Bones (rapper)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Elmo Kennedy O'Connor,[1] conhecido profissionalmente como Bones, é um rapper estadunidense, de Muir Beach, California.[2] Ele é notável pelo seu jeito frenético com que produz musicas, tendo lançando mais de 60 mixtapes[3][4] e 100 videoclipes desde 2011, além de sua resistência em entrar em uma gravadora, assim se fazendo um ícone do movimento Cloud rap.[2][5]

Vida e Carreira[editar | editar código-fonte]

Elmo Kennedy O'Connor nasceu no dia 11 de janeiro de 1994, em Muir Beach, California. Sua mãe é designer de moda e seu pai é web designer. Seu avô, Robert Culp, era ator. Bones ainda tem um irmão e empresario da atual TeamSESH, Elliott O'Connor. Bones sempre demonstra muito amor por seus familiares. Não se tem muitas informações sobre sua vida em Muir Beach, mas se sabe que enquanto viveu la, Elmo era feliz, e não se questionava sobre a vida possuir lado bom ou ruim, mesmo vivendo apenas com família e amigos, todos sem dinheiro.

Quando Elmo completou 7 anos (2001), ele e sua família se mudaram para Howell, Mchigan. A partir daí, ele começou a questionar se a vida era boa ou ruim. Ele descreve o lugar como um lugar qualquer - típico, entediante - onde as crianças raspam a cabeça no verão. Quando entrou na sexta série, ele levou uma surra de dois valentões da oitava série, por estar vestido como um rapper, o que não era nada comum por lá, mesmo estando a 45 minutos de Detroit. Bones conta que em Michigan, os pais de todo mundo eram caçadores, e eles eram todos racistas, ou falsos racistas. Ele descreve as pessoas e esse racismo de lá, como hilário, ridículo e nojento.

Um mês após completar 9 anos, seu pai fez aniversário, e comprou um computador antigo da Apple. Foi aí que Elmo começou a fazer músicas. O primeiro programa que ele usou foi o garage band. Ele explica que baixava beats prontos, baixava instrumentos e "hooks" de outros artistas da internet, e fazia "rimas de merda" - como ele mesmo diz na entrevista para o site Dazed. Conta que fez muitas musicas engraçadas, já que ele tinha a voz de um garoto de nove anos de idade.

Bones diz ter influências de Marvin Gaye, Earth Wind and Fire, Bootsy Collins, Stevie Nicks e Joni Mitchell. Ele conta que escutava isso e pensava que gostava porque seus pais gostavam, mas quando fez 10 anos, percebeu que amava essas musicas. Bones diz que herdou um ótimo gosto musical de seus pais. Bones diz amar muito seus pais, e que eles sempre o apoiaram muito em sua vida e carreira.

Quando completou 16 anos, Bones saiu da escola, e foi morar com seu irmão Elliott em Los Angeles, fato esse que ele conta em várias músicas, como algo atrevido. Bones cria um pensamento de que a sociedade nos impõe que devemos estudar e ter empregos comuns, e quando você tem um sonho, como o de Bones de ganhar a vida fazendo musicas, é algo muito arriscado e que não vale a pena tentar, e se você tentar será mal visto por todos e não terá apoio da maioria das pessoas. Bones cria muitas filosofias em suas letras, tendo sempre ótimas letras em suas músicas, sempre muito interpretativas, possuindo vários sentidos. Isso difere Bones da grande maioria dos cantores atuais, suas letras são muito bem elaboradas.

