Caputira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Caputira
Bandeira indisponível
Brasão de Caputira
Bandeira indisponível Brasão
Hino
Fundação 30 de dezembro de 1962 (55 anos)
Gentílico caputirense
Padroeiro(a) Helena de Constantinopla
CEP 36925-000
Prefeito(a) Celso Gonçalves (psdb)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Caputira
Localização de Caputira em Minas Gerais
Caputira está localizado em: Brasil
Caputira
Localização de Caputira no Brasil
20° 10' 19" S 42° 16' 15" O20° 10' 19" S 42° 16' 15" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Zona da Mata IBGE/2008 [1]
Microrregião Manhuaçu IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Vermelho Novo, Raul Soares, Abre Campo, Matipó e Manhuaçu
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 188,112 km² [2]
População 9 033 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 48,02 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,615 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 63 654,809 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 968,23 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura www.caputira.mg.gov.br
Câmara www.cmcaputira.mg.gov.br

Caputira é um município brasileiro do Estado de Minas Gerais. De acordo com o censo realizado pelo IBGE em 2010, sua população é de 9.033 habitantes.[3]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Caputira vem das palavras tupi ka'a: "campo, mata" e mbotyra, potyra: "flor". Portanto, significa "Campo Florido".

História[editar | editar código-fonte]

Caputira teve origem no antigo povoado de Santa Helena da Cabeluda, formado numa região de passagem de tropas. O primeiro morador foi Francisco Inácio Fernandes Leão, logo seguido por famílias de colonos. Em 1868, tornou-se freguesia de São Francisco do Vermelho e em 1875, recebeu o nome de freguesia de Santa Helena do Manhuaçu. Em 1923, o nome mudou para Amazonita, mas quatro anos depois, retornou a denominação anterior. Em 1943, vinculou-se ao município de Matipó, dele emancipando-se em 1962.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município possui dois povoados: Bom Jesus de Pirapetinga e São Caetano. Os municípios limítrofes são: Vermelho Novo, Raul Soares, Abre Campo, Matipó e Manhuaçu.

O clima é tropical de altitude com duas estações bem definidas (inverno frio e seco e verão quente e chuvoso). Índice médio pluviométrico anual: 1860,8 mm

O relevo é pelo percentual topográfico: Plano: 10; ondulado: 60; montanhoso: 30.

A Hidrografia é composta pelos principais rios: Ribeirão Pirapetinga e Ribeirão Pernambuco. Pertencem à Bacia Rio Doce.

Transporte e Turismo[editar | editar código-fonte]

Principais rodovias que servem ao município: BR-262 e BR-116.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  3. a b «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  4. [www.pnud.org.br/atlas/ranking/ranking-idhm-municipios-2010.aspx «Ranking IDHM Municípios 2010»] Verifique valor |url= (ajuda). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 8 de julho de 2015. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]