António, Infante de Portugal (1539–1540)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
António, Infante de Portugal
Nascimento 9 de março de 1539
Lisboa
Morte 20 de janeiro de 1540 (0 ano)
Lisboa
Sepultamento Mosteiro dos Jerónimos
Cidadania Portugal
Progenitores Mãe:Catarina de Áustria
Pai:João III de Portugal
Irmão(s) Maria Manuela, Princesa de Portugal, João Manuel, Príncipe de Portugal, Filipe, Príncipe de Portugal, Manuel, Príncipe de Portugal, Afonso, Príncipe de Portugal (1526)

António de Portugal ou António de Avis e Habsburgo (9 de Março de 153920 de Janeiro de 1540) foi um infante português, o nono e último filho de João III de Portugal e Catarina de Áustria, sendo neto por via paterna de Manuel I de Portugal e Maria de Aragão, e por via materna de Filipe I de Castela e Joana, a Louca.

Nasceu em Lisboa, em 9 de Março de 1539, tendo falecido menos de um ano depois, em 20 de Janeiro de 1540. Tal como a maioria dos seus irmãos, faleceu na mais tenra infância, vitimado provavelmente por tuberculose ou qualquer outra afecção derivada da consaguinidade entre os seus progenitores. A sua morte voltou a encher de luto a Corte portuguesa, que vira partir, em quinze anos, seis outros jovens príncipes e potenciais sucessores no trono, num prenúncio do que viria a ser a crise que conduziria à perda da independência portuguesa.

Ver também[editar | editar código-fonte]