Bones começou a produzir musicas para a internet em 2010, sobre o nome de Th@ Kid. Cousin Eddie (2010), foi seu primeiro album. Desde o início, Bones teve um jeito único em tudo, tanto na forma com que produz música - lançando 15 projetos em 2011 e um de seus projetos de 2012, WhiteRapper, possui 50 musicas - como na forma com que canta - Bones alcança vários tons em sua voz em uma mesma musica, e desde que começou a lançar musicas, ele usa os "screams", ou screamo em suas musicas e shows com frequência, algo que simplesmente não existia no mundo do rap, onde ele começou - nas letras e na atmosfera que ele cria em suas musicas. Em uma entrevista com Xavier Wulf - grande amigo de Bones - Wulf conta que quando entrou no SoundCloud, não existiam SoundCloud rappers, ele foi o primeiro. Conta também que mostrou o site a seus três amigos: Chris Travis, Eddy Baker e Bones - os quatro formam os SESHOLLOWATERBOYS, e além de grandes amigos, fazem shows e músicas juntos - mostrando que são os pioneiros do SoundCloud, o que pode ser confirmado em várias outras fontes. Os álbuns mais antigos de Bones, podem ser encontrados no youtube, em contas não oficiais. Alguns álbuns de 2012 e 2013 podem ser encontrados em seu bandcamp (https://thatkidmusic.bandcamp.com/), e, os álbuns á partir de CREEP (2013), podem ser encontrados no site oficial (https://bones.sesh.team/). Até hoje, Bones segue com o ritmo frenético com que lança musicas, sem nunca perder a qualidade dos beats, das letras e da atmosfera que ele cria nas musicas.

Bones começou a lançar vídeos para o youtube em 2012, e seu primeiro vídeo já possuí uma atmosfera sombria, "lo-fi" - não só nos vídeos mas nas musicas também. Seu primeiro vídeo foi gravado em uma câmera VHS, e até hoje faz muitos vídeos em VHS. Bones foi pioneiro na gravação de vídeo clipes com câmeras VHS, o que foi muito popular, e é até hoje.

Quando sua musica começou a ficar famosa, veio o interesse das gravadoras. Mas até hoje, Bones segue independente. "All the people that are big and making so much money off music are such dickheads. Everyone. Seriously, everyone." Essa é uma frase que Bones disse em uma entrevista, que traduzida significa: "Todos que fazem muito dinheiro com musica, são uns idiotas. Todos. Sério, todos." Não existem músicas do Bones no ITunes ou em qualquer outro aplicativo pago, todas suas musicas são grátis. Seus álbuns, á partir de Lame com Xavier Wulf (2013), estão disponíveis para download no site oficial (https://bones.sesh.team/).

Bones diz nunca ter anotado letras e rimas para tentar fazer uma musica depois. Ele diz que não tem segredo, ele não anota letras num caderno para tentar gravar dias depois, ele apenas pega o microfone e cria suas musicas, pensando nas rimas e no ritmo na hora da gravação.

Em 2013, Bones fundou a TeamSESH, um grupo de músicos formado, inicialmente por ele, seu irmão Elliott como empresario, e Vegard Veslelia e Drew The Architect, dois produtores musicais. Hoje, a TeamSESH possuí vários membros, como Rozz Dyliams, Cat Soup, Drip-133, GhostNGhoul, Curtis Heron, Tyrus Creek, BGI, Jesus, divididos entre produtores musicais da TeamSESH, produtores visuais da SESHDIGITAL, e fotógrafos da TeamSESH.

ASAP Rock usou o "hook" da sua musica Dirt do álbum SCUMBAG (2013) na sua música Canal.St em 2015, mesmo ano em que Bones apareceu num show do ASAP para cantar o "hook" da música. Dirt é um dos "hits" de Bones, junto com HDMI do álbum Rotten (2014), Sixteen do álbum DeadBoy (2014), Corduroy do álbum Garbage (2014) e RestInPeace do álbum USELESS (2016).

