Até a Última Gota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Até a Última Gota
 Brasil
1980 •  cor •  70 min 
Direção Sérgio Rezende
Produção Cinefor, Jorge Camilo de Abranches, Mariza Leão, Morena Filmes
Roteiro Sérgio Rezende
Elenco José Dumont
Género documentário
Música Paulo de Castro
Direção de fotografia José Joffily
Edição Vera Freire
Distribuição Embrafilmes
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Até a Última Gota é um filme documentário brasileiro de 1980 dirigido por Sérgio Rezende.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Inspirado na morte do operário Jucenil Navarro de Souza (José Dumont) que, desempregado, vendia sangue para comprar comida para a família, o filme denuncia o comércio de sangue nos países do Terceiro Mundo. Jucenil sai da casa de saúde, em Duque de Caxias, Rio de Janeiro e, enfraquecido, morre ao entrar no supermercado. Sua mulher narra a tragédia. Seguem-se depoimentos de pessoas envolvidas com o tráfico de sangue e dos que lutam contra essa prática. O filme percorre a rota do tráfico que ocorre em países como Haiti, Argentina e Nicarágua registrando o fato de que o sangue tirado dos países subdesenvolvidos serve de matéria-prima para os laboratórios farmacêuticos multinacionais.

Dados complementares à ficha técnica[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.