Cruz das Posses

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cruz das Posses
  Distrito do Brasil  
Cruz das Posses, distrito de Sertãozinho - panoramio.jpg
Estado  São Paulo
Município Sertãozinho
Criado em 1898
População (2010)
 - Total 7 477

Cruz das Posses é um distrito da cidade de Sertãozinho. [1] Possui cerca de 13 mil habitantes fazendo parte da zona de administração Sul. Anteriormente, foi chamado Santa Cruz das Posses.[2]

O distrito foi instituído informalmente em 30 de novembro de 1908, sendo oficializada sua criação em 3 de outubro de 1920, porém o povoado já existia desde o fim dos anos 1890.

O cartório de registro civil de Cruz das Posses foi criado em 10 de janeiro de 1921 e instalado em 12 de janeiro de 1921. O primeiro registro de nascimento foi de Joaquim Alves da Silva, em 1923.

Em 1922 foi construída a primeira escola e no mesmo ano foi inaugurada a subprefeitura, sendo José Isaías Ferreira o primeiro subprefeito.

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Em 1914, foi instalado o primeiro Centro Telefônico, na Praça da Lapa, n° 352. Em 1973 o distrito passou a ser atendido pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[3], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[4], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[5] para suas operações de telefonia fixa.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Revista É Fato (2011). «Prefeito Zezinho Gimenez visita Cruz das Posses». Consultado em 13 de Janeiro de 2013 
  2. IBGE (Data desconhecida). «Sertãozinho» (PDF). Biblioteca IBGE. Consultado em 13 de Janeiro de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  4. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  5. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1