Bones desde que fundou a TeamSESH, tem lançado frequentemente roupas em sua loja virtual (http://teamsesh.bigcartel.com/). Todas as roupas lançadas são sobre a marca da TeamSESH, feitas com materiais de alta qualidade, como os próprios clientes afirmam. Bones lançou até mesmo um tênis, o SESH CREEP Sneaker, que esgotou no mesmo dia em que lançou. Bones continua lançando vários modelos novos de camisetas, jaquetas, bermudas, toucas, bonés e até mesmo bolsas, além das caixas surpresas, e ele pretende lançar mais tênis. As CREEP Boots e a TeenWitch Boots já foram criadas, a primeira não se sabe porque não foi lançada, e a segunda ainda não foi lançada pois Bones disse em um tweet que o estoque do couro vegetal havia acabado. Existe também o El Trainer V1, que já foi criado e ainda não foi lançado, e uma versão preta do CREEP Sneaker, que também não foi lançada. A TeamSESH possui um "armazém", que também é como um escritório, onde todas as roupas já criadas são guardadas, e onde as encomendas são enviadas. Existe um vídeo que mostra o armazém, um dos episódios da série El and Ed, que consiste numa série de vídeos mostrando momentos de Elliott O'Connor e de Eddy Baker.

Bones não pode ser julgado como rapper, pois seu estilo abrange, praticamente, todos os estilos musicais. Podemos ver essa variedade em musicas como Gravel e Shampoo do álbum CRACKER (2013), JazzDads,TakeOne e ICanSeeMyHouseFromHere do álbum Powder (2015) e YouKnowIWantYou e ContinueWithoutSaving? do álbum UNRENDERED (2017), além de seus projetos secundários, surrenderdorothy e OREGONTRAIL com Greaf (membro da TeamSESH) e o Ricky a Go Go, que estão ativos até hoje. Seu estilo é totalmente único, é um gênero novo. Baixando os álbuns no site oficial da TeamSESH (https://bones.sesh.team/), as musicas são classificadas no gênero "SESH".

Atualmente, Bones mora em Glendale, California, numa enorme mansão que adquiriu recentemente, tem um tour programado para 2018, o DeadBoy Tour (http://bonesontour.com/), onde ele irá fazer shows em várias cidades européias, incluindo 3 cidades russas (Bones tem muitos seguidores russos, inclusive, existia uma conta falsa russa do Bones no VK com mais de 300 mil seguidores. Atualmente Bones tem uma conta oficial no VK, e está sempre twetando e postando fotos com legendas em russo). Não existem confirmações, mas Bones disse em um tweet que iria para o Brasil após o DeadBoy Tour, mas logo em seguida apagou o tweet, como de costume. Desde janeiro, até novembro de 2017, Bones já lançou 5 álbuns (DISGRACE, UNRENDERED, NoRedeemingQualities, FAILURE e NetworkUnknown), e acredita-se que irá lançar um álbum com Xavier Wulf (Krater's Atlas) ainda esse ano. Bones criou recentemente o SESHApp, disponível atualmente para o sistema IOS. Ele é basicamente o SESHstation, que é uma espécie de rádio online com todas as musicas dos membros do TeamSESH (https://radio.sesh.team/), porém em forma de aplicativo, inicialmente para IOS, mas já estão trabalhando na versão para android.

Bones atualmente namora Samantha Strysko. Na verdade, seu namoro não é oficial, pois nem ele nem ela disseram alguma vez que estão namorando, mas existem várias fotos que provam que eles são namorados, Sam está com Bones sempre, e na entrevista para o Dazed, diz que Sam é a namorada de Bones. Bones a conheceu a muito tempo, seu irmão a introduziu a ele na Disneyland a alguns anos atrás, não se sabe ao certo quando, mas existem fotos de Bones e Sam juntos datadas de 2013. Bones não diz muito sobre as mulheres que amou, mas se sabe, por causa da música Gravel do álbum CRACKER (2013), que Bones era apaixonado por Fifty Grand, que era uma mulher, mas em 2014, ela se submeteu a uma cirurgia de mudança de sexo, e atualmente é um homem, membro da TeamSESH.

Personalidade

Bones é vegano. Em 2015, ele lançou o álbum Powder. Com 28 musicas, o tema do álbum é como as pessoas se matam comendo, entre outros assuntos. Bones também tem um projeto a favor da natureza, o Support Trees, um projeto que arrecada fundos para plantar árvores, com o slogan "TREES DONT NEED US WE NEED THEM", que significa "As árvores não precisam de nós, nós precisamos delas".

