Alvinocarididae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAlvinocarididae
Alvinocaris sp.

Alvinocaris sp.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Crustacea
Classe: Malacostraca
Ordem: Decapoda
Infraordem: Caridea
Superfamília: Bresilioidea
Família: Alvinocarididae
Christoffersen, 1986
Géneros

Alvinocarididae Christoffersen in 1986 é uma família de camarões, originalmente descrita por M. L. Christoffersen em 1986 a partir de amostras recolhidas pelo DSV Alvin, do qual o seu nome foi derivado. Os camarões da família Alvinocarididae habitam em geral campos hidrotermais de grande profundidade e em áreas onde haja emanação fria de hidrocarbonetos a partir dos fundos marinhos. As espécies pertencentes a esta família apresentam pigmentos carotenoides nos seu corpos.

A família Alvinocarididae compreende pelo menos 7 géneros extantes.

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Shane T. Ahyong (2009). «New species and new records of hydrothermal vent shrimps from New Zealand (Caridea: Alvinocarididae, Hippolytidae)». Crustaceana. 82 (7): 775–794. doi:10.1163/156854009X427333 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s Joel W. Martin & Todd A. Haney (2005). «Decapod crustaceans from hydrothermal vents and cold seeps: a review through 2005» (PDF). Zoological Journal of the Linnean Society. 145 (4). pp. 445–522. doi:10.1111/j.1096-3642.2005.00178.x 
  3. Kevin A. Zelnio & Stéphane Hourdez (2009). «A new species of Alvinocaris (Crustacea: Decapoda: Caridea: Alvinocarididae) from hydrothermal vents at the Lau Basin, Southwest Pacific, and a key to the species of Alvinocarididae» (PDF). Proceedings of the Biological Society of Washington. 122 (1): 52–71. doi:10.2988/07-28.1 
  4. Tomoyuki Komai & Michel Segonzac (2008). «Taxonomic review of the hydrothermal vent shrimp genera Rimicaris Williams & Rona and Chorocaris Martin & Hessler (Crustacea: Decapoda: Caridea: Alvinocarididae)». Journal of Shellfish Research. 27 (1): 21–41. doi:10.2983/0730-8000(2008)27[21:TROTHV]2.0.CO;2 
  5. Connelly, D. P.; et al. (2012). «Hydrothermal vent fields and chemosynthetic biota on the world's deepest seafloor spreading centre.». Nature Communications. doi:10.1038/ncomms1636. Consultado em 11 de janeiro de 2012  Parâmetro desconhecido |dia= ignorado (|data=) sugerido (ajuda);

Ligações externas[editar | editar código-fonte]