Zé Ramalho da Paraíba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zé Ramalho da Paraíba
Coletânea musical de Zé Ramalho
Lançamento 2008
Gravação Entre 1973-1977
Gênero(s) MPB
Formato(s) CD
Gravadora(s) Discoberta
Cronologia de Zé Ramalho
Último
Último
Parceria dos Viajantes
(2007)
Zé Ramalho canta Bob Dylan - Tá tudo mudando
(2008)
Próximo
Próximo

Zé Ramalho da Paraíba é uma coletânea de raridades do cantor brasileiro Zé Ramalho, lançado em 2008. A maioria das faixas foi gravada ao vivo, numa época em que elas (e o próprio Zé Ramalho) ainda eram desconhecidas. Avôhai, uma homenagem ao avô do cantor, foi cantada apenas três dias após sua morte (como dito no começo da faixa), mas só se tornou um hit anos depois.[1]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. Táxi-lunar - 5:26 (Zé Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo)
  2. Jacarepaguá blues - 8:34
  3. O autor da natureza - 4:39
  4. Brejo do Cruz - 5:02
  5. Puxa-puxa - 2:14
  6. Luciela - 7:09
  7. Paraíba hospitaleira - 2:26
  8. Terremotos - 3:32
  9. Falido transatlântico - 3:59 (Marcus Vinícius)
  10. A árvore - 6:23
  11. A peleja de Apolo e Pan - 3:59
  12. O astronauta - 6:54
  13. Meninas de Albarã - 3:10
  14. Aboio Eletrônico - 4:27
  15. O sobrevivente - 4:54
  16. Jardim das Acácias - 8:53
  17. Avôhai - 10:03
  18. Adeus segunda-feira cinzenta - 9:11
  19. A dança das borboletas - 10:37 (Zé Ramalho, Alceu Valença)
  20. O Monte Olímpia - 7:40
  21. Admirável Gado Novo - 6:03

Todas as músixas por Zé Ramalho, exceto onde especificado.

Músicos[editar | editar código-fonte]

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Zé Ramalho é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.