Barros Cassal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o político Barros Cassal, veja João de Barros Cassal.

Município de Barros Cassal
"Terra das belezas naturais"
Bandeira indisponível
Brasão de Barros Cassal
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Aniversário 05 de novembro
Fundação 5 de novembro de 1963
Gentílico barroscassalense
CEP 99360-000
Prefeito(a) Jovelino Francisco Zago (PMDB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Barros Cassal
Localização de Barros Cassal no Rio Grande do Sul
Barros Cassal está localizado em: Brasil
Barros Cassal
Localização de Barros Cassal no Brasil
29° 05' 34" S 52° 34' 58" O29° 05' 34" S 52° 34' 58" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Soledade IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Soledade, Gramado Xavier, Lagoão, Fontoura Xavier, Boqueirão do Leão
Distância até a capital 256 km
Características geográficas
Área 648,897 km² [2]
População 11 354 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 17,5 hab./km²
Altitude 647 m
Clima subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,739 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 99 233,677 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 8 381,93 IBGE/2008[5]
Página oficial

Barros Cassal é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Pode ser acessado via BR/RS 153/471, ficando a 256 km da capital Porto Alegre.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 29º05'36" sul e a uma longitude 52º34'58" oeste, estando a uma altitude de 647 metros.

Possui uma área de 648,25 km² e sua população estimada em 2010 era de 11 354 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Atual município de Barros Cassal pertence a uma região habitada por índios, que foram aldeados por jesuítas. Foi o Bandeirante Raposo Tavares que destruiu as reduções de São Joaquim. Os indígenas ficaram livres dos homens brancos até que iniciou-se o povoamento luso, isto em fins do século XVIII. Posteriormente no século XIX recebeu os primeiros imigrantes italianos, a maior parte vindo da região do Vêneto. E mais tarde no século XX chegaram os primeiros imigrantes alemães.

Uma das primeiras sesmarias doadas recebeu a denominação de Rincão de Santo Antônio; Sendo Santo Padroeiro, hoje Nossa Senhora Medianeira. De acordo com o Ato Municipal n. 1 de 10 de maio de 1910, foi considerado Distrito do município de Soledade.

Em 1930, como homenagem ao ilustre político que trabalhou pela implantação da República, a denominação foi trocada para Barros Cassal. Pela Lei n. 4598 de 5 de novembro de 1963, foi elevado à categoria de município, tendo ficado com 764 km² de área, que mantém até a data atual.

Barros-cassalenses ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.