Caesar Rodney

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Caesar Rodney
Nascimento 7 de outubro de 1728
Condado de Kent
Morte 26 de junho de 1784 (55 anos)
Condado de Kent
Residência Condado de Kent
Sepultamento Delaware
Cidadania Estados Unidos
Irmão(s) Thomas Rodney
Ocupação advogado, político
Causa da morte câncer de pele
Assinatura
C Rodney Signature.svg

Caesar Rodney (7 de outubro de 1728 - 26 de junho de 1784) [1] foi um advogado e político americano, natural de St. Jones Neck em Dover Hundred, Kent County, Delaware, a leste de Dover . Foi oficial da milícia do Delaware durante a Guerra Franco-Indígenarança e a Revolução Americana, foi representante do Delaware no Congresso Continental, foi um dos signatários da Declaração de Independência e presidente do Delaware durante a Revolução Americana.

Revolução Americana[editar | editar código-fonte]

Estátua de,Caesar, Rodney

Rodney foi eleito para a Assembleia do Delaware na sessão de 1761/62, e manteve-se como representante até à sessão de 1775/76. Com Thomas McKean, foi delegado ao Congresso da Lei do Selo (Stamp Act), em 1765, e líder do Comité de Correspondência do Delaware.[2] Presidiu por diversas vezes à Assembleia do seu Estado, incluindo na importante sessão do dia 15 de junho de 1776, quando "com Rodney na presidência e Thomas McKean liderando o debate no plenário", a Assembleia do Delaware votou pelo corte de todos os laços com o Parlamento britânico e com o rei.[3]

Caesar Rodney na moeda de 25 cêntimos do Estado de Delaware, de 1999.

Rodney participou também no Congresso Continental, como delegado do Delaware, em conjunto com Thomas McKean e George Read, de 1774 a 1776.[4] Rodney estava em Dover quando Thomas McKean lhe escreveu a informá-lo de que ele e Read estavam num impasse quanto ao voto pela independência. Read estava contra ao passo qye McKean era a favor. Para quebrar o impasse, no dia 1 de julho de 177, Rodney cavalgou mais de 120 quilómetros durante a noite, enfrentando uma terrível tempestade. Chegou a Filadélfia no dia 2 de junho e, sem descansar e sem tirar "as botas e as esporas", dirigiu-se imediatamente ao Congresso, onde estava a começar a votação.[3] O seu voto a favor da independência, com o de McKean, permitiram que o Delaware se juntasse a outros onze estados na aprovação da resolução sobre a independência. A Declaração de Independência seria aprovada dois dias depois, com Rodney como um dos signatários, e proclamada no dia 4 de julho de 1776. Mas o voto de Rodney teve repercussões no Delaware, levando à sua derrota no condado de Kent, quando corria a um lugar para a Convenção Constitucional de Delaware e para a nova Assembleia Geral de Delaware.[3][5]

Referências

  1. U. S. House of Representatives. Biographical Directory of the United States Congress, 1774–2005 (PDF). [S.l.: s.n.] 
  2. Hancock, Harold B (1973). County committees and the growth of independence in the three lower counties on the Delaware, 1765–1776. [S.l.: s.n.] 
  3. a b c Ryden, George Herbert (1933). Letters to and from Caesar Rodney. [S.l.: s.n.] 
  4. «Caesar Rodney». 2016 The Society of the Descendants of the Signers of the Declaration of Independence 
  5. Wilson, Timothy James.