Brent Renaud

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Brent Renaud
Nascimento 2 de outubro de 1971
Memphis, Estados Unidos
Morte 13 de março de 2022 (50 anos)
Irpin, Ucrânia
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação jornalista, fotógrafo, cineasta, fotógrafo de guerra
Prêmios
Obras destacadas Warrior Champions: From Baghdad to Beijing
Causa da morte Perfuração por arma de fogo
Página oficial
https://www.renaudbrothers.com

Brent Renaud (Memphis, 2 de outubro de 1971Irpin, 13 de março de 2022) foi um jornalista, escritor e fotojornalista americano. Brent trabalhou com seu irmão, Craig Renaud, para produzir filmes para canais como HBO e Vice News. Ele também foi um ex-funcionário do The New York Times. Autoridades ucranianas, em 13 de março de 2022, comunicaram que Renaud havia sido morto em um subúrbio próximo de Kiev, enquanto cobria a invasão russa na Ucrânia.[1]

Vida e carreira[editar | editar código-fonte]

Renaud viveu e trabalhou em Nova York e Little Rock, Arkansas.[2][3] Em cooperação com seu irmão Craig, Brent Renaud produziu uma série de filmes e programas de televisão, principalmente com foco em histórias humanísticas dos pontos quentes do mundo. Eles cobriram as guerras no Iraque e no Afeganistão, o terremoto de 2010 no Haiti, as crises políticas no Egito e na Líbia, os conflitos na África, a guerra às drogas no México e a crise dos refugiados na América Central.[4] Eles ganharam vários prêmios em televisão e jornalismo, incluindo um Peabody Award em 2015, por sua série de vídeos "Last Chance High".[5] Os irmãos dirigiram o documentário Meth Storm, lançado em 2017 pela HBO Documentary Films.[6] Em 2019, Renaud foi nomeado professor visitante na Universidade do Arkansas.[7]

Morte[editar | editar código-fonte]

Renaud foi baleado e morto por soldados russos em Irpin, Ucrânia, enquanto cobria a invasão russa da Ucrânia em 2022.[8][9] Dois outros jornalistas ficaram feridos e foram levados ao hospital. Um deles, Juan Arredondo, compartilhou mais tarde nas redes sociais, que um grupo de jornalistas estava filmando civis evacuando por uma das pontes em Irpen, quando os soldados russos os atacaram e atiraram em Renaud no pescoço.[10]

Foi a primeira morte relatada de um jornalista estrangeiro na guerra de 2022 na Ucrânia.[11]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Warrior Champions: From Baghdad to Beijing, documentário dirigido por Brent e Craig Renaud. [12]

Referências

  1. «Quem era Brent Renaud, jornalista americano morto na Ucrânia». G1. Consultado em 13 de março de 2022 
  2. «Brent Renaud Archives». Nieman Reports (em inglês). Consultado em 13 de março de 2022 
  3. «Renaud Brothers | Bio». renaudbrothers (em inglês). Consultado em 13 de março de 2022 
  4. «Renaud Brothers | Bio». renaudbrothers (em inglês). Consultado em 13 de março de 2022 
  5. Millar, Lindsey (20 de abril de 2015). «Renaud brothers win Peabody for 'Last Chance High'». Arkansas Times (em inglês). Consultado em 13 de março de 2022 
  6. Revier, Kevin (12 de fevereiro de 2018). «Film review: Craig Renaud and Brent Renaud (dirs.), Meth Storm». Crime, Media, Culture: An International Journal (3): 511–513. ISSN 1741-6590. doi:10.1177/1741659018756931. Consultado em 13 de março de 2022 
  7. «Feature Filmmaker Appointed Visiting Professor». University of Arkansas News (em inglês). Consultado em 13 de março de 2022 
  8. «Award-winning US filmmaker Brent Renaud killed by Russian forces in Ukraine». The Independent (em inglês). 13 de março de 2022. Consultado em 13 de março de 2022 
  9. Schwirtz, Michael (13 de março de 2022). «Brent Renaud, an American journalist, is killed in Ukraine.». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 13 de março de 2022 
  10. «Ukraine war: Missiles hit military site near western city of Lviv». BBC News (em inglês). Consultado em 13 de março de 2022 
  11. «Ukraine war: Missiles hit military site near western city of Lviv». BBC News (em inglês). Consultado em 13 de março de 2022 
  12. «Stockton to host screening of 'Warrior Champions: From Baghdad to Beijing'». NJ.com