Boqueirão do Leão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Boqueirão do Leão
Bandeira de Boqueirão do Leão
Brasão de Boqueirão do Leão
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 8 de dezembro de 1987 (31 anos)
Emancipação 8 de dezembro de 1987 (31 anos)
Gentílico léo-boqueirense
Lema Mais trabalho, novas conquistas para nossa gente
CEP 95920-000
Prefeito(a) Paulo Joel Ferreira (MDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Boqueirão do Leão
Localização de Boqueirão do Leão no Rio Grande do Sul
Boqueirão do Leão está localizado em: Brasil
Boqueirão do Leão
Localização de Boqueirão do Leão no Brasil
29° 18' 14" S 52° 25' 44" O29° 18' 14" S 52° 25' 44" O
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Mesorregião Centro Oriental Rio-grandense IBGE/2008[1]
Microrregião Lajeado-Estrela IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Gramado Xavier, Canudos do Vale, Sério, Progresso, Barros Cassal, Sinimbu, Venâncio Aires
Distância até a capital 190 km
Características geográficas
Área 265,527 km² [2]
População 7 913 hab. est. IBGE/2016[3]
Densidade 29,8 hab./km²
Altitude 518 m
Clima Temperado
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,753 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 78 136,665 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 672,77 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura http://www.boqueiraodoleao.rs.gov.br
Câmara http://www.cmboqueiraodoleao.rs.gov.br/

Boqueirão do Leão é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul pertencente ao Vale do Rio Pardo.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 29º18'14" sul e a uma longitude 52º25'46" oeste, estando a uma altitude de 518 metros.

Possui uma área de 274,68 km² e sua população estimada em 2010 era de 7.673 habitantes.

Colonização[editar | editar código-fonte]

Os primeiros habitantes que se instalaram nesta região, foram os açorianos, por volta de 1800. José Francisco de Almeida foi um dos primeiros a chegar com sua família. Cerca de 120 anos depois chegaram os primeiros italianos e anos depois os castelhanos, representados pela Família Vedoy.

Chegando, encontraram uma região montanhosa, coberta por mata virgem e um relevo abrupto, com profundos vales. O distrito pertenceu a Vila Fão até 1920 e ao distrito de Progresso até 1949, e, a partir deste ano passou a pertencer ao município de Lajeado até sua independência político-administrativa em 1987.

Emancipação[editar | editar código-fonte]

A busca por tornar-se independente de Lajeado começou em 1982, quando houve a primeira tentativa de emancipação, a qual não foi a a, mas as lideranças comunitárias e o povo não desanimaram e o sonho veio a se realizar 6 anos depois.

O plebiscito realizado no dia 20 de setembro de 1987, foi favorável à Emancipação, onde 2.901 dos 3.632 eleitores votaram pelo SIM, tornando o genuíno distrito, um município, consagrado pela Lei Estadual nº 8.458, de 8 de Dezembro de 1987, com a primeira Administração Política empossada em 1º de Janeiro de 1989, Boqueirão do Leão, começou a caminhar com as próprias pernas.

Eventos[editar | editar código-fonte]

  • Expobol: A cada dois anos acontece no município a Expobol, durante a semana de aniversário do município. Há exposições, shows e diversas atrações.
  • Festa da Polenta: Outra festa tradicional na cidade é a Festa da Polenta que acontece anualmente, sempre no primeiro final de semana de julho.

Pontos Turísticos[editar | editar código-fonte]

  • Cascata do Gamelão
  • Cascata do Perau da Nega
  • Cascata Fischer
  • Cascata de Colônia Jardim
  • Pinheirão
  • Gruta do Hospital
  • Cassarão
  • Moinho

Outros acontecimentos[editar | editar código-fonte]

Boqueirão do Leão é rodeado por mata nativa e lindos pontos turísticos. No entanto, não possui acesso asfáltico. A reivindicação por parte dos moradores é de longa data.

Em 24 de janeiro de 2017 uma aposta de Boqueirão do Leão leva mais de R$ 17 milhões na Timemania. A aposta foi feita na lotérica Pé Quente, única casa de apostas das cidade.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativas populacionais para os municípios e para as Unidades da Federação brasileiros em 01.07.2016» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 22 de junho de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.