Agápito de Palestrina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o santo papa de mesmo nome, veja Papa Agapito I.
Santo Agápito
Mártir
Nascimento século III em Lácio
Morte 267 ou 274 em Palestrina, Lácio
Veneração por Igreja Católica
Principal templo Catedral de Santo Agápito, Palestrina
Festa litúrgica 18 de abril
18 de agosto
Padroeiro Palestrina; contra a cólica[1]
Gloriole.svg Portal dos Santos

Agápito ou Agapito (em italiano: Agapito; em latim: Agapitus) é um mártir cristão venerado como santo morto em 18 de agosto, provavelmente em 274[2], uma data que as edições mais recentes do Martirológio Romano afirmam que é incerta[3].

De acordo com sua lenda, Agápito, com apenas 15 anos de idade, que pode ter sido um membro da família nobre dos Anícios de Palestrina[2] foi condenado à morte por ordem do prefeito Antíoco e do imperador Aureliano por ser cristão[2]. Foi atirado às bestas na arena de Palestrina. Quando elas se recusaram a atacá-lo, Agápito foi decapitado.

Veneração[editar | editar código-fonte]

Santo Agápito foi mencionado nos antigos martirológios, incluindo o Martyrologium Hieronymianum de São Jerônimo e o "Martirológio de Fulda". Por conta da dubiedade da lenda deste martírio, alguns detalhes do qual foram relatados em edições mais antigas do Martirológio Romano[2], as edições deste a partir do final do século XX informam apenas: "Em Palestrina, Lácio, Santo Agápito, mártir"[4]. Por volta do século V, o papa Félix III construiu uma basílica em sua homenagem no suposto local de seu martírio[2][5]. Suas relíquias também ficavam nesta basílica, à volta da qual se desenvolveu um cemitério[2]. Em data incerta, as relíquias foram transladadas para a atual Catedral de Palestrina[2] e para Besançon[1].

Santo Agápito é homenageado no Calendário Tridentino por uma comemoração acrescentada à missa e às horas canônicas na liturgia diária durante a oitava da Assunção. O papa Pio XII aboliu todas as oitavas, exceto as do Natal, Páscoa e Pentecostes, incluindo a da Assunção. Por isso, no Calendário Geral Romano de 1960, a celebração de Santo Agápito aparece como uma comemoração num missa ordinária diária[6][7].

Referências

  1. a b «Saint Agapitus». Consultado em 6 de agosto de 2015. Arquivado do original em 2 de dezembro de 2013 
  2. a b c d e f g «Sant' Agapito Martire» (em inglês). Santi i Beati 
  3. Martyrologium Romanum (Libreria Editrice Vaticana 2001 ISBN 978-88-209-7210-3), p. 660 (em inglês)
  4. Martyrologium Romanum (Libreria Editrice Vaticana 2001 ISBN 978-88-209-7210-3), p. 437 (em italiano)
  5. Dom Gaspar LeFebvre, O.S.B., Saint Andrew Daily Missal, with Vespers for Sundays and Feasts, St Paul, MN: E. M. Lohmann Co., 1952, p. 1516 (em inglês)
  6. Saint Andrew Daily Missal, with Vespers for Sundays and Feasts, p. 1516
  7. Rev. Bede Babo, O.S.B. et al., The Jesus, Mary and Joseph Daily Missal, New York: Benziger Brothers, Inc., 1962, p. 1041 (em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]