Combustíveis alternativos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Combustíveis alternativos, também conhecidos como combustíveis não convencionais, são materiais ou substâncias que podem ser utilizados como combustíveis, com excepção ou em substituição dos combustíveis convencionais, ou seja, são uma alternativa aos combustíveis fósseis (petróleo, carvão, propano e gás natural), e de materiais nucleares, como urânio.[1]

O impulso que estas novas fontes de energia receberam nos últimos tempos, devem-se sobretudo na diminuição dos impactos ambientais devidos ao uso de combustíveis fósseis, assim como uma maior racionalização de meios e recursos técnicos, humanos e financeiros.[2][3][4]

Autocarro movido a células de hidrogénio

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Com Ciência - Transportes». www.comciencia.br. Consultado em 21 de abril de 2009 
  2. «Comparativo entre combustíveis alternativos para veículos». www.inovacaotecnologica.com.br. Consultado em 21 de abril de 2009 
  3. «Indústrias modernas são extravagantes no uso de energia, diz estudo». www.inovacaotecnologica.com.br. Consultado em 21 de abril de 2009 
  4. «Economia ecológica exigirá Terceira Revolução Industrial, diz cientista». www.inovacaotecnologica.com.br. Consultado em 21 de abril de 2009 
Ícone de esboço Este artigo sobre ambiente é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.