Atropatene

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Média Atropatene
Blank.png
320 a.C. – 200 d.C. Blank.png
Localização de Atropatene
Ásia Oriental e o Mediterrâneo Ocidental durante a Quarta Guerra dos Diádocos em 301 a.C..
  • Média Atropatene, na região sudoeste ao lado do Mar Cáspio, havia declarado independência até então.
  • O resto e a maior parte da Média fica no lado sul e permaneceu como um governado Selêucida.
Continente Ásia
Região Oriente Médio
Capital Gazaca
Governo Monarquia
Período histórico Antiguidade
 • 320 a.C. Fundação
 • 200 d.C. Dissolução

Atropatene ou Média Atropatene foi um antigo reino fundado e governado por dinastias iranianas[1] no século IV a.C. no moderno Azerbaijão iraniano[2] e Curdistão iraniano.[3] Sua capital era Gazaca. Atropatene também foi o ancestral nominal do nome Azerbaijão.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Quando houve a partilha da Babilônia, após a morte de Alexandre, o Grande, Atropates, sogro de Pérdicas, recebeu a Média Menor, enquanto que Filão da Ilíria recebeu a Média Maior.[5]

Atropates impediu que seu território fizesse parte dos reinos dos macedônios, e foi, por isso, chamado de Média Atropatene.[6] Atropates declarou-se rei, mantendo a independência do reino, que durou, segundo Estrabão, até seus dias; seus sucessores aliaram-se, por casamento, aos reis da Armênia, Síria e Pártia.[6]

A dinastia que Atropates fundou governaria o reino por vários séculos, primeiro independentemente, então como vassalos dos arsácidas (que a chamava de "Aturpatacan"). Ela foi eventualmente anexada pelos arsácidas, que então a perderam para os sassânidas, que novamente a chamaram de "Aturpatacan". Em algum momento entre 639 e 643, os árabes sob o comando dos califas bem-guiados tomaram o controle da área durante o reinado de Omar. Atropatene formou uma província separada do antigo califado islâmico e foi considerada por ter importância estratégica. Foi durante o período árabe que Aturpatacan do médio iraniano (por exemplo: palavi e persa médio) tornou-se Adarbaigan, Adarbaijão, Azarbaijão.

Lista de governantes[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
  1. Artabazanes, governou de 221 a.C. ou 220 a.C., um contemporâneo de Antíoco III Magno.
  2. Mitrídates I, (nascido em 100 a.C. - morreu por volta de 66 a.C.), governou de 67 a.C. até aproximadamente 66 a.C., um genro de Tigranes, o Grande.
  3. Aristobanes I, (nascido em 85 a.C. - morreu em 56 a.C.), governou de 65 a.C. até 56 a.C..
  4. Dário, (nascido por volta de 85 a.C. - morreu por volta de 65 a.C.), governou por volta de 65 a.C..
  5. Artavasdes I, (nascido em 65 a.C. - morreu em 20 a.C.), governou de 56 a.C. até 31 a.C., um genro de Antíoco I Teos de Comagena.
  6. Aristobanes II, (nascido em 40 a.C. - morreu em 2), governou de 28 a.C. até 8 a.C., também como Aristobanes, rei da Armênia de 2 a.C. até 2.
  7. Artavasdes III, (nascido em 20 a.C. - morreu em 4), como Artavasdes IV, rei da Armênia de 2 até 4.

Referências

  1. *SHERWIN-WHITE, Susan M.; KUHRT, Amélie (1993). From Samarkhand to Sardis: a new approach to the Seleucid Empire (em inglês). "A independência da área da Média Atropatene, uma homenagem a Atropates, sátrapa da Média sob controle de Dário e Alexandre (agora Azerbaijão), sob dinastias locais iranianas, era pré-selêucida." (Estados Unidos: University of California Press). p. 78. 
  2. Benson, Douglas S. (1995). Ancient Egypt's warfare: a survey of armed conflict in the chronology of ancient Egypt, 1600 BC-30 BC (em inglês) (Estados Unidos: D. S. Benson). p. 363. Consultado em 15 de janeiro de 2011. 
  3. Talbert, Richard J. A. (2000). KROLL, S. E., : . Barrington Atlas of the Greek and Roman World: Map-by-map Directory (em inglês) 2. "O mapa se aproxima ao da região chamada pelos autores gregos de Média Atropatene, em homenagem a Atropates, o sátrapa de Alexandre que governou lá e depois tornou-se um governante independente. O moderno nome Azerbaijão deriva de Atropatene. Originalmente, a Média Atropatene era a parte mais ao norte da grande Média. Ao norte era separada da Armênia pelo Rio Arax. Ao leste estendia-se além das montanhas junto ao Mar Cáspio, e ao oeste além do Lago Urmia (antiga Matiane Limne) e as montanhas do atual Curdistão. O Rio Amardos devia ser a fronteira sul."(...)"Outro local importante (mas não tão grande como os lugares citados) era o famoso templo do fogo, Adur Gushnasp, situado no alto das montanhas do Curdistão no santo lago de Takht-i Suleiman, nunca mencionado por fontes ocidentais antigas." Princeton University Press [S.l.] p. 1292 e 1293. Consultado em 15 de janeiro de 2011. 
  4. Yarshater, Ehsan (1983). The Cambridge history of Iran (em inglês). Veja Azerbaijão (Estados Unidos: Cambridge University Press). p. 1408. ISBN 9780521200929. 
  5. Marco Juniano Justino (1853). «Justinus: Epitome of Pompeius Trogus' "Philippic histories"» (em inglês). Dados do excerto 13.4. Consultado em 27 de junho de 2012. 
  6. a b Estrabão. «Strabo's Geography Book XI» (em inglês). Dados do Capítulo 13, excerto 1. Consultado em 27 de junho de 2012. 

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Алиев, Играр (1989). Очерк Истории Атропатены (em russo) Азернешр [S.l.] ISBN 5-552-00480-9. 
  • Chaumont, M. L. (1987). «Atropates». Encyclopaedia Iranica (em inglês) 3.1 (London: Routledge & Kegan Paul). Consultado em 4 de março de 2011. 
  • de Planhol, X. (1989). «Azerbaijan I: Geography». Encyclopaedia Iranica (em inglês) 3.1 (London: Routledge & Kegan Paul). Consultado em 4 de março de 2011. 
  • Schippmann, K. (1989). «Azerbaijan III: Pre-Islamic History». Encyclopaedia Iranica (em inglês) 3.1 (London: Routledge & Kegan Paul). Consultado em 4 de março de 2011. 
  • Bosworth, C.E. (1989). «Azerbaijan IV: Islamic History to 1941». Encyclopaedia Iranica (em inglês) 3.1 (London: Routledge & Kegan Paul). Consultado em 4 de março de 2011. 
Ícone de esboço Este artigo sobre História e Geografia de Atropatene é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.