Carl Ludwig Blume

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: "Bl." redireciona a este artigo. Para outros significados dessa sigla, veja BL.
Carl Ludwig Blume
Nascimento 9 de junho de 1796
Brunsvique
Morte 3 de fevereiro de 1862 (65 anos)
Leida
Cidadania Ducado de Brunswick, Países Baixos
Alma mater
Ocupação botânico, pteridólogo, briólogo, professor universitário, entomologista, micologista, ilustrador científico
Empregador Universidade de Leiden, Universidade de Leiden
Carl Ludwig Blume (1796-1862)
Capa da obra de Collection des Orchidées les plus remarquables de l'archipel Indien et du Japon.

Carl Ludwig Blume ou em neerlandês Karel Lodewijk Blume (Braunschweig, Alemanha, 9 de junho de 1796Leiden, Holanda, 3 de fevereiro de 1862) foi um botânico teuto-neerlandês.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Braunschweig na Alemanha, porém passou a maior parte da sua vida profissional trabalhando nos Países Baixos, onde foi diretor do herbário nacional de Leiden (Rijksherbarium).

Dedicou-se extensivamente ao estudo da flora do sudeste asiático, especialmente da ilha de Java, na época uma colônia neerlandesa, onde coletou numerosas espécies. De 1823 a 1826, Blume foi diretor de agricultura no "Jardim Botânico de Bogor" (Buitenzorg), em Java. Em 1844, publicou o primeiro catálogo do "Jardim Botânico de Buitenzorg", trabalho onde descreveu 914 espécies.

Blume manteve correspondência por cartas durante muito tempo com Charles Darwin. Estudou e descreveu vários tipos de orquídeas, que levam sua abreviatura no nome genérico, entre elas, a Anoectochilus (1825).

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Bijdragen tot de flora van Nederlandsch Indië …, 1825-1827
  • Enumeratio plantarum Javae et insularum adjacentium, 1827-1828
  • Flora Javae nec non insularum adjacentium … (em colaboração com : J. B. Fischer), 1828-1858
  • Rumphia, Sive Commentationes Botanicae imprimis de Plantis Indiae Orientalist, Lugdunu-Batavorum, Amsterdam, Bruxelas e Paris, 1835-1848. 4 volumes.
  • Musem botanicum lugduno-batavum …, 1849-1857
  • Collection des Orchides les plus remarquables De’Archipel Indien et du Japón. Amsterdam, 1858.(Com textos e ilustrações coloridas).

Homenagens[editar | editar código-fonte]

A revista botânica "blumea" foi batizado em sua homenagem.

O gênero Blumea DC da família Asteraceae e o gênero Blumella Tiegh. da família Loranthaceae foram também nomeados em sua homenagem.

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Brummitt, R. K.; C. E. Powell (1992). Authors of Plant Names. Royal Botanic Gardens, Kew. ISBN 1-84246-085-4.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.pngPortal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.