ABBA-dabba-dooo!!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
ABBA-dabba-dooo
ABBA-dabba-dooo
Logotipo exibido durante a exibição do programa.
Informação geral
Formato Programa de variedades
Gênero Musical, entrevista
Duração 49 minutos
Criador(es) Leonard Eek
Idioma original Sueco
Inglês
Produção
Produtor(es) Leonard Eek
Narrador(es) Per Falkman
Elenco Agnetha Fältskog
Anni-Frid Lyngstad
Benny Andersson
Björn Ulvaeus
Stig Anderson
Exibição
Transmissão original Suécia 05 de novembro de 1976

ABBA-dabba-dooo!! foi um especial de televisão apresentando o grupo ABBA, exibido na Suécia em 5 de novembro de 1976. Foi produzido e criado por Leonard Eek.

É o primeiro programa de TV sueco sobre o ABBA, que foi em grande parte filmado na ilha Viggsö. O especial trazia entrevistas comandadas por Per Falkman, bem como performances de algumas de suas mais recentes músicas da época. "Tiger", "When I Kissed The Teacher" e "My Love, My Life" (este somente com Agnetha) tinham clipes promocionais feitos especialmente para o especial.

Hoje, ainda se sustenta como um dos melhores programas já produzidos sobre o ABBA, certamente, durante seus anos juntos como um grupo.

História[editar | editar código-fonte]

Com a ideia de fazer um especial para o grupo ABBA, no auge de sua carreira em 1976, em 29 de setembro do mesmo ano começaram as gravações com as performances de estúdio na Suécia. Enquanto isso, o grupo continuou a trabalhar no próximo álbum, Arrival, completando a faixa de abertura, "When I Kissed the Teacher".[1][2]

O programa feito pela SVT Sweden, foi produzido por Leonard Eek e narrado por Per Falkman.[3] Leonard Eek recorda a resistência que ele encontrou quando sugeriu que um programa inteiro deveria ser dedicado exclusivamente ao ABBA, pela primeira vez no país sueco. Na época, o ABBA fora rotulado como "distante" e "irreal" no clima severo da esquerda cultural que prevalecia na Suécia.[4] No entanto, Eek recebeu apoio e foi capaz de produzir o que ainda se levanta como um dos melhores programas já feitos sobre o ABBA.[5]

"Nós queríamos mostrar o melhor que a Suécia tinha a oferecer em música popular como entretenimento noturno para uma noite de sexta-feira, bem como mostrar que os membros eram de fato pessoas comuns; eles não têm segundas intenções, mas são profissionais esforçados. Queríamos dar uma imagem ampliada dos seres humanos por trás da fama e "o estrelato"."

— Per Falkman[5]

As principais gravações foram filmadas na ilha sueca Viggsö, onde todos os membros foram entrevistados, inclusive o empresário da banda, Stig Anderson.[6][7] Devido ao longo período de produção, um excelente relacionamento foi criado entre Per Falkman e o grupo, onde certos membros do ABBA diziam que o especial tinha sido de "coração aberto". Agnetha disse na conferência de imprensa do programa: "Ele [Falkman] tem uma capacidade de atrair mais as coisas de você do que você gostaria de dizer."[5] Falkman confirma: "Senti que nossas conversas foram tão interessantes e eles foram tão generosos com eles mesmos, que poderíamos ter feito um programa de entrevista de uma hora sem uma nota de música nele".[4]

Quando a produção começou, Leonard Eek particularmente esperava que seria capaz de persuadir os membros para executar algumas músicas ao vivo. Além das apresentações para o Festival Eurovisão da Canção, o ABBA nunca tinha realmente tocado ao vivo na televisão. "Eles queriam ter certeza de que o resultado seria no nível em que queriam estar, e onde achavam que tinham o direito de exigir e serem eles mesmos. E com razão: todos nós queríamos a mesma coisa", disse Eek.[4] O ABBA aceitou e gravou duas canções em versão ao vivo.[5]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

"Passamos um dia pensando na música, que era bastante incomum naquela época. Nós trabalhamos com iluminação e com a técnina chroma key. Eu não tinha uma visão clara do que eu queria ou dos limites de quão longe se pôde ir, o que significa que levou tempo, mas também foi divertido e emocionante."