Bones tem o costume de apagar seus tweets, e isso gera muita polêmica entre os fãs, quando Bones tweeta algo ofensivo para algum outro rapper e depois apaga o tweet, ignorando totalmente a resposta do rapper em questão.

Bones diz ser o único que realmente não da a mínima para o que os outros pensam. Ele só se importa com a musica. Os cantores, principalmente rappers, tem o costume de falar que não se importam com nada, mas Bones diz ser o único que não se importa. Em uma recente entrevista para o site Dazed, o entrevistador pergunta se ele se considera um pioneiro. Ele responde que não, ele não se acha um pioneiro, ele diz que ele apenas é o único que não da a mínima em ser chamado de pioneiro. Complementa dizendo que ele não se importa com nada, apenas com a musica.

Bones possuí uma personalidade muito questionadora, sempre questionando-se sobre a vida e procurando respostas para suas perguntas. Suas musicas mostram muitas de suas fases conturbadas e suas filosofias de vida. Uma de suas maiores filosofias é sobre o uso de drogas prescritas, que é muito popular hoje entre os rappers. Bones diz que a tristeza é um sentimento normal. Todos somos seres humanos e temos sentimento, e Bones acha que não devemos fugir de nossos sentimento usando remédios. Sua maior filosofia reflete muito em sua vida, pois fala sobre os sonhos das pessoas, que estão sempre sendo destruídos na sociedade em que vivemos. Bones sempre diz que você nunca saberá se algo dará certo sem tentar, e ele mesmo é um grande exemplo disso. Ele diz que a hora é agora, só vivemos uma vez, então temos que fazer valer a pena.

Bones sempre usa os termos DeadBoy, Skinny, WhitePimp e alguns nomes pejorativos, como USELESS, SCUMBAG e worthless. Ele está sempre se referindo como um erro, algo ruim como ele diz na musica MyBiggestEnemyHasAlwaysBeenMyself do álbum PaidProgramming2 (2016), que significa "meu maior inimigo sempre foi eu mesmo".

Discografia[editar | editar código-fonte]

Albums[editar | editar código-fonte]

como Th@ Kid
  • Cousin Eddie (2010)
  • Stifler (2011)
  • Strictly for the Ratz (2011)
  • Dreamcatcher. (2011)
  • Ratboy (2011)
  • The Good Ratz (2011)
  • Knucklehead (2011)
  • Team Sesh (2011)
  • AttaBoy (2011)
  • Stay Golden (2011)
  • RatLyfe (2011)
  • Holy Smokes (2011)
  • ADayAtTheGetty (2011)
  • Midnight: 12 AM (2011)
  • Howell (2011)
  • Locals Only (2011)
  • YoungDumbFuck (2012)
  • Foolsgold (2012)
  • WhiteRapper (2012)
  • TypicalRapShit (2012)
  • BlackNWhite (2012) com Grandmilly
como Bones
  • Bones (2012)
  • 1MillionBlunts (2012)
  • LivingLegend (2013)
  • Saturn (2013)
  • Teenager (2013)
  • ダサい (2013) com Xavier Wulf
  • Creep (2013)
  • Scumbag (2013)
  • Cracker (2013)
  • PaidProgramming (2013)
  • UndergroundGods (2013) com Nasty Matt
  • DeadBoy (2014)
  • TeenWitch (2014)
  • Garbage (2014)
  • Skinny (2014)
  • Rotten (2014)
  • SongsThatRemindYouOfHome (2015) com Dylan Ross
  • Powder (2015)
  • Banshee (2015)
  • HermitOfEastGrandRiver (2015)
  • Useless (2016)
  • PaidProgramming2 (2016)
  • GoodForNothing (2016)
  • SoftwareUpdate1.0 (2016)
  • Disgrace (2017)
  • Unrendered (2017)
  • NoRedeemingQualities (2017)
  • Failure (2017)
  • NetworkUnknown (2017)
  • Carcass (2018)
  • Krater's Atlas (em breve) com Xavier Wulf
  • TheManInTheRadiator (em breve)
como Surrenderdorothy
  • Wenenveraskedforthis (2014)
  • Nobodywantsme (2014)
  • Itstheleastwecando (2015)
  • Itsthethoughtthatcounts (2015)
  • breathingexercise (2018)

