Uchoa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Uchoa
"A Namorada dos Rios"
Bandeira de Uchoa
Brasão de Uchoa
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 28 de março de 1926 (91 anos)
Gentílico uchoense
Prefeito(a) Waldemir Antonio Pinheiro de Carvalho (PSDB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Uchoa
Localização de Uchoa em São Paulo
Uchoa está localizado em: Brasil
Uchoa
Localização de Uchoa no Brasil
20° 57' 10" S 49° 10' 30" O20° 57' 10" S 49° 10' 30" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião São José do Rio Preto IBGE/2008[1]
Microrregião São José do Rio Preto IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Ibirá, Cedral, Guapiaçu, Olímpia, Tabapuã e Catiguá
Distância até a capital 426 km
Características geográficas
Área 252,5 km² [2]
População 10 008 hab. Censo IBGE/2016[2]
Densidade 39,64 hab./km²
Altitude 485 m
Clima tropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,75 elevado PNUD/2000[3]
PIB R$ 132 471 mil IBGE/2009[4]
PIB per capita R$ 24,364 96 IBGE/2014[4]
Página oficial

Uchoa é um município brasileiro do estado de São Paulo. Tem uma população estimada de 10.008 habitantes (IBGE/2016 - Acesso em Fev. 2017)[2]. Uchoa pertence à Microrregião de São José do Rio Preto.

História[editar | editar código-fonte]

A vila Córrego Grande iniciou-se por volta de 1910, com a construção de uma capela sob a invocação de São Miguel, circundada por pequenos casebres de barro, construída pelos primeiros moradores, Ubaldino Alvares Peres, Bruno Garisto, João Izaias, Marciano Ferreira da Silva, Vergílio Borges, Calil e Francisco Abdalla, entre outros. A chegada, em 1912, dos trilhos da estrada de ferro São Paulo Norte, atual FEPASA, deu grande impulso ao desenvolvimento da região. O topônimo foi escolhido em homenagem a um dos engenheiros da FEPASA.

Formação Administrativa[editar | editar código-fonte]

Distrito criado com a denominação de Inácio Uchoa, pela Lei nº 1.405, de 26-12-1913, subordinado ao município de Rio Preto. Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o distrito de Inácio Uchoa figura no município de Rio Preto. Elevado à categoria de município com a denominação de Inácio Uchoa, pela Lei nº 2.117, de 30-12-1925, desmembrado do município de Rio Preto. Sede no antigo distrito de Inácio Uchoa. Constituído do distrito sede. Instalado em 28-03-1926. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município de é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Pelo Decreto Estadual n.º 9.775, de 30-11-1938, o município de Inácio Uchoa tomou a denominação de Uchoa. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município de Uchoa (ex-Inácio Uchoa), é constituído do distrito sede. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município permanece constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Fonte: Uchoa (SP). Prefeitura. 2017. Disponível em: http://www.uchoa.sp.gov.br. Acesso em: fev. 2017.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 20º57'10" sul e a uma longitude 49º10'29" oeste, estando a uma altitude de 485 metros.

Possui uma área de 252,5 km².

Turismo[editar | editar código-fonte]

O turismo na cidade de Uchoa se iniciou em 2011 com a criação do Conselho Municipal de Turismo de Uchoa (COMTUR Uchoa). Desde então, a cidade desenvolveu potencial turístico com a criação do Café da Colônia, Museu do Carnaval, reforma do Pesqueiro Alta-Floresta, elevação do Armazém do Caparroz a ponto turístico e, recentemente, a criação do Museu de Paleontologia Pedro Candolo.

Sites:

Café da Colônia: http://www.cafedacolonia.com.br/

Comtur Uchoa: http://www.comturuchoa.com.br/

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010[2]

População total: 9.471

  • Urbana: 8.801
  • Rural: 670
  • Homens: 4.707[5]
  • Mulheres: 4.764

Densidade demográfica (hab./km²): 37,51

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. a b c d «Censo Populacional 2010 - IBGE» (PDF). IBGE.gov.br. Consultado em 25 de agosto de 2011 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 27 dez. 2011 
  5. «SIDRA IBGE - Tabela 608 - População residente, por situação do domicílio e sexo». IBGE. Consultado em 25 de agosto de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]