Catiguá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Quatiguá.
Catiguá
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Catiguá
Bandeira
Brasão de armas de Catiguá
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Cidade do balaio"
Gentílico catiguaense
Localização
Localização de Catiguá em São Paulo
Localização de Catiguá em São Paulo
Catiguá está localizado em: Brasil
Catiguá
Localização de Catiguá no Brasil
Mapa de Catiguá
Coordenadas 21° 02' 56" S 49° 03' 28" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Municípios limítrofes Catanduva, Tabapuã, Uchoa, Ibirá, Elisiário
Distância até a capital 414 km
História
Aniversário 3 de maio
Administração
Prefeito(a) Vera Lúcia de Azevedo Vallejo (PPS, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 148,4 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 10 127 hab.
Densidade 68,24 hab./km²
Clima tropical semi-úmido
Altitude 483 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,787 alto
PIB (IBGE/2009[4]) R$ 92 068 mil
PIB per capita (IBGE/2009[4]) R$ 12 699,03
http://www.catigua.sp.gov.br (Prefeitura)
http://www.camaracatigua.sp.gov.br (Câmara)

Catiguá é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 21º02'58" sul e a uma longitude 49º03'30" oeste, estando a uma altitude de 483 metros. A cidade tem uma população de 7.127 habitantes (IBGE/2010)[1]. Catiguá pertence à Microrregião de Catanduva.

História[editar | editar código-fonte]

A história de Catiguá se inicia com a criação de dois pequenos povoados às margens do Rio São Domingos: Vila Santa Isabel e Vila Mariana.

A antiga Vila Santa Isabel estava localizada entre o Rio São Domingos e o Córrego dos Cândidos, e recebeu este nome em homenagem à mulher de Artur Ortenblad, doadora do terreno onde foi construída a praça e a capela de Santa Isabel.

A Vila Mariana estava localizada entre o Rio São Domingos e o Córrego Bate-Panela. Nessa vila, Manuel Caetano e José Rodrigues doaram o terreno onde foi construída a praça e a capela de São Sebastião.

Por volta de novembro de 1910, a Vila Santa Isabel passou a se chamar Vila Ibarra.

Em 1921, Vila Mariana foi elevada à categoria de distrito, com o nome de Catupiry, jurisdicionado ao município de Catanduva.

Em 1929, Vila Ibarra também foi elevada à categoria de distrito, jurisdicionado ao município de Tabapuã.

A construção de rodovias e a ampliação da Estrada de Ferro de Araraquara proporcionaram um rápido crescimento e progresso da região, pela facilidade de escoamento da produção.

No início da década de 1930, foram instaladas as primeiras fábricas, duas no distrito de Ibarra e duas no distrito de Catupiry.

Em 1938, através do decreto estadual n.º 9775, de 30 de novembro, os dois distritos foram unidos em um só com a denominação de Catiguá. O novo distrito foi instalado em 1939, ficando subordinado ao município de Catanduva.

Em 18 de fevereiro de 1959, por meio da lei estadual n.º 5285, o distrito foi elevado à categoria de município, sob o nome de Catiguá, desmembrado de Catanduva. A instalação do município ocorreu em 1 de janeiro de 1960, com sede no antigo distrito de Catupiry.

É cognominada "Cidade do Balaio" ou "Capital do Balaio", em virtude do tradicional artesanato de bambú existente no município há quase 100 anos.

É integrante da Região Turística "Águas, Sabores e Saberes", juntamente com as cidades de Adolfo, Cedral, Ibirá, Irapuã, Mendonça, Sales e Ubarana.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 21º02'58" sul e a uma longitude 49º03'30" oeste, estando a uma altitude de 483 metros. Sua população estimada em 2010 foi de 7.127 habitantes. Possui uma área de 148km².

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010

População Total: 7.127

  • Urbana: 6.569
  • Rural: 558
  • Homens: 3.632[5]
  • Mulheres: 3.495

Densidade demográfica (hab./km²): 48,03

Dados do Censo - 2000

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 10,42%

Expectativa de vida (anos): 75,38

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,40

Taxa de Alfabetização: 86,86%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,787

  • IDH-M Renda: 0,688
  • IDH-M Longevidade: 0,840
  • IDH-M Educação: 0,833

(Fonte: IPEADATA)

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Telefônica Nacional até 1975, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[6], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[7], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[8] para suas operações de telefonia fixa.

Economia[editar | editar código-fonte]

  • Participação da Agropecuária: 10,79%
  • Participação da Indústria: 26,34%
  • Participação dos Serviços: 62,86%
  • PIB (Em milhões de reais correntes): 69.883
  • PIB per Capita (Em reais correntes): 9.718,16

Habitação e Infraestrutura Urbana Ano 2000[editar | editar código-fonte]

  • Domicílios com Espaço Suficiente: 89,19%
  • Domicílios com Infraestrutura Interna Urbana Adequada: 95,10%
  • Coleta de Lixo - Nível de Atendimento: 99,22%
  • Abastecimento de Água - Nível de Atendimento: 96,89%
  • Esgoto Sanitário - Nível de Atendimento: 95,70%

Educação Ano 2000[editar | editar código-fonte]

  • Taxa de Analfabetismo da População de 15 Anos e Mais: 13,14%
  • Média de Anos de Estudos da População de 15 a 64 Anos: 6,07
  • População de 25 Anos e Mais com Menos de 8 Anos de Estudo: 80,22%
  • População de 18 a 24 Anos com Ensino Médio Completo: 39,04%

Frota Ano 2009[editar | editar código-fonte]

  • Automóvel: 1.606
  • Caminhão: 106
  • Caminhão trator: 14
  • Caminhonete: 110
  • Micro-ônibus: 13
  • Motocicleta: 267
  • Motoneta: 23
  • Ônibus: 29

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Ribeirão São Domingos
  • Córrego dos Cândidos
  • Córrego Bate-Panela

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • SP-310
  • Vicinal José Fernandes
  • Vicinal Vicente Fernandes
  • Rodovia Jerônimo Ignácio da Costa
  • Vicinal João Martins Calbo

Administração[editar | editar código-fonte]

  • Prefeita : Vera Lúcia de Azevedo Vallejo (2017/2021)
  • Vice Prefeito: Lourenço Callegari Júnior

Referências

  1. a b «Censo Populacional 2010 - IBGE» (PDF). IBGE.gov.br. Consultado em 30 de agosto de 2011 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 29 dez. 2011 
  5. «SIDRA IBGE - Tabela 608 - População residente, por situação do domicílio e sexo». IBGE. Consultado em 30 de agosto de 2011  horizontal tab character character in |título= at position 26 (ajuda)
  6. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  7. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  8. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]