Boqueirão do Leão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Boqueirão do Leão
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Boqueirão do Leão
Bandeira
Brasão de armas de Boqueirão do Leão
Brasão de armas
Hino
Lema Mais trabalho, novas conquistas para nossa gente
Gentílico léo-boqueirense
Localização
Localização de Boqueirão do Leão no Rio Grande do Sul
Localização de Boqueirão do Leão no Rio Grande do Sul
Boqueirão do Leão está localizado em: Brasil
Boqueirão do Leão
Localização de Boqueirão do Leão no Brasil
Mapa de Boqueirão do Leão
Coordenadas 29° 18' 14" S 52° 25' 44" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Gramado Xavier, Canudos do Vale, Sério, Progresso, Barros Cassal, Sinimbu, Venâncio Aires
Distância até a capital 190 km
História
Emancipação 8 de dezembro de 1987 (32 anos)
Aniversário 8 de dezembro de 1987 (32 anos)
Administração
Prefeito(a) Paulo Joel Ferreira (MDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 265,527 km²
População total (est. IBGE/2016[2]) 7 913 hab.
Densidade 29,8 hab./km²
Clima Temperado
Altitude 518 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 95920-000
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,753 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 78 136,665 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 9 672,77
http://www.boqueiraodoleao.rs.gov.br (Prefeitura)
http://www.cmboqueiraodoleao.rs.gov.br/ (Câmara)

Boqueirão do Leão é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul pertencente ao Vale do Rio Pardo.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 29º18'14" sul e a uma longitude 52º25'46" oeste, estando a uma altitude de 518 metros.

Possui uma área de 274,68 km² e sua população estimada em 2010 era de 7.673 habitantes.

Colonização[editar | editar código-fonte]

Os primeiros habitantes que se instalaram nesta região, foram os açorianos, por volta de 1800. José Francisco de Almeida foi um dos primeiros a chegar com sua família. Cerca de 120 anos depois chegaram os primeiros italianos e anos depois os castelhanos, representados pela Família Vedoy.

Chegando, encontraram uma região montanhosa, coberta por mata virgem e um relevo abrupto, com profundos vales. O distrito pertenceu a Vila Fão até 1920 e ao distrito de Progresso até 1949, e, a partir deste ano passou a pertencer ao município de Lajeado até sua independência político-administrativa em 1987.

Emancipação[editar | editar código-fonte]

A busca por tornar-se independente de Lajeado começou em 1982, quando houve a primeira tentativa de emancipação, a qual não foi a a, mas as lideranças comunitárias e o povo não desanimaram e o sonho veio a se realizar 6 anos depois.

O plebiscito realizado no dia 20 de setembro de 1987, foi favorável à Emancipação, onde 2.901 dos 3.632 eleitores votaram pelo SIM, tornando o genuíno distrito, um município, consagrado pela Lei Estadual nº 8.458, de 8 de Dezembro de 1987, com a primeira Administração Política empossada em 1º de Janeiro de 1989, Boqueirão do Leão, começou a caminhar com as próprias pernas.

Eventos[editar | editar código-fonte]

  • Expobol: A cada dois anos acontece no município a Expobol, durante a semana de aniversário do município. Há exposições, shows e diversas atrações.
  • Festa da Polenta: Outra festa tradicional na cidade é a Festa da Polenta que acontece anualmente, sempre no primeiro final de semana de julho.

Pontos Turísticos[editar | editar código-fonte]

  • Cascata do Gamelão
  • Cascata do Perau da Nega
  • Cascata Fischer
  • Cascata de Colônia Jardim
  • Pinheirão
  • Gruta do Hospital
  • Cassarão
  • Moinho

Outros acontecimentos[editar | editar código-fonte]

Boqueirão do Leão é rodeado por mata nativa e lindos pontos turísticos. No entanto, não possui acesso asfáltico. A reivindicação por parte dos moradores é de longa data.

Em 24 de janeiro de 2017 uma aposta de Boqueirão do Leão leva mais de R$ 17 milhões na Timemania. A aposta foi feita na lotérica Pé Quente, única casa de apostas das cidade.

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Estimativas populacionais para os municípios e para as Unidades da Federação brasileiros em 01.07.2016» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 22 de junho de 2017 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.