Diário de um Detento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Diário de um detento)
"Diário de um Detento"
Fotografia retirada do clipe.
Single de Racionais MC's
do álbum Sobrevivendo no Inferno
Lançamento 1998
Gravação 1997
Gênero(s) Hip hop
Gangsta rap
Duração 7:31
Gravadora(s) Cosa Nostra

"Diário de um Detento" é uma canção de rap do album "Sobrevivendo no Inferno" do grupo Racionais MC's lançado em 1997, escrita por Mano Brown e Josemir Prado, o Jocenir.[1][2] A letra da música aborda a rebelião do presídio do Carandiru, ocorrida em 2 de outubro de 1992, quando 111 presidiários foram mortos pela polícia em evento que ficou conhecido como Massacre do Carandiru.[3]

Em 1998, o clipe da música, foi premiado em duas categorias do "MTV Video Music Brasil" (VMB): "Melhor Vídeo de Rap" e "Escolha da Audiência".[4]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

A música foi classificada em 52º lugar na lista das 100 maiores músicas brasileiras publicada pela revista Rolling Stone.[5]

Em dezembro de 2012, o videoclipe de apareceu na 2ª colocação na lista de "O Melhor Clipe Brasileiro de Todos os Tempos", pelo jornal Folha de S.Paulo.[6]

Ano Prêmio Categoria Resultado
1998 MTV Video Music Brasil Videoclipe do Ano Indicado
Escolha da Audiência Venceu
Videoclipe de Rap Venceu

Referências

  1. «'Sobrevivendo no inferno', dos Racionais MC's, completa dez anos». G1 - Globo. Consultado em 7 de outubro de 2017 
  2. Paiva, Marcelo Rubens (12 de maio de 2001). «Folha de S.Paulo - "Diário de um Detento": Jocenir narra o "circo de horrores" do universo da prisão - 12/05/2001». Jornal Flha de São Paulo. Consultado em 5 de março de 2021 
  3. Barreiros, Isabela (10 de janeiro de 2020). «Diário de um Detento: o clipe que narrou a brutal realidade do sistema carcerário brasileiro». Aventuras na História. Consultado em 5 de março de 2021 
  4. «VMB 1998». vmb.mtv.uol.com.br. Consultado em 7 de novembro de 2012. Arquivado do original em 3 de outubro de 2012 
  5. «N°52 - Diário de um Detento - Edição 37 - (Outubro/2009) - Rolling Stone Brasil». Rolling Stone. Consultado em 11 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 29 de novembro de 2009 
  6. folha.uol.com.br/ Análise: memoria afetiva, e não originalidade, norteou votos.