Antonio Carbajal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antonio Carbajal
Informações pessoais
Nome completo Antonio Felix Carbajal Rodríguez
Data de nasc. 7 de junho de 1929 (89 anos)
Local de nasc. Cidade do México, México
Altura 1,81 m
Apelido "La Tota", "El Cinco Copas"
Informações profissionais
Posição Goleiro
Clubes de juventude
España
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1949–1950
1950–1966
España
León
00045 00(0)
00364 00(0)
Seleção nacional
1950–1966 México 00048 00(0)

Antonio Felix Carbajal Rodríguez, também conhecido como La Tota (Cidade do México, 7 de junho de 1929) é um ex-futebolista mexicano.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Carbajal começou sua carreira como juvenil no clube España. Atuando nas partidas preliminares da primeira divisão, Carbajal pôde demonstrar seu talento e foi convocado para a seleção amadora que disputou o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de Londres, em 1948. Quando voltou, foi promovido à equipe principal do España substituindo Sanjenís.

Jogou duas temporadas no clube España até a extinção da equipe em 1950. Assim sendo, assinou contrato com o León do estado de Guanajuato, por onde esteve o resto de sua carreira.

Seleção Mexicana[editar | editar código-fonte]

Era um goleiro ágil, foi convocado à seleção que disputou o Mundial de 1950 onde ficou como camisa 1 por 16 anos, até ao Mundial de 1966.

Foi o goleiro que mais Copas do Mundo disputou, ao lado de Buffon, goleiro italiano.[2][3] Esteve presente em cinco, nas Copas de 1950, 1954, 1958, 1962 e 1966 pela seleção mexicana. Jogou por 17 anos na Primeira Divisão Mexicana, se aposentou aos 37 anos e tornou-se treinador. Treinou as equipes de León, Unión de Curtidores, Atletas Campesinos e Morelia. Conseguiu dois acessos à primeira divisão. Foi, por algum tempo, treinador de goleiros da seleção mexicana.[1]

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Carbajal recebeu vários reconhecimentos, tanto em nível nacional como internacional. Sempre utilizava um suéter verde que se perdeu em meio a um tumulto, Carbajal considera essa sua maior perda.[4]

Referências

  1. a b «Carbajal - Biografias». uol. Consultado em 17 de março de 2016. 
  2. «Popular, Copa fica marcada por recordes e surpresas». CGN. Consultado em 17 de março de 2016. 
  3. «Veja relação de recordes batidos, igualados e não atingidos na Copa». Folha de S. Paulo. Consultado em 17 de março de 2016. 
  4. «Antonio Felix Carbajal Rodríguez 5 Copas do Mundo». Esporte Maior. Consultado em 17 de março de 2016.