Armando Diaz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Duque da Vitória
Nome completo Armando Vittorio Diaz
Nascimento 5 de dezembro de 1861
Nápoles,  Itália
Morte 28 de fevereiro de 1928 (66 anos)
Roma,  Itália
Progenitores Mãe: Irene Cecconi
Pai: Lodovico Diaz
Cônjuge Sarah De Rosa-Mirabelli
Alma mater Academia Militar de Turim
Serviço militar
Serviço Real Exército Italiano
Tempo de serviço 1884–1924
Patente General
Batalhas/Guerras Guerra Ítalo-Turca
Primeira Guerra Mundial
Condecorações Ordem da Santíssima Anunciação
Ordem dos Santos Maurício e Lázaro
Ordem Militar de Saboia
Medalha de Prata de Valor Militar
Cruz do Mérito de Guerra
Marechal da Itália
Religião Catolicismo

Armando Vittorio Diaz, Duque da Vitória (Nápoles, 5 de dezembro de 1861Roma, 29 de fevereiro de 1928), 1º Duce della Vittoria, foi um general, chefe do estado-maior durante a Primeira Guerra Mundial, ministro da guerra e marechal da Itália.

Armando Diaz iniciou seu serviço no Exército Italiano na década de 1880 e foi subindo de patente. Sua primeira experiência em combate ocorreu na Guerra Ítalo-Turca. Ele se tornou General em 1914. Quando a Primeira Guerra Mundial começou, ele foi servir com o General Luigi Cadorna, o Comandante Italiano. Após a desastrosa Batalha de Caporetto, em 1917, Cadorna foi dispensado e Diaz assumiu o Comando Geral. Ao contrário do seu sucessor, que presava ofensiva a qualquer custo, Armando Diaz decidiu adotar uma postura mais defensiva, engrossando as posições ao longo de toda a Frente Italiana. Sua estratégia foi bem sucedida pois quando os Austro-Húngaros atacaram, os italianos conseguiram resistir e conquistaram uma decisiva vitória na Batalha do Rio Piave, em junho de 1918. Ele permaneceu no Exército até 1924, sendo que ele serviu como Ministro da Guerra de 1922 até sua aposentadoria.

A 31 de Dezembro de 1919 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis e a 20 de Abril de 1921 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito de Portugal.[1] Em 1921, ele recebeu o título de "Duque da Vitória" pelo rei Vítor Emanuel III da Itália.

Diaz faleceu na cidade de Roma, em 1928.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Armando Díaz". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 16 de abril de 2015. 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Armando Diaz
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.