Wilhelm König

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Wilhelm König foi um arqueólogo alemão. Em 1938 ele foi o primeiro a fazer uma análise completa dos curiosos jarros de argila no Museu Nacional do Iraque (do qual ele era diretor), e hoje conhecidos como Bateria de Bagdá[1] . Retornou a Berlim em 1940 devido a problema de saúde e publicou o estudo onde diz que os jarros foram um tipo de célula eletroquímica, possivelmente utilizada para a galvanoplastia. No museu, König também descobriu utensílios de cobre da antiga Suméria que foram galvanizados com prata[1] .

Referências

  1. a b Gardner, Laurence. Lost Secrets of the Sacred Ark. [S.l.]: Harper Collins, 2003. ISBN 0-0071-4296-X.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.