteis[editar | editar código-fonte]

Diminuem os níveis sanguineos de hormona tiróideia, aliviando os sintomas.

Efeitos adversos[editar | editar código-fonte]

  • Absorvidas pelo feto. Cuidados necessários na gravidez.

Em 5-10% dos doentes:

Fármacos do grupo[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências