Arthur Moreira Lima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Arthur Moreira Lima
Arthur Moreira Lima em 2004
Informação geral
Nome completo Arthur Moreira Lima
Nascimento 16 de julho de 1940 (76 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro, (RJ)
Brasil
Nacionalidade Brasil
Ocupação(ões) Músico
Instrumento(s) Piano
Período em atividade 1949-atualidade

Arthur Moreira Lima Jr. (Rio de Janeiro, 16 de julho de 1940) é um pianista erudito brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Arthur Moreira Lima começou a estudar piano aos seis anos de idade, tendo por professora Lúcia Branco que também tivera por alunos nomes como Tom Jobim ou Nelson Freire.[1]. Aos oito, tocou um concerto de Mozart com a Orquestra Sinfônica Brasileira. Seus mestres foram Lúcia Branco (Rio de Janeiro), Marguerite Long (Paris) e Rudolf Kehrer (Conservatório Tchaikovsky de Moscou)[2].

Moreira Lima projetou-se internacionalmente na Competição Internacional de Piano Frédéric Chopin de 1965, em que conseguiu o segundo lugar[3]. Laureou-se também em várias outras competições, incluindo a também prestigiosa Competição Internacional Tchaikovsky de 1970, ficando em terceiro lugar[4].

Moreira Lima apresentou-se em diversas salas de concerto através da Europa e da América Latina e também nos Estados Unidos e na Rússia. É considerado um grande intérprete de compositores românticos como Chopin e Liszt e também de modernistas tais como Prokofiev e Villa-Lobos[4][2]. Notabilizou-se também como um intérprete da música popular brasileira, gravando Ernesto Nazareth e clássicos do repertório do choro e do samba.

Moreira Lima criou o projeto Piano pela Estrada na área social, mesclando o popular ao erudito. O projeto faz parte de uma campanha pela democratização da cultura erudita, levando a música, através de um caminhão a partir do qual se monta um palco em uma hora, aos mais distantes cantos do Brasil. O Caminhão de Teatro participou antes de outros projetos sociais, antes de Arthur decidir criar o seu próprio, como Francisco - Um Rio de Música (2003), São Paulo 450 Anos, CTBC 40 Anos, Embratel 21 (todos em2004), Light 100 Anos (2005), Nos Caminhos da Fronteira (2005-2006), Nos Caminhos de JK (2007) e Nos Caminhos dos Tropeiros (2009)[5].

Arthur Moreira Lima em concerto.
(Caetité, 16 de julho de 2008)

Durante muitos anos filiado ao PDT, Moreira Lima filiou-se em 2011 ao PSB partido que, como lembrou no ato de filiação, teve como um de seus fundadores o seu tio Filipe.[6]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • O Piano e a Estrada, biografia do pianista por Marcelo Mazuras (Editora Casa Maior, 324 p., 2010, ISBN 978-85-62721-00-7)[1]


Referências

  1. a b Institucional (17/11/2010). «O Piano e a Estrada, biografia de Arthur Moreira Lima». Maxpress. Consultado em 14/10/2016. 
  2. a b «Arthur Moreira Lima». www.arthurmoreiralima.com.br. Consultado em 2016-09-16. 
  3. «Chopin Competition 2015 – 17th International Fryderyk Chopin Piano Competition». chopincompetition2015.com. Consultado em 2016-09-16. 
  4. a b «Chopin Competition 2015 – 17th International Fryderyk Chopin Piano Competition». chopincompetition2015.com. Consultado em 2016-09-16. 
  5. «Arthur Moreira Lima». Sítio oficial do pianista. Consultado em 2016-09-16. 
  6. Institucional (2011). A Crise Econômica Internacional e a Economia do Brasil (Brasília: Fundação João Mangabeira (Abaré Editorial)). p. 14. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal da Música Erudita
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.