Chile nos Jogos Sul-Americanos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Chile nos Jogos Sul-Americanos

Comitê Olímpico Nacional (CON)
Código do COI CHI
Nome Comité Olímpico de Chile
Sítio oficial
Medalhas
Pos.
Medalha de ouro
354
Medalha de prata
455
Medalha de bronze
536
Total de medalhas
1 345
Participações nos Jogos Sul-Americanos
19781982198619821994199820022006201020142018
Praia: 200920112013

O Chile é uma das nações que se fizeram presentes nos Jogos Sul-Americanos desde a primeira edição deste evento, em La Paz-1978. Seu histórico de participações o coloca no bloco médio-alto no quadro geral de medalhas.

O país é representado nos Jogos Sul-Americanos pelo Comitê Olímpico do Chile, tendo sido anfitrião deste evento por duas vezes em sua capital, Santiago (nos anos de 1986 e 2014).

Delegação[editar | editar código-fonte]

Nos Jogos Sul-Americanos de 2014, o Chile teve a maior delegação de sua história neste evento, no total de 589 atletas.[1][2] Nesta mesma edição dos Jogos, o país foi quem levou o maior número de desportistas, dentre as catorze nações presentes.

Quadro de medalhas[editar | editar código-fonte]

Segue-se, abaixo, o histórico do Chile nos Jogos Sul-Americanos.[3][4][5][6][7]

Ano Nação Cidade Posição Medalha de ouro Ouro Medalha de prata Prata Medalha de bronze Bronze Total
1978 Bolívia La Paz 2/8 31 25 20 76
1982 Argentina Rosario 2/10 37 51 47 135
1986 Chile Santiago 2/10 50 66 60 176
1990 Peru Lima 3/10 40 38 60 138
1994 Venezuela Valencia 5/14 16 20 37 73
1998 Equador Cuenca 6/14 29 54 46 129
2002 Brasil Brasil 4/14 24 41 46 111
2006 Argentina Buenos Aires 5/15 37 42 58 137
2010 Colômbia Medellín 5/15 25 32 52 109
2014 Chile Santiago 5/14 27 52 50 129
2018 Bolívia Cochabamba 5/14 38 34 60 132
2022 Flag of None.svg A definir
Total 354 455 536 1345

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Sendo vice-campeão por três vezes consecutivas (1978, 1982 e 1986), o Chile tem nestas edições dos Jogos a sua melhor classificação final deste evento. O maior número de medalhas de ouro (50), bem como o de pódios conquistados (176), se deram quando o país foi anfitrião em 1986.

No quadro geral de medalhas, a pior participação chilena ocorreu na edição de Cuenca-1998, quando terminou em sexto lugar. Por sua vez, o menor número de medalhas conquistadas por este país foi registrado em Valencia-1994 (com um total de 73 pódios).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. S.A.P, El Mercurio (2 de fevereiro de 2010). «Chile, con su mayor delegación histórica a unos Juegos Sudamericanos | Emol.com». Emol (em espanhol). Consultado em 17 de abril de 2010 
  2. «Con representantes de renombre - Colombia luchará con lo mejor de sus deportistas para alcanzar el título general de los IX Juegos Suramericanos». www.elmundo.com (em espanhol). 17 de março de 2010. Consultado em 13 de março de 2019 
  3. «Juegos Suramericanos - Presentación». www.odesur.org (em espanhol). ODESUR - Organización Deportiva Suramericana (salvo em Wayback Machine). 2004. Consultado em 17 de abril de 2010 
  4. «Medallero final de Odesur 2014». www.purodeporte.com.py (em espanhol). Puro Deporte - Paraguay (salvo em Wayback Machine). 19 de março de 2014. Consultado em 13 de março de 2019 
  5. «Tabla de Medallería - Chile 2014 | Deportes - Colombia.com». www.colombia.com (salvo em Wayback Machine) (em espanhol). 18 de março de 2014. Consultado em 13 de março de 2019 
  6. «Medallería - XI Juegos Suramericanos Cochabamba 2018» (em espanhol). ODESUR Cochabamba 2018 (salvo em Wayback Machine). 8 de junho de 2018. Consultado em 9 de junho de 2018 
  7. «Team Chile finalizó con 38 medallas de Oro los juegos Cochabamba 2018». CDO (em espanhol). 10 de junho de 2018. Consultado em 13 de março de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]