Vibrio vulnificus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaVibrio vulnificus
Vibrio vulnificus 01.png

Classificação científica
Reino: Bacteria
Filo: Proteobacteria
Classe: Gammaproteobacteria
Ordem: Vibrionales
Família: Vibrionaceae
Género: Vibrio
Espécie: V. vulnificus
Nome binomial
Vibrio vulnificus
(Reichelt et al. 1979)
Farmer 1980

Vibrio vulnificus é uma espécie de bactéria gram-negativa que vive em ambientes marinhos. Ela está relacionada ao Vibrio cholerae (cólera) e sua infecção causa celulite e septicemia. , V. vulnificus, foi relatado pela primeira vez em 1976 como víbrio lactose-positivo. Vulnificus significa causador de feridas, o que reflete a habilidade do microorganismo em invadir e destruir tecidos. O microorganismo é, portanto, associado com infecções que originam feridas e septicemias fatais. Os sintomas típicos da doença alimentar causada por

V. vulnificus são febre, tremores, náuseas e lesões na pele. O início dos sintomas ocorre cerca de 24 horas (a partir de 12 horas até vários dias) após a ingestão de frutos do mar crus contaminados (especialmente ostras) por pessoas vulneráveis. Os indivíduos mais suscetíveis às infecções incluem idosos, pessoas imunocomprometidas e aqueles que sofrem de distúrbios crônicos do fígado e de alcoolismo crônico. O microorganismo difere dos outros víbrios patógenos, uma vez que invade e se multiplica na corrente sanguínea. A mortalidade ocorre em 40% a 60% dos casos.

O microorganismo V. vulnificus é altamente invasivo e produz diversos fatores que o protegem do sistema imunológico do hospedeiro, incluindo um fator de sororesistência, um polissacarídeo capsular e a habilidade de adquiri ferro pela transferrina ferrossaturada. Produz diversas exoenzimas, incluindo a termoinstável hemolisina ou citolisina e a protease elastolítica, a qual, provavelmente, causa os danos celulares.

O V. vulnificus é isolado a partir de moluscos e águas litorâneas. É raramente isolado de águas do mar com temperaturas inferiores a 100C a 150C, mas os números aumentam quando a temperatura da água é superior a 210C. A principal rota de infecção é a ingestão seguida de feridas e septicemia. Não é uma causa significativa de doenças alimentares entre adultos saudáveis. Portanto, a principal forma de prevenção é evitar o consumo de moluscos crus, em particular ostras, por indivíduos imunocomprometidos. O isolamento de qualquer espécie de Víbrio a partir de alimentos cozidos indica práticas de higiene inadequadas, pois os microorganismos são rapidamente destruídos pelo calor.

Sintomas[editar | editar código-fonte]

O vulnificus é contraído após a ingestão de frutos do mar contaminados, como as ostras e caranguejos. Seus sintomas incluem vômitos, diarréia, dor gástrica e dermatite, que se confunde com pênfigo. Imunodeprimidos com a bactéria podem morrer com sintomas graves.

Em alguns casos, a bactéria pode levar indivíduos ao óbito em poucos dias. Há relatos de morte após 60 horas pós-infecção[1] .

Tratamento[editar | editar código-fonte]

O tratamento não é específico mas cefalosporinas e tetraciclina são a melhores formas de tratamento.

Ícone de esboço Este artigo sobre Bactérias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências