Veia porta hepática

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Veia porta hepática
A veia porta e suas tributárias. Ela é formada pela veia mesentérica superior e veia esplênica. Veia lienal é um termo antigo para veia esplênica.
Gray1090.png
Nome Latim vena portæ
Origem veia esplênica, veia mesentérica superior
Drena para fígado

A veia porta hepática (às vezes chamada simplesmente de veia porta) é uma veia porta no corpo humano que drena sangue do sistema digestivo e de suas glândulas associadas. É um dos principais componentes do sistema venoso porta hepático.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

É formada pela união da:

e se divide em ramos direito e esquerdo antes de entrar no fígado.

É importante ressaltar que a veia porta do fígado drena sangue para o fígado, e não do fígado. O sangue que entra no fígado vindo da veia porta, depois de ser 'limpado' pelo fígado, vai até a veia cava inferior através das veias hepáticas. A veia mesentérica inferior geralmente não se liga diretamente à veia porta hepática, vindo a drenar na veia esplênica.

A veia porta se ramifica em diversas veias que se abrem nos sinusóides hepáticos. O sangue é posteriormente reabsorvido para a veia hepática e entra na veia cava inferior.

Tributárias[editar | editar código-fonte]

As tributárias da veia porta hepática incluem:

Fisiologia[editar | editar código-fonte]

Quase todo sangue vindo do sistema digestivo drena em uma circulação venosa especial chamada circulação porta. Isto é porque contém todos os nutrientes e toxinas que são absorvidos ao longo do trato digestivo da comida ingerida. Antes de essas substâncias irem para a circulação sistêmica (a principal circulação sangüínea do corpo), elas devem ser filtradas primeiro para remover ou desintoxicá-las antes. Essa filtragem e desintoxicação é uma das funções do fígado.

Papel na doença[editar | editar código-fonte]

A pressão sangüínea aumentada na veia porta, hipertensão portal, ocorre em doenças de fígado (principalmente cirrose), e pode causar várias complicações (ascites, varizes esofágicas, peritonites bacterianas espontâneas).