Benfica (Fortaleza)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Benfica
  Bairro do Brasil  
Casa de Cultura Alemã da UFC
Casa de Cultura Alemã da UFC
Mapa da cidade de Fortaleza com destaque para o bairro Benfica
Mapa da cidade de Fortaleza com destaque para o bairro Benfica
Unidade federativa Bandeira do Ceará.svg Ceará
Distrito Secretaria Executiva Regional (SER) II
Município Fortaleza
Limites Norte: Centro Histórico de Fortaleza
Sul: Gentilândia
Leste: José Bonifácio e Bairro de Fátima
Oeste: Otávio Bonfim
Subprefeitura Secretaria Executiva Regional (SER) II
Fonte: Não disponível


O Benfica é um bairro histórico localizado na região central da cidade de Fortaleza, capital do estado do Ceará, localizado em sua Secretaria Executiva Regional IV. É o bairro que possui duas avenidas de grande movimentação em direção ao Centro da capital: a Avenida Carapinima (onde se localiza um shopping que contém o mesmo nome do bairro) e a Avenida da Universidade (nome herdado da Universidade Federal do Ceará, que ali construiu o seu Centro de Humanidades e vários de seus prédios). Antigamente, toda a área que hoje faz parte do bairro Gentilândia pertenceu ao bairro Benfica, mas, em 2009, essa parte foi desmembrada e virou um bairro independente.[1][2][3]

Corredor Cultural do Benfica[editar | editar código-fonte]

O Bairro Benfica é reconhecido por resguardar um amplo complexo cultural que abriga o Campus do Benfica da Universidade Federal do Ceará – incluindo importantes equipamentos como o Museu de Arte da UFC (MAUC), o Teatro Universitário, a Concha Acústica e Auditório da Reitoria, a Casa Amarela Eusélio Oliveira, a Imprensa Universitária e a Rádio Universitária -, além de outras instituições educacionais públicas e privadas, como o Conservatório de Música Alberto Nepomuceno, o Teatro Chico Anysio, a Biblioteca Pública Dolor Barreira, além de feiras, livrarias, praças, igrejas, grupos, coletivos e artistas.[4][5][6][7][8]

De setembro a dezembro, o projeto otimiza o uso do aparato cultural da região, em benefício de toda a população, gerando oportunidades no campo social, formativo, econômico, ambiental e criando novos palcos para apresentações artísticas, por meio de uma ampla, diversa e democrática programação cultural.[9][10]

Assim, o Corredor Cultural do Benfica traz programação diversificada voltada para toda a família e repleta de música, dança, teatro, esportes, gastronomia, artes plásticas, feiras e oficinas, dentre outras atividades para várias faixas etárias de público.[11]

Referências

  1. «Mapa dos bairros de Fortaleza». www.ceara.com.br. Consultado em 9 de setembro de 2018. 
  2. «O Velho Bairro do Benfica». www.fortalezaemfotos.com.br. Consultado em 9 de setembro de 2018. 
  3. Jucá, Gisafran Nazareno Mota (2000). Verso e reverso do perfil urbano de Fortaleza, 1945-1960. [S.l.]: Annablume. ISBN 9788574191430 
  4. «Corredor Cultural do Benfica». www.corredorculturalbenfica.com. Consultado em 9 de setembro de 2018. 
  5. «Bairros de Fortaleza: Benfica». www.fortalezaemfotos.com.br. Consultado em 9 de setembro de 2018. 
  6. Rodrigues, Kadma Marques (2002). Barrica: o gesto que entrelaça história e vida. [S.l.]: Annablume. ISBN 9788574192963 
  7. Antologia de contos cearenses. [S.l.]: Fundação de Cultura, Esporte e Turismo. 2004. ISBN 9788574850481 
  8. Roteiro sentimental de Fortaleza: depoimentos de história oral, Moreira Campos, Antônio Girão Barroso, José Barros Maia ; coordenação de Simone de Souza e Sebastião Rogério Ponte ; prefácio de José Carlos Sebe Bom Meihy ; depoimentos transcriados por Caterina de Saboya Oliveira, Oswald Barroso e Sebastião Rogério Ponte. [S.l.]: UFC-NUDOC. 1996 
  9. Online, O POVO. «Atividades do Corredor Cultural do Benfica começam sábado». www.opovo.com.br. Consultado em 9 de setembro de 2018. 
  10. Online, O POVO. «Segunda edição do Corredor Cultural do Benfica terá show de Marcos Lessa». www.opovo.com.br. Consultado em 9 de setembro de 2018. 
  11. «Mostrando itens por tag: Corredor Cultural do Benfica». www.fortaleza.ce.gov.br. Consultado em 9 de setembro de 2018.