1942 no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Flag of Brazil (1889–1960).svg
1942
no
Brasil
Milênios:
Séculos:
Décadas:
Ver também: Outros eventos de 1942
Anos no Brasil
Cronologia da história do Brasil

Esta é uma cronologia dos fatos acontecimentos de ano 1942 no Brasil.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Nascimentos[editar | editar código-fonte]

Falecimentos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. O Brasil rompeu com os paises do "Eixo" (primeira página do único caderno), Folha da Noite (29 de janeiro de 1942).
  2. O Brasil rompe relações com os paises do "Eixo", comunicando a magna resolução á conferencia dos Chanceleres (página 1 do único caderno), O Estado de S. Paulo (29 de janeiro de 1942).
  3. O Brasil na guerra! (primeira página do único caderno), Folha da Noite (22 de agosto de 1942).
  4. O Brasil em estado de beligerancia com a Alemanha e a Italia (página 1 do único caderno), O Estado de S. Paulo (23 de agosto de 1942).
  5. Estado de guerra em todo o territorio nacional (primeira página do caderno da última hora), Folha da Noite (31 de agosto de 1942).
  6. Declarado o estado de guerra em todo o territorio nacional (página 1 do único caderno), O Estado de S. Paulo (1 de setembro de 1942).
  7. Instituido o Cruzeiro Como Unidade Monetária Nacional (primeira página do único caderno), Folha da Manhã (6 de outubro de 1942).
  8. O Cruzeiro como unidade do sistema monetario brasilieiro (página 1 do único caderno), O Estado de S. Paulo (7 de outubro de 1942).
  9. Entrou hoje em circulação no país o "Cruzeiro", nova unidade monetária brasileira (página 4 do único caderno), Folha da Manhã (1 de novembro de 1942).
  10. Afundado pelo "Rio Branco" um Submarino do "Eixo" (primeira página do 1° caderno), Folha da Manhã (29 de outubro de 1942).
  11. O navio brasileiro "Rio Branco" ataca um submarino do "Eixo" (página 1 do único caderno), O Estado de S. Paulo (29 de outubro de 1942).
  12. Epitacio Pessoa (página 3 do único caderno), O Estado de S. Paulo (14 de fevereiro de 1942).