Ahnenerbe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ahnenerbe
Emblema dos membros da Ahnenerbe
Fundação 1 de julho de 1935
Estado legal Associação registada
(Eingetragener Verein)
Propósito Propaganda política,
Pesquisa pseudo-científica
Línguas oficiais Alemão
Fundador Heinrich Himmler

A Ahnenerbe Forschungs- und Lehrgemeinschaft, conhecida como Ahnenerbe (do alemão, significando Comunidade para a Investigação e Ensino sobre a Herança Ancestral) é o nome de uma organização nazista do aparato do Estado do Terceiro Reich, fundada para realizar e divulgar investigações em apoio a essa ideologia e a suas teorias sobre a suposta superioridade da raça ariana.[1] Foi declarada organização criminal em 1946.

História[editar | editar código-fonte]

Tratava-se de um instituto de pesquisa criado por Heinrich Himmler, Herman Wirth e Walther Darré em 1 de julho de 1935. Ele foi integrado às SS em janeiro de 1939.[2]

A Ahnenerbe organizou diversas expedições arqueológicas na Alemanha e em outros países: França, Itália, Romênia, Bulgária, Polônia, Ucrânia, Islândia, Afeganistão e Tibete. Essa última expedição, liderada por Ernst Schäfer em 1938, era inicialmente destinada a provar que o planalto tibetano era o berço da raça ariana.

A pedido de Himmler, em 1942, a Ahnenerbe procedeu a experiências medicais nos campos de concentração em prisioneiros, principalmente em Dachau e Natzweiler-Struthof.[2] Condenado por crimes contra a humanidade, Wolfram Sievers, o último diretor da Ahnenerbe, foi enforcado em 1948, após o processo dos médicos, quando dos Julgamentos de Nuremberg.

Uniforme[editar | editar código-fonte]

A nível dos uniformes, os oficiais SS membros da Ahnenerbe possuíam, na parte inferior do braço esquerdo, um losango preto com o símbolo da organização.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Snyder, Louis L. (1998). Encyclopedia of the Third Reich (em inglês) (Ware, Hertfordshire: Wordsworth Editions). p. 410. ISBN 1-85326-684-1. 
  • Hale, Christopher (2007). Himmler's Crusade: The Nazi Expedition to Find the Origins of the Aryan Race (Secaucus: Castle Books). ISBN 978-0-7858-2254-7. 
  • Pringle, Heather (2006). The Master Plan: Himmler's Scholars and the Holocaust (New York: Hyperion). ISBN 978-0-7868-6886-5. 

Ligação externa[editar | editar código-fonte]