Catupiry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: se procura a antiga denominação do município brasileiro de Catiguá, veja Catiguá.
Embalagem do requeijão Catupiry em caixinha de madeira dos anos 1970

Catupiry é uma conhecida marca brasileira de requeijão.[1] Embora consista em um marca registrada, a palavra "catupiry" se tornou, informalmente, sinônimo para um tipo de requeijão cremoso mais denso, normalmente vendido em bisnagas.[2][3]

Contudo, a marca também produz um requeijão menos cremoso, em ponto de corte, com consistência similar à da margarina, o qual é comercializado em pequenas caixas de formato redondo[2].

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Catupiri" vem do tupi antigo katupyryb, que significa "muito bom" (katu, bom + pyryb, muito).[4]

História[editar | editar código-fonte]

O processo de fabricação do requeijão foi iniciado em 1911 por Mário e Isaíra Silvestrini, um casal de imigrantes italianos, na estância hidromineral de Lambari, em Minas Gerais.[1] Inicialmente eles criaram sua primeira receita, chamada cremelino, a qual começou a ser comercializada em São Lourenço, também no sul de Minas Gerais, para onde a fábrica havia sido transferida. Em 1934, foi aberta, no bairro da Barra Funda, em São Paulo, a primeira fábrica do requeijão catupiry.

Devido à sua popularidade, a palavra "Catupiry" passou a ser sinônimo de um requeijão muito cremoso,[1] usado como complemento em variadas receitas da culinária brasileira, além de pizzas e pastéis.[1]

Entre as décadas de 1920 e 1980, a embalagem foi uma caixinha redonda com tampa, feita artesanalmente — uma a uma, de uma folha fina de madeira.[5][6] Já na década de 1990, a embalagem passou a ser de plástico e apareceram as bisnagas e os baldes vendidos às pizzarias.[5][6] O catupiry autêntico é produzido em Bebedouro, no interior de São Paulo, em uma das fábricas do grupo.[7] A pizza à base do requeijão Catupiry é tradicionalmente comercializada em todos os estados do Brasil.[1]

Pote com requeijão Catupiry

Certificações[editar | editar código-fonte]

A Catupiry possui certificação kosher pelo BDK.

Referências

  1. a b c d e «A Empresa Catupiry Laticínios». Catupiry. Consultado em 13 de Abril de 2020 
  2. a b Am, Postado por:; Cozinhar, o. «Você sabia que Catupiry não é um tipo de queijo?». AmandoCozinhar.com. Consultado em 12 de março de 2021 
  3. «Marca Catupiry pretende conquistar o mercado de Nova York». Globo News. 19 de junho de 2012. Consultado em 12 de março de 2021 
  4. NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 556
  5. a b «Empresa de laticínios Catupiry tem fábrica no Bom Retiro desde 1949». Veja São Paulo. 13 de maio de 2011. Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  6. a b «História da Catupiry». Portal São Francisco. 13 de maio de 2011. Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  7. GloboNews http://g1.globo.com/globo-news/noticia/2012/06/marca-catupiry-pretende-conquistar-o-mercado-de-nova-york.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]