Antony Beevor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antony Beevor
Antony Beevor
Nome completo Antony James Beevor
Nascimento 14 de dezembro de 1946 (73 anos)
Kensington, Londres, Inglaterra
Nacionalidade Britânico
Cônjuge Artemis Cooper
Filho(s) 2
Alma mater Real Academia Militar de Sandhurst
Ocupação Autor, historiador
Prémios Prêmio Baillie Gifford de Não-ficção
Gênero literário História Moderna
Movimento literário Pós-modernismo
Escola/tradição Abberley Hall School
Winchester College
Serviço militar
Lealdade  Reino Unido
Serviço  Exército Britânico
Anos de serviço 1966-1970
Patente Tenente
Unidades 11th Hussars
Página oficial
www.antonybeevor.com

Antony James Beevor (Winchester, 14 de dezembro de 1946) é um escritor e historiador britânico,[1] educado na renomada Real Academia Militar de Sandhurst[1] e discípulo do mais respeitado historiador britânico sobre a Segunda Guerra Mundial, John Keegan.

Descendente de uma família de mulheres escritoras, Beevor escreveu na última década grandes livros de sucesso sobre a guerra como Creta: A Batalha e a Resistência, Stalingrado e Berlim – A Queda 1945, considerados dos melhores e mais detalhados trabalhos sobre cruciais batalhas do conflito mundial. Elogiados e multi-premiados pela crítica por seu estilo vivo, de descrição detalhada e levantamento investigativo e testemunhal dos fatos, os livros trazem também novas informações meticulosamente apuradas, principalmente sobre a pouca estudada ocupação soviética de Berlim.

Beevor sofreu pesadas críticas do governo russo pelos fatos detalhados por ele em Berlim – A Queda 1945, que narram as atrocidades cometidas pelos dois lados ao final da guerra, mas principalmente as cometidas pelo Exército Vermelho contra a população alemã, notadamente o estupro em massa de mulheres de todas as idades nas semanas seguintes à rendição nazista e à ocupação soviética da Alemanha. Em cores fortes, o livro lança luzes sobre este período, o que custou a Beevor a ira oficial russa, sendo chamado de mentiroso e de ter escrito uma calúnia contra o povo que libertou a humanidade do nazi-fascismo, pelo embaixador da Rússia nas Nações Unidas.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • The Spanish Civil War (1982)[1]
  • Crete: The Battle And The Resistance (1991)[1]
  • Paris After The Liberation 1944-1949 (1994)[1]
  • Stalingrad (1998)[1]
  • Berlin: The Downfall 1945 (2002)[1]
  • D-Day, The battle for Normandy (2009)
  • Segunda Guerra Mundial (2012)

Referências

  1. a b c d e f g «Antony Beevor». Consultado em 23 de Abril de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]