Big Mistake

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Big Mistake"
Single de Natalie Imbruglia
do álbum Left of the Middle
Lançamento Reino Unido 2 de Março de 1998
Formato(s) CD single
Gênero(s) Rock
Duração 4:35
Gravadora(s) RCA
Composição Mark Goldenberg / Natalie Imbruglia
Cronologia de singles de Natalie Imbruglia
"Torn"
(1997)
"Wishing I Was There" (1998)

"Big Mistake" foi o segundo single tirado do álbum de estreia da cantora australiana Natalie Imbruglia, intitulado Left of the Middle.

O compacto foi lançado em 1998 e atingiu o #2 da parada britânica na semana de seu lançamento. O single também chegou ao #6 da parada australiana, garantindo um segundo sucesso da cantora nas rádios.[1]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O videoclipe da música foi gravado em janeiro de 1998, em Barcelona, dirigido por Alison McLean,[2] responsável pelo clipe anterior da cantora, "Torn".

No vídeo, Natalie está sendo perseguida por um ex-namorado atrapalhado por uma rua da cidade, enquanto canta raivosamente a música. Uma série de acontecimentos se desenrolam durante o clipe, culminando com a fuga da cantora na carroceria de uma caminhonete.

CD Single[editar | editar código-fonte]

Reino Unido CD 1

  1. "Big Mistake"
  2. "Something Better"
  3. "Torn" (Acoustic MTV Unplugged)

Inclui videoclipe em CD-ROM

Reino Unido CD 2

  1. "Big Mistake"
  2. "I've Been Watching You"
  3. "Tomorrow Morning"

Inclui 3 cartões fotográficos

Austrália

  1. "Big Mistake"
  2. "Torn" (Acoustic MTV Unplugged)
  3. "Something Better"
  4. "Tomorrow Morning"

Paradas[editar | editar código-fonte]

Parada (1998) Posição
Austrália (ARIA Charts) 6
Bélgica (Ultratop 50) 19
Holanda (Dutch Top 40) 43
Irlanda (IRMA) 17
Itália (FIMI) 11
Nova Zelândia (RIANZ) 19
Reino Unido (UK Singles Chart) 2
Suécia (Sverigetopplistan) 24

Ao Vivo[editar | editar código-fonte]

Uma versão ao vivo na MTV da música foi incluída como faixa bônus no single de "Wishing I Was There" de Natalie, lançado no mesmo ano.

A canção costuma ser incluída em todas as turnês da cantora, sendo geralmente a música que encerra as suas apresentações.

Referências

  1. Australian Charts (em inglês) Pesquisa em 03/08/14
  2. Raskin, Richard. "An interview with Alison Maclean on Kitchen Sink". P.O.V. Aarhus University. 11 de abril de 1998. Acessado em 23 de outubro de 2009.