— Leonard Eek sobre as gravações do clipe de "My Love, My Life"[4]

Durante os créditos iniciais, o especial exibiu um medley composto de 12 músicas do ABBA gravadas até então: "Ring Ring", "SOS", "Honey, Honey", "Fernando", "Dancing Queen", "Hasta Mañana", "I Do, I Do, I Do, I Do, I Do", "Mamma Mia", "Ring Ring (bara du slog en signal)", "Waterloo", "So Long" e "Intermezzo nº 1".[6] No decorrer do programa, além das entrevistas, 9 apresentações foram caracterizadas, incluindo duas versões ao vivo: "Dum Dum Diddle" e "Why Did It Have To Be Me".[1][6]

"Tiger", "When I Kissed the Teacher" e "My Love, My Life" ganharam vídeos promocionais.[8][9][10] O produtor Leonard Eek relembra as gravações de "My Love, My Life", vídeo que mostrava apenas Agnetha: "Eu tive essa ideia: o vídeo só deve ter um close no rosto de Agnetha durante a música inteira, e mesmo assim ele deve ser atraente, temos que mostrar que grande cantora ela é e como ela é linda, como um contraste para as cenas mais informais no programa".[4]

Canções caracterizadas[editar | editar código-fonte]

Cena do videoclipe de "When I Kissed the Teacher".

Ao todo, o programa apresentou 9 músicas do quarteto (além do medley nos créditos iniciais), sendo duas ao vivo e a metade do vídeo com a apresentação do grupo no Festival Eurovisão da Canção caracterizando "Waterloo".[6]

  1. "Waterloo" - meia canção
  2. "Knowing Me, Knowing You"
  3. "When I Kissed the Teacher"
  4. "Dum Dum Diddle" - ao vivo
  5. "My Love, My Life"
  6. "Money, Money, Money"
  7. "Dancing Queen"
  8. "Tiger"
  9. "Why Did It Have To Be Me" - ao vivo

Transmissão[editar | editar código-fonte]

Cerca de um mês depois dos inícios das gravações em estúdio, em 26 de outubro o programa foi exibido na Austrália pelo canal Nine Network e com o título ABBA From the Beginning.[11] Esta edição trazia duas apresentações a mais do grupo que foram gravadas no especial ABBA In Australia: "Mamma Mia" e "Tropical Loveland".[11]

Em 5 de novembro foi transmitido na Suécia pelo Channel 2.[3] Novamente na Suécia, em 14 de julho de 1987, cerca de 5 anos depois do fim do grupo, foi exibido dentro do Det var då i TV2.[1] Na Finlândia, o documentário também fez muito sucesso. Depois de ter sido exibido no verão de 1977, o especial voltou a ser exibido em 1 de maio de 2010 e em 19 de março de 2011 pela emissora YLE Teema.[1][12]

Em 25 de setembro de 2010, o clipe de "When I Kissed the Teacher" foi exibido dentro do quadro "School Days" (Dias de Escola) do programa do Reino Unido, Top of the Pops 2, trasmitido pela BBC Two.[13]

Arrival Deluxe Edition[editar | editar código-fonte]

Em 2006, ABBA-dabba-dooo!! foi incluído no lançamento de Arrival Deluxe Edition, uma edição especial em comemoração ao 30º aniversário do álbum Arrival.[14] Visto que na exibição original do programa, 8 das 9 músicas faziam parte do álbum em questão, o escritor Carl Magnus Palm comentou que foi "a inclusão mais óbvia a ser colocada na edição", além de ressaltar que a adição foi essencial "para ampliar a imagem e realmente transmitir uma sensação de "ABBA em 1976"."[3]

Arrival Deluxe Edition está disponível atualmente.[15]

Referências

  1. a b c d «ABBA-dabba-dooo!!» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  2. «ABBA anual 1976» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012 
  3. a b c Carl Magnus Palm. «Arrival Deluxe Edition - the details» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012 
  4. a b c d e Carl Magnus Palm. «Liner notes, part 2» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012 
  5. a b c d «Arrival - The Making Of A Classic Pop Album» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 5 de janeiro de 2012 
  6. a b c d Ian Cole. «ABBA-dabba-dooo!!» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 25 de março de 2012 
  7. «Viggsö» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012 
  8. Ian Cole. «Tiger» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 23 de março de 2012 
  9. Ian Cole. «When I Kissed The Teacher (video version)» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 23 de março de 2012 
  10. Ian Cole. «My Love, My Life» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 22 de março de 2012 
  11. a b Ian Cole. «ABBA From The Beginning» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 25 de março de 2012 
  12. Julkaistu Keskiviikkona. «Teemalauantai: Abba» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012 
  13. «School Days» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012 
  14. Ian Cole. «Arrival» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 20 de março de 2012 
  15. «ABBA Arrival 30th Anniversary Edition» (em inglês). Consultado em 9 de fevereiro de 2012 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]