Tom Fogerty

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Tom Fogerty
Informação geral
Nome completo Thomas Richard Fogerty
Nascimento 9 de Novembro de 1943 Berkeley, Califórnia, EUA
Data de morte 6 de setembro de 1990 (46 anos) Scottsdale, Arizona, EUA
Gênero(s) Rock, Blues-rock
Instrumento(s) Guitarra, vocais
Período em atividade 19591990
Gravadora(s) Fantasy, PBR
Afiliação(ões) Creedence Clearwater Revival, Ruby
Página oficial Tom Fogerty homepage

Thomas Richard Fogerty conhecido como Tom Fogerty (Berkeley, 9 de Novembro de 1943Scottsdale, 6 de Setembro de 1990) foi cantor, compositor e guitarrista, conhecido principalmente por ter sido um dos integrantes da famosa banda de rock estadunidense Creedence Clearwater Revival.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Tom Fogerty ingressou na carreira musical em 1958. Assim como seu irmão John Fogerty, participava de uma banda de rock, denominada Spider Webb and the Insects, a qual chegou a assinar contrato com a gravadora Del-Fi Records cancelado pouco tempo depois em 1959.

Após o insucesso de Spider Webb and the Insects Tom apresentou-se em concertos como cantor solo e em algumas aparições requisitou o auxílio da banda de seu irmão, The Blue Velvets, cuja formação apresentava John na guitarra, Stu Cook no piano e Doug Clifford na bateria, banda que logo passou a integrar. Batizada de Tommy Fogerty and the Blue Velvets, a nova formação, em 1961, teve 4 discos gravados pela Scorpio Records, divisão da Fantasy Records.

Em 1966 John consegue contrato com a Fantasy Records, gravadora na qual ele já trabalhava e que exigiu a mudança de nome do grupo para The Golliwogs. O conjunto passou a ter canções escritas pelos irmãos que também realizaram duetos no vocal, união que resultou em pequenos sucessos regionais e de pouco impacto nacional. O consenso entre os integrantes pela mudança de nome resultou na formação do Creedence Clearwater Revival, onde nascia uma das bandas de rock mais famosas de sua época e em contraponto o desafeto entre Tom e seu irmão.

O grupo consagrou Tom principalmente como guitarrista já que John era o vocalista principal que compunha quase todas as músicas da banda de estilo composto pela mistura do rock com música country, fórmula que levou o Creedence Clearwater Revival ao rápido sucesso. Stu Cook era o baixista e Doug Clifford o baterista, Tom fazia vocal de acompanhamento e escreveu apenas uma música que foi gravada, "Walk on the Water". A falta de oportunidade de Tom em meio às composições da banda alimentava a animosidade entre os irmãos durante os anos de maior sucesso do grupo resultando na saída de Tom no ano de 1971 depois de gravar 6 álbuns de estúdio, não participando da gravação do álbum Mardi Gras em 1972.

Logo após deixar a banda, Tom iniciou a carreira solo. Teve músicas de maior sucesso em sua empreitada como "Goodbye Media Man" e "Joyful Resurrection", gravado com participações de Jerry Garcia e Merl Saunders. O álbum também contou com participações de seus ex-companheiros de Creedence Clearwater Revival, Stu Cook e Doug Clifford. John participou, tocando guitarra, em alguns álbuns solo de Tom, entretanto o relacionamento entre os irmãos sempre manteve-se afetado desde a formação de Creedence Clearwater Revival.

Entre 1972 e 1977 realizou sessões de jazz com Merle Saunders e de 1976 a 1978 participou da banda Ruby, gravando 2 discos. Sua discografia solo, apesar de vasta e bem conceituada por críticos da música, é pouco conhecido e divulgada até os dias atuais, mesmo para muitos fãs de Creedence.

Morte[editar | editar código-fonte]

Faleceu no dia 6 de Setembro de 1990, vitíma de tuberculose e insuficiência respiratória agravadas pelo vírus da AIDS, o qual Tom havia contraído através de uma transfusão de sangue. Os irmãos nunca mais conversaram, mesmo Tom estando em leito de morte. O corpo de Tom foi cremado e suas cinzas espalhadas em Half Moon Bay, Califórnia no Estados Unidos.[1]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Creedence Clearwater Revival[editar | editar código-fonte]

Carreira solo[editar | editar código-fonte]

  • 1972 - Tom Fogerty
  • 1972 - Excalibur
  • 1974 - Zephyr National
  • 1974 - Myopia
  • 1976 - Ruby
  • 1978 - Rock & Roll Maddness
  • 1981 - Deal It Out
  • 1984 - Precious Bems
  • 1993 - Sidekicks (álbum póstumo)

Compilações[editar | editar código-fonte]

  • The Very Best of Tom Fogerty

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

  • Tom Fogerty Live in California 1982

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.