Urraca de Portugal, Rainha de Leão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Realeza Portuguesa
Casa de Borgonha
Descendência
PortugueseFlag1185.svg

Urraca Afonso, infanta de Portugal (Coimbra, 11481211?), infanta portuguesa filha de D. Afonso Henriques e de Mafalda de Saboia, sendo irmã do rei Sancho I de Portugal.

A infanta nasceu no ano de 1148, sendo que, no ano anterior, os reis tinham tido um filho varão, Henrique, que morreu muito novo (com 10 anos).

Na altura em que Urraca nasceu, a atribuição dos nomes aos infantes era feita de forma criteriosa. O usual era que se o primogénito fosse um rapaz recebesse o nome do avó paterno, enquanto que se fosse rapariga, receberia o da avó. Com os segundos filhos o critério era o mesmo, apenas com a diferença de serem os nomes dos avóes maternos. Apesar disso, a primeira filha de Mafalda e Afonso, recebeu o nome da irmã deste último, a Urraca Henriques, infanta de Portugal, casada com o nobre galego, Bermudo Peres de Trava.

D. Urraca no Portal da Catedral de Tui

Afonso I de Portugal, ou Afonso Henriques, rei de Portugal casou a sua filha, Urraca, com Fernando II de Leão, seu primo afastado (Fernando era neto de Urraca de Leão e Castela, tia de Afonso Henriques), em 1165, tendo ela apenas 15 anos e ele já 28. Devido aos laços de parentesco dos noivos, o casamento acabou por ser dissolvido pelo Papa em 1175.

Deste casamento nasceu o futuro Afonso IX de Leão (1171), último rei de Leão independente, e o único filho do casal.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma Rainha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História da península Ibérica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.