Abu Hanifa de Dinavar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Abu Hanifa de Dinavar
Nascimento 828
Morte 895 (67 anos)
Cidadania Irã
Ocupação astrônomo, geógrafo, matemático, historiador, astrólogo, botânico, biólogo, engenheiro
Religião Islã

Ābu Ḥanīfah Āḥmad ibn Dawūd Dīnawarī (em árabe: ابوحنیفه احمد بن داود دینوری; Dinawar, Irã ocidental, 815 – Dinawar, 24 de julho de 896) foi um erudito curdo que sobressaiu em astronomia, agricultura, botânica, geografia, matemáticas e metalúrgica. Estudou astronomia, matemáticas e mecânica em Ispaã e filologia e poesia em Cufa e Baçorá.

A sua contribuição mais notável foi "Kitāb al-nabāt" ("Livro de plantas"), obra pela qual é considerado o fundador da botânica árabe. Também é reconhecido como um dos primeiros autores em tratar o tema dos antepassados dos curdos na sua obra "Ansāb al-Akrād".[1][2][3]

Referências

  1. "ad-Dīnawarī." Encyclopædia Britannica. 2008. Encyclopædia Britannica Online. 27 Dec. 2008 [1].
  2. Encyclopedia Iranica, DĪNAVARĪ, ABŪ ḤANĪFA AḤMAD, CHARLES PELLAT. [2]
  3. Fahd, Toufic. Botany and agriculture. 815 páginas  , in Morelon, Régis; Rashed, Roshdi (1996). Encyclopedia of the History of Arabic Science. Routledge. pp. 813–852. ISBN 0415124107