Caio Antônio (pretor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Caio Antônio
Nascimento 80 a.C.
Desconhecido
Morte 42 a.C. (37–38 anos)
Desconhecido
Cidadania Roma Antiga
Progenitores
Irmão(s) Marco Antônio, Antonia, Lúcio Antônio
Ocupação Ancient Roman priest, político da Antiga Roma, militar da Antiga Roma

Caio Antônio (português brasileiro) ou Caio António (português europeu) (em latim: Gaius Antonius, 82 a.C.[1] - 42 a.C.[2][3]) foi um político da gente Antônia da República Romana, segundo filho de Marco Antônio Crético com Júlia Antônia, irmão de Lúcio Antônio e do triúnviro Marco Antônio.[4]

Em 49 a.C., durante a guerra civil, Caio foi um general de Júlio César. Cesar o encarregou junto com Públio Cornélio Dolabela a defesa de Ilíria e a campanha para reconquistar as cidades já tomadas pelos rebeldes e pompeianos. No caminho para a Ilíria, Caio foi interceptado por uma frota pompeiana, sendo capturado na ilha de Curicta.[5][6]Após a vitória de César, ele foi liberado.

Em 44 a.C. foi eleito pretor de Roma, enquanto o irmão mais velho Marco Antônio era cônsul e o irmão mais novo Lúcio Antônio era tribuno do povo. No mesmo ano ele foi nomeado pretor governador da província romana da Macedônia,[7] onde no ano seguinte, depois de ter resistido, foi capturado por Marcus Junius Brutus,[8] um dos assassinos de César, que tinha se refugiado na província após deixar Roma. Brutus o manteve como prisioneiro por algum tempo, mas no início de 42 a.C. em retaliação pelas mortes de Décimo Júnio Bruto Albino e Cícero (ordenado por Marco Antônio), foi executado pelas mãos do filho de Quinto Hortênsio Hórtalo.[8][9]

Árvore genealógica[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sumner, G.V. (1971). "The Lex Annalis under Caesar (Continued)". [S.l.]: Phoenix, XXV. 364 páginas 
  2. Marie-Claire Ferriès, Les partisans d'Antoine, Ausonius, 2007, p. 322.
  3. T. Robert S. Broughton, The Magistrates of the Roman Republic, Vol II, 1952, p. 241.
  4. «Gaius Antonius – Brother». Monetary History of the World. Consultado em 13 de Junho de 2016 
  5. Luci Anneu Flor, Epitome de Gestis Romanorum, IV, 2
  6. Júlio César De Bello Gallico III,10
  7. Cassi Dió, "Història de Roma", XLVII, 21-24
  8. a b Plutarco, "Vides paral·leles: Brutus", 28
  9. Cosme 2009, p. 54.