Singles[editar | editar código-fonte]

como Bones
  • IGotABMXBikeButImNotVeryGood com Xavier Wulf
  • WeDontBelieveYou com Xavier Wulf & Chris Travis
  • Sv_Lan0 com Drip-133
  • Blur
  • LongTimeNoSee
  • TheDayYouLeaveThisPlanetNobodyWillNotice
  • SteveWilkosThrowsChair.mp4
  • WhatAShame
  • RigorMortis
  • OhNo!
como Surrenderdorothy
  • whatcouldpossiblygowrong
  • Illgettothebottomofthis
  • Suddenlyeverywordmadesense
  • Sittinginthecar
  • Noplacelikehome
  • Sometimes,idontunderstand
  • Whatgreateyesyouhave
como OREGONTRAIL
  • GOODBYE FOR NOW
  • IF ALL ELSE FAILS
  • WE HAVE BEEN KEEPING BUSY
  • I ADMIT, IT HAS NOT BEEN EASY
  • TILL THE WHITES OF MY EYES DRY OUT
como Ricky a Go Go
  • Stranger
  • Every Night
  • The Whisper Of Sweet Nothings
  • You Are My Everything
  • On The Run
  • YouKnowIWantYou (feat. Bones)

Extended plays[editar | editar código-fonte]

  • Caves (2013) com Xavier Wulf
  • SeaBeds (2014) com Chris Travis
  • SoThereWeStood (2015)
  • YouShouldHaveSeenYourFace (2015)
  • HateToBreakItToYou (2015) com Drip-133
  • Frayed (2015)
  • Slán (2016) com Cat Soup & Drew the Architect
  • You Are All To Blame (2016) com TeamSesh
  • Augmented (2018)
  • PermanentFrown (2018) com Curtis Heron
  • Aparições com outros artistas[editar | editar código-fonte]

    Título Ano Artista(s) Álbum
    "Everything" 2013 Mr. Sisco Smoke Mix '94
    "Living in '93" Grandmilly BVNDVNVZ II
    "Graveyard Shift" Roy, Wierdough Beach$ideGoon
    "Maple $yrup" 2014 $UICIDEBOY$ "KILL YOURSELF Part I: The $uicide Saga"
    "Canal St." 2015 A$AP Rocky AT.LONG.LAST.A$AP
    "We Up" 2016 Chris Travis The Ruined
    "Last Time I Checked" 2017 RiFF RAFF, DJ Afterthought Aquaberry Aquarius
    "Everything You Said" Chris Travis Forgive Me
    ''Unscathed''

    ''DidYouHearTheRoadsAreClosed''

    2018 Xavier Wulf Greatest Hits, Pt. 1
    Chaos Castle 2018 Xavier Wulf East Memphis Maniac

    Referências

    1. «Inside Game: Bones and the weird world of internet rap». San Antonio Current. 10 de junho de 2014. Consultado em 13 de março de 2015. 
    2. a b «L.A. Rapper Bones Has Some of the Eeriest Videos in the Music Business, and a Sound All His Own». LA Weekly. Janeiro de 2014. Consultado em 12 de março de 2015. 
    3. «BONES aka "Th@ Kid" Complete Discography (All Albums, Mixtapes, Etc.) FREE DOWNLOAD». Blogspot. 10 de junho de 2014. Consultado em 12 de março de 2015. 
    4. «How Bones Built A Cult Rap Community». The FADER. Consultado em 4 de fevereiro de 2016. 
    5. «RECRUITED: Bones». The Masked Gorilla. 20 de janeiro de 2014. Consultado em 13 de março de 2015.