Ciclone Bulbul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ciclone Bulbul
Categoria 2 (EFSS)
Ciclone Bulbul perto do pico de intensidade antes de fazer landfall em, 9 de novembro
Formação 5 de novembro de 2019
Dissipação 12 de novembro de 2019
Vento mais forte (1 min) 83.7 nós (155 km/h, 96 mph)
Vento mais forte (10 min) 75.5 nós (140 km/h, 87 mph)
Pressão mais baixa 980 hPa (mbar) ou 735 mmHg
Danos > 2.6 bilhões de dólares[1]
Fatalidades 38 mortes[2][3][4][5]
Áreas afetadas Vietnã, Indochina, Andamão e Nicobar, Leste da Índia, Bangladesh

O ciclone Bulbul foi um forte ciclone tropical que atingiu o estado indiano de Bengala Ocidental e Bangladesh em novembro de 2019, provocando tempestades, fortes chuvas e inundações.[6][7][8] Originário dos remanescentes da severa tempestade tropical Matmo, no sul do Golfo de Bengala, no início de novembro, Bulbul intensificou-se lentamente em uma tempestade ciclônica muito severa. É apenas o quarto ciclone tropical já registrado que se regenerou no mar de Andamão, depois de cruzar o sudeste da Ásia por terra. Além disso, é apenas o segundo ciclone da história a chegar à força de um furacão, sendo o primeiro em 1960.[9]

Histórico meteorológico[editar | editar código-fonte]

Mapa que mostra o caminho e a intensidade da tempestade, de acordo com a escala de Saffir-Simpson.

Em 30 de outubro, a severa tempestade tropical Matmo chegou ao Vietnã, trazendo muita chuva e inundações. Nos dias seguintes, ela degenerou lentamente e perdeu velocidade ao atravessar a península da Indochina, tornando-se nada mais que um sistema de baixa pressão.[10]

Em 2 de novembro, o restante do Matmo emergiu no mar de Andamão do Norte.[11] As agências meteorológicas começaram a mostrar interesse no sistema, que começou lentamente a se reorganizar e se desenvolver. Após isso, transformou-se totalmente em uma depressão, em 5 de novembro. Ao se tornar uma tempestade ciclônica, o Departamento Meteorológico da Índia (IMD) designou o nome Bulbul. Ele continuou intensificando e aumentando a velocidade durante os três dias seguintes, mas ainda se movendo lentamente para o norte e levando o IMD a emitir avisos costeiros para Odisha e Bengala Ocidental, proibindo toda a atividade de pescadores, atividades de praia e passeios de barco no Golfo de Bengala e arredores. Cerca de um dia depois, Bulbul atingiu o território perto da ilha de Sagar, em Bengala Ocidental, por volta das 18h30 GMT de 9 de novembro, matando pelo menos 2 pessoas e enfraquecendo-se de volta a uma tempestade ciclônica severa, uma vez que interagiu com a terra e desencadeou uma forte tempestade.[12] Não muito tempo depois dessa interação terrestre, Bulbul rapidamente se enfraqueceu em uma depressão profunda no dia seguinte, quando começou a se mover sobre Bangladesh, mas ainda provocando fortes chuvas.[13]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Initial Estimates Suggest Damages Worth ₹19,000 Crore Due to Cyclone Bulbul in West Bengal» (em inglês). The Weather Channel. 13 de novembro de 2019. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  2. «Cyclone Bulbul kills 10 in West Bengal, 2.73 lakh families affected in the state» (em inglês). Times of India. 10 de novembro de 2019. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  3. «Cyclone Bulbul claims 13 lives, leaves a trail of destruction in Bangladesh» (em inglês). Bdnews24. 10 de novembro de 2019. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  4. «Cyclone Bulbul: Bodies of missing nine fishermen recovered from Meghna river». The Daily Star (em inglês). 11 de novembro de 2019. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  5. «Cyclone Bulbul: Bodies Of 4 Missing Fishermen Found Off Bengal Coast» (em inglês). NDTV. 11 de novembro de 2019. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  6. «Cyclone Bulbul Live: Bulbul Cyclone crosses West Bengal coast» (em inglês). The Times of India. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  7. Erdman, Jonathan. «Tropical Cyclone Bulbul Targets Eastern India, Bangladesh With Flooding Rain, Storm Surge, Winds». TWC India (em inglês). TWC India. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  8. «Cyclone Bulbul: 5 to 7 feet high storm surge may hit coastal areas». The Daily Star (em inglês). 8 de novembro de 2019. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  9. «Tropical Cyclone Matmo is reborn as Bulbul». Al Jazira (em inglês). 8 de novembro de 2019. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  10. «Weather Warning "Tropical Storm MATMO, category 3" - No. 7 Time Issued : October 30, 2019 - Thailand» (em inglês). ReliefWeb. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  11. «NASA tracking remnants of Tropical Cyclone Matmo» (em inglês). EukerAlert. 5 de novembro de 2019. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  12. «Cyclone Bulbul makes landfall amid India and Bangladesh evacuations» (em inglês). BBC. 9 de novembro de 2019. Consultado em 13 de novembro de 2019 
  13. «Deadly Cyclone Bulbul weakens over Bangladesh» (em inglês). Al Jazira. Consultado em 13 de novembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ciclone Bulbul