Córrego da Traição

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Córrego da Traição
Foz rio Pinheiros
País(es)  Brasil
País(es) da
bacia hidrográfica
 Brasil

O córrego da Traição é um curso d'água do município de São Paulo, no estado de São Paulo, no Brasil. Ele deságua no rio Pinheiros, próximo à Usina da Traição. Atualmente, encontra-se canalizado. Sobre ele, foi construída a Avenida dos Bandeirantes.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O único caminho que ligava o povoado de Santo Amaro à atual capital do estado (São Paulo) cruzava o curso d'água hoje denominado córrego da Traição, no qual postavam-se bandidos que assaltavam as caravanas de burros que por ali passavam.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Existem várias explicações para a origem do nome do córrego. Numa delas, o nome teria sido dado em função de, no local, o bandeirante Borba Gato (1649-1718) ter supostamente sofrido uma emboscada armada por seu próprio filho, em razão de maus-tratos sofridos por este pelo pai.[2] Outra hipótese diz que o córrego da Traição ganhou esse nome em razão de um assassinato. Dois portugueses, compadres entre si e sócios em negócios, teriam tido desavenças e um teria matado o outro numa emboscada perto da nascente do córrego, no alto da avenida dos Bandeirantes. No local, já houve uma padaria com o curioso nome de "Rainha da Traição", onde, hoje, há uma lanchonete da Rede Graal.

Referências

  1. Estrada de Santo Amaro. Disponível em http://www.estacoesferroviarias.com.br/avenidas/velhas%20estradas/santoamaro.htm. Acesso em 2 de agosto de 2016.
  2. O bairro de Moema. Disponível em http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/upload/moema_1285687682.pdf. Acesso em 2 de agosto de 2016.
Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.