Charles Armstrong-Jones, Visconde Linley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2016) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Charles Armstrong-Jones, Visconde Linley
Casa Windsor
Nome completo
Charles Patrick Inigo Armstrong-Jones
Nascimento 1 de junho de 1999 (18 anos)
  Londres, Flag of the United Kingdom.svg Reino Unido
Religião Batizado na Igreja Anglicana
Pai David Armstrong-Jones
Mãe Serena Armstrong-Jones

Charles Patrick Inigo Armstrong-Jones, Visconde Linley (Londres, 1º de julho de 1999) é o filho mais velho de David Armstrong-Jones, 2.º Conde de Snowdon e de sua esposa, a aristocrata anglo-irlandesa Serena Stanhope.[1] É o terceiro neto da falecida princesa Margarida, Condessa de Snowdon,[2] sendo, portanto, sobrinho neto de Isabel II do Reino Unido Atualmente ocupa o 19.° lugar na linha de sucessão ao trono britânico[3] e o 1.° lugar na linha de sucessão ao Condado de Snowdon.[4]

Charles possui uma irmã mais nova: Margarita, nascida em 2002.

Nascimento e batismo[editar | editar código-fonte]

Charles Armstrong-Jones nasceu a 1° de julho do ano de 1999, em Londres, capital do Reino Unido. Entre seus ancestrais do lado paterno estão o rei Jorge VI, do qual é bisneto, e a rainha Vitória do Reino Unido, soberana do Reino Unido entre 1837 e 1901. Sua mãe, Serena Stanhope (agora Serena Armstrong-Jones, Viscondessa Linley), é a filha mais nova de Charles Stanhope, Visconde Petersham, herdeiro aparente ao Condado de Harrington.

O "bebê real" recebeu os seguintes nomes:

Charles foi batizado em 2 de dezembro de 1999, no Palácio de St. James, um dos mais antigos palácios da Inglaterra. Na cerimônia, estiveram presentes amigos e familiares de seus pais, incluindo a rainha Isabel II.

Charles teve seis padrinhos, sendo eles:

  1. Bruce Dundas;
  2. Nigel Harvey;
  3. Nick Powell;
  4. Orlando Rock;
  5. Lucinda Cecil;
  6. Rita Konig.

Educação[editar | editar código-fonte]

Charles Armstrong-Jones foi primeiramente educado na Inglaterra. Tal como seus primos de terceiro grau, o príncipe Guilherme, Duque de Cambridge e o príncipe Henrique de Gales fizeram antes dele, Charles atualmente frequenta o Eton College, uma escola para garotos fundada em 1440, por Henrique VI (privada e independente), em Berkshire.

Aparições públicas[editar | editar código-fonte]

Como um membro da extensa família real britânica, Charles está presente em determinados eventos, como o Trooping the Colour e a tradicional cerimônia natalina da família real em Sandringham. Ele também participa de outros eventos, como o Festival de Goodwood e a Ascot Racecourse, uma famosa pista de corrida de cavalos inglesa localizada na cidade de Ascot, no condado de Berkshire.

Em 2012, ele participou de um culto de ação de graças em honra de sua falecida avó, a princesa Margarida, no Castelo de Windsor. Seus pais, irmã, tia e primos também estiveram presentes na cerimônia. Em celebração do Jubileu de Diamante da rainha, Charles e sua irmã Margarita participaram de outra cerimônia de ação de graças, desta vez na Catedral de St. Paul, em Londres.

Títulos, estilos e honras[editar | editar código-fonte]

Títulos e estilos[editar | editar código-fonte]

  • 1º de julho de 1999 - 13 de janeiro de 2017: O Honorável Charles Armstrong-Jones.
  • 13 de janeiro de 2017 - presente: Visconde Linley

Honras[editar | editar código-fonte]

Em 2012, sua tia-avó, Isabel II do Reino Unido, nomeou-o como Pajem de Honra, uma posição cerimonial na Casa Real do soberano do Reino Unido.[5]

Referências

  1. «♔ The Royal House of Windsor ♔». ♔ The Royal House of Windsor ♔. Consultado em 13 de maio de 2016 
  2. «Princess Margaret's four grandchildren: Arthur Chatto, Margarita Armstrong-Jones, Charles Armstrong-Jones, and Samuel Chatto.». indulgy.com. Consultado em 13 de maio de 2016 
  3. «Britain's line of succession». www.cbsnews.com. Consultado em 13 de maio de 2016 
  4. «The 25 Other Royal Babies Born In The Last 20 Years». Mental Floss UK. Consultado em 13 de maio de 2016 
  5. «The Queen turns a page for Viscount Linley's son». Telegraph.co.uk. Consultado em 13 de maio de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
David Armstrong-Jones
Linha de sucessão ao trono britânico
19º
Sucedido por
Margarita Armstrong-Jones