Ibitiúva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ibitiúva
  Distrito do Brasil  
Estado  São Paulo
Município Pitangueiras
Criado em 1919
População (2010)
 - Total 3 722

Ibitiúva é um distrito do município brasileiro de Pitangueiras, no interior do estado de São Paulo[1]. Chegou a ser elevado a categoria de município pela Lei nº 6.645 de 09/01/1990[2], sendo a emancipação cancelada judicialmente por uma ADIn (Ação Direta de Inconstitucionalidade) pois na realização do plebiscito em 05/11/1989 foi consultada a população da sede do distrito mas não foi consultada a população do distrito de Taquaral, que na época também fazia parte de Pitangueiras e seria integrado a Ibitiúva. Ironia do destino posteriormente Taquaral se emancipou de Pitangueiras e Ibitiúva continua até hoje sendo distrito.

Comunicações[editar | editar código-fonte]

O distrito era atendido pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[3], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[4], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[5] para suas operações de telefonia fixa.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
  2. «Lei nº 6.645, de 09/01/1990 - Dispõe sobre alterações no Quadro Territorial Administrativo do Estado». Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo 
  3. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  4. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  5. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1