Veia renal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A veia renal recebe o sangue após a filtração levada a cabo pelo rim e drena para o sistema da veia cava inferior. São normalmente em número de 2, uma proveniente de cada rim, salvo em casos raros e excepcionais em que podem existir veias supranumerárias.1

Origem[editar | editar código-fonte]

A drenagem venosa do parênquima do rim inicia-se ao nível veias estreladas que recebem o sangue do córtex renal. Estas reúnem-se formando as veias interlobulares que por sua vez originam as veias arqueadas que por sua vez depois formam as veias interlobares. Da reunião destas últimas originam-se as veias segmentares que formam por fim a veia renal.

Trajecto[editar | editar código-fonte]

Nascem da reunião dos troncos venosos renais anterior e posterior, dirigindo-se depois para dentro, anteriores às artérias renais correspondentes. Graças à posição da veia cava inferior à direita da linha média, a veia renal esquerda tem um percurso maior que o da veia renal direita.

A veia renal direita drena então no flanco direito da veia cava inferior.

A veia renal esquerda passa anteriormente à artéria aorta e posteriormente à artéria mesentérica inferior, numa estrutura denominada pinça arterial, drenando em seguida no flanco esquerdo da veia cava inferior. Esta recebe como ramos tributários a 2ª veia lombar esquerda, a veia genital esquerda (espermática no homem e ovárica na mulher), a veia suprarenal inferior (ou capsular inferior) e a veia diafragmática inferior esquerda.

Referências

  1. Artigo publicado no NCBI sobre veias renais múltiplas: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8202308