Deslizamento de terra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Deslizamentos de terra)
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Um local onde ocorreu deslizamento, na rua Viçosa, bairro São Pedro, Belo Horizonte.

Um deslizamento/escorregamento de terra é um fenômeno de ordem geológica e climatológica que inclui um largo espectro de movimentos do solo, tais como quedas de rochas, falência de encostas em profundidade e fluxos superficiais de detritos.

“O “deslizamento de terra é na verdade apenas uma categoria dos chamados” movimentos de massa “, processo que envolve o desprendimento e transporte de solo ou material rochoso encosta abaixo”. [1]

Pode-se considerar três fatores de influência na ocorrência dos deslizamentos:

  • Tipo de solo: sua constituição, granulometria e nível de coesão;
  • Declividade da encosta: cujo grau define o ângulo de repouso, em função do peso das camadas, da granulometria e nível de coesão;
  • Água de embebição: contribui para aumentar o peso específico das camadas; reduzir o nível de coesão e o atrito, responsáveis também pela consistência do solo, e lubrificar as superfícies de deslizamento.[2]

Como evitar o deslizamento[editar | editar código-fonte]

Existem mais de duas maneiras porém as principais são:

  • Deslizamento na estrada Rio de Janeiro-Petrópolis, Brasil.
    A primeira é repondo a vegetação para que a água que desce pelas encostas das montanhas perca a velocidade ou infiltre no solo .
  • A segunda, mais segura, é construir terraços em forma de degraus a fim de proteger o solo da ação das águas pluviais.
  • Evite plantar arvores grandes nas encostas como, bananeira, mangueira...
  • Evite corte e aterros nas encostas para não deixar o terreno fraco.
  • Nunca construa próximo a encostas e barrancos, quanto maior a distancia mais segurança para sua moradia.
  • Não jogar lixo nas encostas, isso produz acumulo de água escorrendo o lixo e assim arrastando o solo junto com ele.
  • Instalar canaletas ou tubos para o escoamento dessas águas usadas.[3]
Deslizamento de terra em Coronel Fabriciano,MG. O tipo de solo ( barrento) junto a quantidade de chuvas ou atividades impróprias pra área como construção de casas próximos a estes locais, influenciam fortemente para que haja deslizamento.

Primeiros sinais de Perigo[editar | editar código-fonte]

  • Observe no terreno se árvores, postes ou muros estão com alguma inclinação anormal;[1]
  • Observe rachaduras, trincas ou saliências no chão ou nas paredes;
  • Observe se o local tem água mais barrenta que o normal. Pode ter algum cano com vazamento e infiltrando-se pelo terreno.

Tipos básicos de deslizamentos[editar | editar código-fonte]

Segundo Faiçal Massad (2003) os escorregamentos podem ser descritos, como se segue:[4]

Corridas[editar | editar código-fonte]

São movimentos rápidos onde os materiais se comportam como fluidos altamente viscosos. Isso acontece com a grande concentração de água superficial.

Fluxos de Detritos[editar | editar código-fonte]

O material inclinado que se torna saturado com água pode se transformar em um fluxo de detritos ou fluxo de lama . A pasta resultante de rocha e lama pode pegar árvores, casas e carros, bloqueando, assim, pontes e afluentes causando inundações ao longo de seu caminho. O fluxo de detritos é muitas vezes confundido com enchente, mas são processos totalmente diferentes.

Os fluxos de detritos lamacentos em áreas alpinas causam danos graves a estruturas e infra-estruturas e muitas vezes reivindicam vidas humanas. Fluxos de detritos enlameados podem começar como resultado de fatores relacionados à inclinação e deslizamentos de terra rasos podem danificar leitos de rios, resultando em bloqueio temporário da água. Como os impasses falham, um " efeito dominó " pode ser criado, com um crescimento notável no volume da massa que flui, que ocupa os detritos no canal do fluxo. A mistura sólido-líquido pode atingir densidades de até 2.000 kg / m 3 e velocidades de até 14 m / s.[5]

Esta seção de E. Grace Street, Richmond, VA, entrou em colapso durante a tempestade tropical Gaston. Gaston deixou cair doze polegadas de chuva na área.

Escorregamentos[editar | editar código-fonte]

Caracterizam-se como movimentos rápidos de curta duração, com planos bem definidos. São feições longas, podendo apresentar uma relação 10:1, comprimento – largura. Podem ser divididos em dois tipos:

  • Translacionais: Representam a forma mais freqüente entre os tipos de movimento de massa, possuindo superfície de ruptura com forma planar, a qual acompanha, de modo geral, descontinuidades mecânicas e/ou hidrológicas existentes no interior do material.
  • Quedas de blocos: São movimentos rápidos de blocos e/ou lascas de rocha que caem pela ação da gravidade, sem a presença de uma superfície de deslizamento, na forma de queda livre. Existe ainda uma categoria denominada rastejamento que Hansen (1984) descreve como sendo definida basicamente pela sua velocidade, devido à natureza lenta do movimento.[6]

Direito[editar | editar código-fonte]

No Código Penal Brasileiro existe um delito denominado Desabamento ou desmoronamento.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.